A Válvula de Escape

23/06/2010 • Por • 6,138 Acessos

As pessoas são valorizadas pelo o  ter, e não pelo o ser, cada vez mais, ser bem sucedido é ter uma conta bancária recheada, e fazer tudo aquilo que quer sem se preocupar  com o dinheiro.

Tudo é muito bonito, porém todos buscam a felicidade, qualidade de vida, e como atingir esse ponto de equilíbrio?

Na vida temos o livre arbítrio, cada um faz o que melhor lhe convier, desde que arque com as consequências, somos livres para buscar o nosso destino, e as vezes pensamos que somos o queríamos ser, ou simplesmente existimos, e não temos a menor possibilidade de ser o que realmente pretendiámos.

Diante dos nossos acertos e fracassos, sempre temos uma Válvula de Escape, uma desculpa, uma saida, que conciente ou inconcientemente quando vemos estamos nós praticando algo que pode ser benéfico ou maléfico para nós mesmos ou para outras pessoas, as vezes nem tanto, são coisas que passam totalmente desapercebidas por nós ou por outras pessoas, mas no nosso dia a dia temos reações diante de alegrias e tristezas, é o que chamamos de válvula de escape.

Nesse mundo dinâmico, onde o que é bom hoje amanhã já não serve mais, ficou ultrapassado, somos testados a todo momento, temos que nos reciclar sempre, recebemos inúmeras informações, estamos conectados com o mundo inteiro, todos são nossos parceiros, e ao mesmo tempo concorrentes, temos que ser super homem para as rotinas do dia a dia, e as vezes passa-se uma vida, e quando fazemos um balanço descobrimos que fomos apenas mais um, e que agora passou sua vez, a fila anda, e se voce não escreveu um livro, não plantou uma árvore, e gerou um filho, já não há mais nada a fazer. Viva o seu momento, como se fosse o único.

Perfil do Autor

João Luís Ribeiro

João Luís Ribeiro, empresário, formado em Administração de Empresas, atualmente está cursando Direito pelo UNIPAM - Patos de Minas -MG. Casado, pai de 3 filhos. Gosta de ler, jogar futebol, cantar e tocar violão, é compositor de música sertaneja.