Como Administrar Situações De Conflitos

Publicado em: 09/09/2009 |Comentário: 1 | Acessos: 14,104 |

Administrar conflitos nas organizações é realmente necessário?

Situações de conflitos ocorrem quando duas ou mais partes têm atitudes ou pontos de vista contrários a um determinado assunto.

Tais situações são diferenças de opiniões, condições de trabalho inadequadas, expectativas não alcançadas ou irreais, comportamentos não condizentes à ética e valores da organização, comportamentos discriminatórios, falta e erros de comunicação.

Administrar os conflitos possui vantagens que o gerente pode transformar em oportunidades, ou seja, transformar o conflito em um aspecto positivo, como: aperfeiçoamento do trabalho em equipe; estabelecer mais confiança e recuperação da sua imagem; fortalecimento das relações humanas; melhor desenvolvimento pessoal dos colaboradores; funcionários mais comprometidos; a energia e a motivação são voltadas ao trabalho e seu desempenho;

A empresa deve ficar atenta à resolução dos conflitos, podem tornar-se mais complexos e maiores problemas em longo prazo. O não conseguir administrar os conflitos ou tentar evitá-los - o que geralmente é impossível, pois se trata de pessoas, cada uma com personalidades e opiniões diferentes que devem ser respeitadas – pode causar: perda do dinamismo pessoal; o não cumprimento dos deveres com a devida motivação e energia, contribuição para a queda na produtividade; aumento ou difusão do conflito a outras pessoas; impressão equivocada de que a inércia é a melhor opção.

Algumas ações na administração dos conflitos são essenciais para que o final seja positivo. Vejamos como é fácil e simples de resolver um conflito o quanto antes, se você traçar uma meta:

- Dialogar: O diálogo com qualidade pode originar um campo fértil para a exploração e novas formas de gerenciamento em toda a organização. Do contrário, a falta do diálogo é um campo fértil para o surgimento dos mais diferentes tipos de conflitos e influenciado em todas as áreas dentro e fora da organização.

- Identificar o conflito: A identificação de um conflito, nem sempre está visível, portanto, é necessário estar atento às mudanças de comportamento, atitudes e clima no ambiente de trabalho.

- Monitorar o ambiente: Esse monitoramento lhe dará um alerta prévio, tornando mais fácil lidar com o conflito de forma eficiente e eficaz.

- Investigar a situação: Tenha tempo disponível para verificar a verdadeira situação, quem são os envolvidos, seus efeitos reais e potenciais, é importante demonstrar empatia, facilita nas decisões.

- Planejar sua abordagem: Incentive ambas as partes a examinar os interesses por trás de suas posições e crie um clima agradável e de diálogo. Os gerentes devem traçar seus objetivos e decidir sobre o resultado da sua investigação, lembrando que, à medida que surgem novas evidências, o resultado pode ser diferente do esperado e nem sempre agradável.

- Administrar o problema: Pode gerar emoções extremas, porém, mesmo sendo um ato difícil é um processo necessário. A pressa nesse momento deve ser evitado; não reagir por impulso; pode ser feito pausas na conversa para que a calma permaneça; manter linguagem e expressão corporal alinhada; o fugir, o enfrentar e o lutar, são abordagens não construtivas – enfrentar ou lutar: quando não se está envolvido causa conflitos ainda maiores, em longo prazo e intimida os funcionários – o fugir: evita a solução do conflito (em partes)  e provoca perda de respeito e confiança. Uma abordagem afirmativa em sua maioria é o melhor meio de administrar conflitos: reconhecer que as pessoas têm opiniões distintas uma das outras; todos têm direitos; incentivar ambas as partes a encontrar o motivo do conflito e suas soluções; afirmar que as opiniões sejam expressas de forma espontânea e aberta e fazer sugestões de caminhos a seguir.

- Permita que todos opinem: Ajudar a estabelecer boas relações de trabalho, criar compromisso e estabelecer comunicação adequada ao trabalho executado.

- Descobrir o caminho a seguir: Em caso positivo, chegue a um acordo aceitável para as partes ou para um todo; em caso negativo, tome medidas para que o conflito não continue; que todos os envolvidos entendam o porquê de suas decisões e que isso seja passado a partir do momento que foi tudo resolvido e esclarecido, não reabrindo "velhas feridas".

Administrar os conflitos é extremamente necessário e eficaz na resolução de problemas na organização quando é realizado corretamente.

"Sessenta por cento de todos os problemas administrativos resultam de ineficácia na comunicação". Peter Drucker

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/recursos-humanos-artigos/como-administrar-situacoes-de-conflitos-1214596.html

    Palavras-chave do artigo:

    administracao

    ,

    conflito

    ,

    comunicacao

    Comentar sobre o artigo

    Marcos Rogério dos Reis

    Quais as formas de comunicação; Como a comunicação nas empresas devem ser; A importancia da comunicação nas empresas.

    Por: Marcos Rogério dos Reisl Negócios> Administraçãol 13/03/2011 lAcessos: 2,101
    Luzanira Ferreira de Aguiar

    Pretende-se nesta pesquisa compreender os pressupostos dos conflitos interpessoais no interior da escola, sabe-se que a escola por ser um sistema educacional-governamental tem uma maneira de ver o mundo que se reflete nas políticas educacionais que inter-relaciona pessoas, instituições de maneira harmônica e ás vezes contraditória e o gestor escolar faz parte desse sistema, funcionando como elo, por isso, conceituaremos gestão escolar, buscaremos entender o processo de comunicação frente aos con

    Por: Luzanira Ferreira de Aguiarl Educação> Ensino Superiorl 01/10/2009 lAcessos: 3,010

    Como você age diante de uma situação de conflito? Luta, briga, grita, ofende, arranca os cabelos, espanca a outra pessoa, opõe-se irracionalmente ou procura entender as causas para se posicionar na busca de soluções? Deparamos-nos com conflitos de várias naturezas em todas as áreas da nossa vida, seja familiar, afetiva, social ou profissional. No entanto, o nosso comportamento define o nível de estresse que absorvemos.

    Por: MANOEL QUINTINO JUNIORl Carreira> Gestão de Carreiral 15/01/2010 lAcessos: 8,619 lComentário: 1
    Rosiane Pantoja Uchôa

    O clima organizacional de uma empresa nos permite captar, analisar e interpretar diversos tipos de conflitos, na observação das rotinas laborais é possível detectar a harmonia ou desarmonia no processo de execução das tarefas onde através das quais a comunicação é o termômetro das mesmas.

    Por: Rosiane Pantoja Uchôal Negócios> Gestãol 24/02/2011 lAcessos: 409

    Apresentamos neste pequeno texto a conclusão de tudo que comentamos sobre o assunto CONFLITOS, nas partes I a V.

    Por: José Carlos Maron Jr.l Negócios> Gestãol 23/09/2014 lAcessos: 13
    Flavio Farah

    É comum as Instituições de Ensino Superior exigirem, como requisito para contratação de docentes para os cursos de graduação da área de Administração, que os candidatos possuam experiência profissional no campo de conhecimento correspondente à disciplina que vão lecionar. O artigo mostra que as razões para se estabelecer essa exigência não se sustentam.

    Por: Flavio Farahl Educação> Ensino Superiorl 25/12/2011 lAcessos: 179

    Neste artigo são abordados os tipos de conflitos e como eles podem atuar de forma construtiva nas Organizações.

    Por: Juliana Grimaldil Carreira> Recursos Humanosl 23/02/2010 lAcessos: 15,439 lComentário: 1

    Saber administrar conflitos é uma habilidade essencial para todo o gestor, bem como para o bom relacionamento entre pessoas e equipes. Veja quais são as dicas.

    Por: Ernesto Bergl Carreira> Recursos Humanosl 12/03/2014 lAcessos: 47

    Este artigo propõe identificar o cenário organizacional atual e entender sua ligação direta no papel do marketing, além da sua importância para os objetivos das empresas. A discussão sobre o tema foi proposta através de um estudo de caso, a compreensão de como a empresa BH Trans, de atuação real na cidade de Belo Horizonte, utiliza as ferramentas comunicacionais. Esse estudo torna-se relevante, pois, contribui para uma visão holística do ambiente atual e tendência de mercado.

    Por: Marcelle Nascimento Soares de Azevedol Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 28/10/2008 lAcessos: 6,152
    Van Marchetti

    Durante todos esses anos vi empresas gastando "rios de dinheiro" com palestras motivacionais. E o resultado? Ele até existe, mas seu efeito passa muito rápido. É como assistir a um filme (entretenimento), você se diverte, se envolve ... mas e nos dias seguintes? Esse sentimento é o mesmo?

    Por: Van Marchettil Carreira> Recursos Humanosl 14/11/2014 lAcessos: 11
    Lucy Cintra

    Quando passamos por uma crise muitas vezes somos levados à depressão,angústia, sem ver o fim do túnel. Mas se re-significar isso, entender profundamente o significado desse momento, pode transformar sua vida, sua carreira.

    Por: Lucy Cintral Carreira> Recursos Humanosl 11/11/2014 lAcessos: 16
    Portais Imobiliarios

    m repórter do jornal britânico ‘The Guardian' teve acesso a um suposto guia, produzido por uma imobiliária, para a atuação dos corretores de imóveis em uma negociação. As informações foram traduzidas e publicadas pelo site brasileiro infomoney.com com o seguinte título "As táticas (nada éticas) dos corretores para você comprar um imóvel".

    Por: Portais Imobiliariosl Carreira> Recursos Humanosl 03/11/2014 lAcessos: 15
    Palestrante Cícero Ribeiro

    A grande maioria das lideranças empresariais não tem dúvidas da importância da atualização profissional constante para o bom posicionamento da empresa frente aos seus concorrentes. Colaboradores bem treinados e motivados são capazes de desenvolver sua atividade com grande eficiência, diminuindo quebras operacionais, retrabalhos, atrasos e erros. Apesar disto, é comum que, principalmente, as pequenas e médias empresas tratem o assunto com relativa displicência.

    Por: Palestrante Cícero Ribeirol Carreira> Recursos Humanosl 01/11/2014

    O presente artigo tem como objetivo mostrar o que é a QVT (Qualidade de Vida no Trabalho), e qual o seu papel dentro das organizações. A QVT engloba muitos aspectos na organização, fazendo com que seja um elemento impulsionador que traz bastante motivação e satisfação no ambiente de trabalho aliado à saúde e o bem-estar do trabalhador. Dentre os temas abordados estão; enfoque biopsicossocial, os componentes da QVT, contribuições das ciências, as causas do estresse no ambient

    Por: Angélica Cristina da Costal Carreira> Recursos Humanosl 15/10/2014 lAcessos: 50

    Porque os ricos ficam mais ricos e os pobres ficam mais pobres? Não é só de dinheiro que estou falando, é de felicidade, de ética, de valores, de atitudes,... Este livro traz informações de como ter uma cultura empreendedora para utilizar na vida pessoal, profissional, familiar e espiritual e então poder prosperar com suas ações.

    Por: Zailtonl Carreira> Recursos Humanosl 09/09/2014 lAcessos: 39

    Para que a criatividade flua livremente e novas ideias apareçam, é preciso eliminar velhos conceitos e outros sedimentos pessoais. Muitos desses conceitos estão enraizados dentro de nós, e insistem em lá permanecer. Veja os oito principais bloqueadores da criatividade.

    Por: Ernesto Bergl Carreira> Recursos Humanosl 25/08/2014 lAcessos: 22
    Fred Filho

    A história da descoberta do fenômeno do assédio moral no trabalho. Conheça como o caso de vinte e uma enfermeiras suecas que se suicidaram, ou que tentaram cometer suicídio, ajudou no estudo do assédio moral.

    Por: Fred Filhol Carreira> Recursos Humanosl 18/08/2014 lAcessos: 21

    O recrutamento é uma ação necessária e é um conjunto de procedimentos que atraem candidatos qualificados e capazes de ocuparem cargos da organização. RECRUTAMENTO CORRETO=Profissionais capacitados e qualificados para o cargo, contribuindo para o crescimento da organização.

    Por: Mariana Emídio Oliveira Ribeirol Carreira> Recursos Humanosl 23/09/2009 lAcessos: 4,879

    Comments on this article

    0
    Lydia Prado 09/08/2011
    Até que ponto podemos dizer que o conflito já não tem mais jeito? E por que?
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast