Como Lidar com Problemas e resolvê-los

Publicado em: 06/01/2009 |Comentário: 5 | Acessos: 42,492 |

Uma das maiores dificuldades encontradas pelas pessoas, tanto em relação a sua vida pessoal, quanto no aspecto profissional, é a falta de habilidade para resolver problemas. É comum nos sentirmos ansiosos quando surge a necessidade de resolvermos problemas que, presumimos, estão além de nossa capacidade. Ocorre um sentimento de angustia e impotência, fatores agravantes, que aumentam ainda mais o grau de dificuldade.

 

Em geral os problemas são percebidos pelas pessoas de forma diferente. Algumas, mais otimistas, encaram problemas como oportunidades de resolver assuntos e até mesmo como forma de melhorar seu padrão de vida. Outras transformam pequenos problemas em verdadeiras tragédias anunciadas, sofrendo por antecipação.

 

Às vezes vários problemas ocorrem em nossas vidas ao mesmo tempo, o que pode criar uma situação de estresse. Pode acontecer de uma pessoa estar vivenciando simultaneamente conflitos e desafios  na vida pessoal, na área profissional, e ao mesmo tempo atravessar uma fase financeira ruim e ter problemas de saúde.  

 

Uma ótima maneira de resolver problemas é o que podemos chamar de segmentação. Este método se baseia na aplicação do principio de que, se segmentarmos ao máximo o processo, é fácil fazer algo. Existe um exemplo extremo deste método, bastante incomum, que é o do homem que decidiu comer uma bicicleta para entrar para o “Guines Book of Records”. Para isto, ele desfez uma bicicleta em minúsculas partículas e durante cerca de três meses ingeriu-a completamente.

 

Também na matemática este processo é utilizado com sucesso. Uma equação bastante complexa pode ser reduzida em uma serie de pequenas equações menores e mais fáceis de resolver. Outro exemplo que pode servir de comparação é a utilização de financiamento para aquisição de um bem. Muitas vezes é inviável adquiri-lo com o pagamento total do valor (problema maior), e por isso recorremos ao financiamento em parcelas mensais (pequenos problemas), o que tornar viável alcançar a solução do problema maior (nossa necessidade de adquirir o produto).

 

No entanto, ao invés de segmentar o problema em porções menores, é comum as pessoas fazerem justamente o contrário, ou seja, tentar resolver vários assuntos ao mesmo tempo. Com isto, sentem-se pressionadas, ansiosas e impotentes, pois a solução de vários problemas ao mesmo tempo pode ser uma tarefa superior a sua capacidade de realização.

 

Nestas situações, mais do que nunca, será necessário a pessoa manter a tranqüilidade, raciocinar sobre cada problema separadamente e utilizar o método da segmentação, separando os problemas uns do outros, e evitando que haja interferência entre eles. Um problema financeiro, por exemplo, pode agravar um problema de saúde por causar ansiedade e estresse, ou mesmo gerar uma crise de relacionamento familiar e até interferir no desempenho do trabalho.

 

Por isto é tão importante saber separar os problemas, não permitindo que um assunto interfira e dificulte outros aspectos de nossa vida. Quando se consegue pensar em cada problema de forma independente, tem-se uma sensação mais serena em relação a cada um, facilitando o raciocínio e a busca de soluções. 

 

Como segmentar um problema

 

A melhor forma de realizar esta tarefa é fazer uma análise e obter a compreensão racional e consciente do problema. Em seguida, deve-se dividir a superação do problema em etapas, em um numero suficiente que possibilite a sua realização. Após esta divisão em etapas, é preciso traçar metas com datas específicas para solução de cada etapa. O objetivo final deve ser a superação do problema como um todo.

 

Dois critérios básicos devem ser respeitados para a solução de problemas:

 


  • Primeiro – procurar resolver os problemas segundo sua ordem de importância, ou seja, primeiros os essenciais depois os secundários.

  • Segundo – iniciar com a solução dos problemas a partir dos mais fáceis, para gradativamente resolver os mais difíceis e complexos.

 

Para exemplificar: imaginemos a prova de um concurso, em que todas as questões tenham o mesmo valor. O ideal e que se procure resolver as questões mais fáceis primeiro, e deixar as mais complexas e difíceis para o final da prova. Por outro lado, caso as questões tenha valor diferenciado, será necessário priorizar aquelas de valor maior, para depois resolver as questões de menor valor.

 

Alem da segmentação e da utilização de critérios, existem algumas atitudes que podem facilitar a solução de problemas, as principais são:

 


  • Distanciamento: compreender o problema de um ponto de vista isento de envolvimento emocional, pois este envolvimento pode modificar seu significado, tornando muitas vezes um problema maior do que realmente é.

  • Compartilhamento: buscar discutir o problema com pessoas de sua confiança para obter um ponto de vista alternativo.

  • Equilíbrio: ponderar bastante sobre o problema e as possíveis soluções evitando tomar decisões precipitadas.

 

Este método de solução de problemas, bem como todas as idéias aqui apresentadas são conceitos simples de entender e aplicar.    Em geral, este método cria uma sensação de leveza psicológica e um sentimento de que o problema não é tão grande quanto parecia à primeira vista. A partir daí, cada etapa que se for conseguindo realizar criará uma sensação de vitória, o que motivará a pessoa a continuar perseguindo o objetivo de resolver o problema em sua totalidade.

 

Confira mais artigos e dicas para seu sucesso profissional no www.profissionalizando.com e aprenda ingles gratuitamente no www.inglescurso.net

Avaliar artigo
4
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 5 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/reducao-de-stress-artigos/como-lidar-com-problemas-e-resolve-los-712597.html

    Palavras-chave do artigo:

    como lidar com os problemas e resolve los

    Comentar sobre o artigo

    Antomar Marins e Silva

    O conceito de Gestão de Mudança hoje é familiar à maioria das empresas, mas "como" elas gerenciam a mudança, varia muito de empresa a empresa em função da natureza do negócio, como também os níveis de problema encontrados e principalmente o entendimento da necessidade da organização a ser mudada e o comprometimento das pessoas envolvidas.

    Por: Antomar Marins e Silval Negócios> Gestãol 23/03/2013 lAcessos: 35

    Com o ritmo de trabalho cada vez mais acelerado, torna-se cada vez mais comum as pessoas passarem mais tempo em convívio com colegas de trabalho do que qualquer outro grupo de relacionamento. O resultado são histórias de casais que começaram a se conhecer melhor, se não na empresa, por intermédio do trabalho.

    Por: Cristiane Dubenal Carreira> Gestão de Carreiral 13/05/2011 lAcessos: 139

    Conversas cruciais requerem algumas ferramentas que são essenciais para uma boa comunicação em ambientes corporativos

    Por: Ana Cecília Nogueiral Negócios> Gestãol 07/05/2012 lAcessos: 83
    Ricardo Miguel

    Quando um casamento não vai bem, por vários motivos relacionados, geralmente termina em divórcio. Explicar a separação às crianças não é nada fácil, mas é indispensável. Por isso, o Dicas Caseiras, listou algumas formas de como lidar com os filhos de maneira cautelosa e evitando um sofrimento maior dos mesmos.

    Por: Ricardo Miguell Lar e Família> Divórciol 06/01/2012 lAcessos: 237

    Na vida enfrentamos muitos problemas, mas com fe em Deus podemos vencer todas as dificuldades.

    Por: Julio Nerisl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2010 lAcessos: 3,310
    Leandro Lima

    A questão aqui é muito prática e objetiva, afinal de contas, todos nós precisamos lidar com dinheiro em nosso dia a dia, direta ou indiretamente, e quanto mais desenvolvida é a nossa Inteligência Financeira, melhor lidamos com o dinheiro.

    Por: Leandro Limal Finanças> Finanças Pessoaisl 27/01/2014 lAcessos: 43

    O jogo provém do lúdico que tem sua origem na palavra "ludus", de acordo com pesquisas em psicomotricidade, a palavra deixou de ser considerado apenas o sentido de jogo, pois o lúdico faz parte da atividade humana a caracteriza-se por ser espontâneo funcional e satisfatório, pois na sua prática não importa somente o resultado, mas a ação e o movimento vivenciado. O objetivo deste artigo é de analisar os jogos e brincadeiras relacionadas ao ensino da matemática na Educação Infantil.

    Por: Elizabeth Pinheirol Educação> Educação Infantill 20/11/2012 lAcessos: 105

    Quanto mais e maior forem os problemas, maiores serão as nossas possibilidades de triunfo.

    Por: Evaldo Costal Carreira> Recursos Humanosl 24/09/2009 lAcessos: 1,096
    Ricardo Miguel

    Os seus dias são curtos? Não tem tempo nem consegue realizar todas as tarefas do seu dia-a-dia? Aprenda neste guia alguns conselhos e truques para resolver a falta de tempo.

    Por: Ricardo Miguell Psicologia&Auto-Ajuda> Gerência de Tempol 18/06/2012 lAcessos: 76
    Bruno Moraes

    Hoje o mundo corporativo exige um controle das demandas emocionais cada vez maior. Jornadas imprevisíveis e geralmente longas de trabalho já são rotina de empresários e executivos. Pressões de todos os lados pela busca de resultados, listas intermináveis de tarefas, manejo de situações conflituosas, dificuldades da equipe e ainda a cobrança da família acabam gerando...

    Por: Bruno Moraesl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 01/10/2014

    O objetivo deste artigo é relatar a experiência na mediação do projeto de psicologia escolar, denominado Escola de Colaboradores, em interface com a psicologia do trabalho, que ocorreu em 2013 e 2014. A proposta de intervenção em Psicologia Escolar/Educacional envolveu atividades de análise e mudança institucional, além de apoio em práticas de qualidade de vida, treinamento, desenvolvimento e integração dos funcionários de uma escola filantrópica de Teresina-Pi.

    Por: Daniel Soaresl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 26/08/2014

    Você mantém o estresse sob controle? Para o sucesso profissional e pessoal você tem que saber gerenciar a si mesmo, ao seu humor, seus aborrecimentos, aflições e eventuais frustrações. Isso faz parte da regra do jogo. Faça o teste.

    Por: Ernesto Bergl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 06/08/2014
    Lilian Bendilatti

    Após a derrota de nossa seleção, muito se tem falado sobre frustração, depressão pós-copa, tristeza, não concretização de sonhos, etc. Nesse artigo vamos tentar analisar o que causa frustrações, muitas vezes desnecessárias e buscar caminhos para lidarmos com frustrações inevitáveis. Não pretendemos esgotar o assunto, pois ele é bastante complexo, individualizado e muitas vezes muito parti

    Por: Lilian Bendilattil Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 15/07/2014 lAcessos: 20

    Quando a pessoa pede um sinal do CÉU tendo olhos de ver a Grandeza do Universo, está brincando com o CRIADOR.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 28/06/2014 lAcessos: 13

    Através desse estágio, conseguimos ter uma visão mais ampla sobre o dia-a-dia dos dependentes químicos, observando as ações da instituição e como os internos se comportam nesse processo de reabilitação no qual estão inseridos. Esse convívio com essa nova experiência nos trouxe novas visões diante das realidades que já vivemos e trazendo novas ligações aos pensamentos e conhecimentos pertinentes a essa área de estudos e de como atividades recreativas podem auxiliar na recuperação dos internos.

    Por: Robson Fernando dos Santosl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 30/05/2014

    Os lobos frontais são responsáveis pela nossa capacidade de visualizar o futuro e de criar comportamentos que nos conduzam ate aquilo que construímos, antecipadamente, em nossa mente. A sustentabilidade humana depende do intenso uso dessa capacidade.

    Por: Prof. Roberto Dimasl Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 01/05/2014 lAcessos: 23
    Patricia Camargo

    Quando nos deparamos com uma nova situação, aparentemente insuperável, ou de difícil superação, logo nos vem à mente que entramos numa crise. Seja no amor, no trabalho, nas nossas amizades, com nossos filhos... a crise quando chega, nos dá medo, paralisação. Por vezes nos faltam forças para seguir adiante. Mas e se ao invés de crise, enxergarmos uma oportunidade ?

    Por: Patricia Camargol Psicologia&Auto-Ajuda> Redução de Stressl 03/04/2014 lAcessos: 11
    Milena Queiróz Gonçalves

    As dúvidas sobre a educação a distancia são muitas, dentre elas a eficiência dos cursos e se são realmente válidos para o mercado de trabalho. Neste artigo vamos desmistificar muitas dessas dúvidas para que todas as pessoas se sintam mais a vontade e confiantes para utilizar este meio que só cresce e gera muitos e bons resultados.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Educação Onlinel 14/03/2011 lAcessos: 414
    Milena Queiróz Gonçalves

    A fórmula para falar bem inglês sem ter que viajar para o exterior existe sim, e funciona! Quero provar isso dando minha própria experiência com o aprendizado da língua. O que separei aqui não são dicas de faz de conta, são dicas que realmente funcionam . Leia com atenção, e o mais importante: Coloque em prática o que ler aqui, pois foi assim que me tornei totalmente fluente em Inglês, professora, tradutora, sem nunca ter viajado para o exterior!

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 02/06/2010 lAcessos: 1,365
    Milena Queiróz Gonçalves

    Muitas pessoas que estudam Inglês não conseguem desenvolver o idioma, por erros de aprendizado simples que podem ser consertados com ajuda de alguns recursos que levarão o aluno a pensar em Inglês. Dessa forma o aprendizado será efetivo e natural.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 05/01/2010 lAcessos: 3,142
    Milena Queiróz Gonçalves

    Como a habilidade de falar inglês pode lhe ajudar no mercado de trabalho.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Carreira> Gestão de Carreiral 06/01/2009 lAcessos: 8,811 lComentário: 1
    Milena Queiróz Gonçalves

    Ter inteligência emocional nos dias de hoje é tão importante quanto ter um currículo vasto. A habilidade não é descrita no currículo, mas é logo observada pela empresa que contrata e vai muito além disso, a inteligência emocional faz com que a pessoa tenha desenvoltura para lidar com problemas de todas as ordens.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 06/01/2009 lAcessos: 12,714
    Milena Queiróz Gonçalves

    Especulações rondam uma palavra que para nós, brasileiros, é muito comum e denota nossa hospitalidade e afeto. Entretanto, em Inglês como é expressado esse sentimento? Existe ou não a palavra saudade em Inglês?

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 03/01/2009 lAcessos: 12,120 lComentário: 3
    Milena Queiróz Gonçalves

    Uma descritiva sobre o que ocorre em nosso país, dado o desencontro de pessoas desempregadas sem qualificação devida e empresas sedentas por profissionais.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Carreiral 03/01/2009 lAcessos: 1,286 lComentário: 1
    Milena Queiróz Gonçalves

    Todos os alunos de Inglês preocupam-se em quando vão falar Inglês como um americano, isso exige é claro, determinação e dedicação, mas há formas de alcançar a tão sonhada fluência em Inglês ou em qualquer outro idioma que se proponha a aprender.

    Por: Milena Queiróz Gonçalvesl Educação> Línguasl 03/01/2009 lAcessos: 36,501 lComentário: 2

    Comments on this article

    -1
    giomar s duarte 09/12/2010
    vou começar a usar seus conhecimentos para solucionar meus problemas pessoais e profissionais e daí organizar melhor a minha vida. valeu!
    1
    elton itapira 24/08/2010
    acreditar em deus sem vc não é nada pense nisso
    -1
    angelica 25/08/2009
    muito boooooooommmmm!!!!!!!!!!!
    0
    pollyana 30/06/2009
    eu queria que voce escrevesse mais sobre os problemas familiares
    1
    Paulinho Violanti 07/06/2009
    Fiquei muito feliz com a singeleza e o pragmatismo desta matéria e tenho certeza que vai me ajudar muito, apesar que provavelmente preciso me inteirar e me aprofundar mais. Muito obrigado, e por favor, não deixe de publicar mais artigos destes aspectos sociológicos porque é um presente humanitário.

    Saudações
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast