A Criança Que Aprende A Respeitar E Conviver Com As Diferenças Ainda Na Educação Infantil Contribui Para Um Verdadeiro Processo Inclusivo

Publicado em: 20/07/2008 |Comentário: 9 | Acessos: 14,432 |

Atualmente o tema "Inclusão" tem permeado palestras, seminários, congressos e diversos encontros educacionais, despertando educadores de todos os níveis para este processo ainda me fase de construção. Preocupações envolvendo o espaço físico, formações dos profissionais, adequações metodológicas,  leis e tantos outros assuntos pertinentes ao tema são constantemente abordados. Acontece que um processo inclusivo não depende apenas destas condições, talvez um de seus  aspectos mais significativos esteja sendo deixado de lado - a preparação dos agentes que irão conviver com as diferenças . É necessário que se pense  na aceitação dessas diferenças  dos colegas, pelos colegas e pela comunidade escolar. Torna-se evidente um esclarecimento em torno da utilização da palavra "diferente" associada a "deficiente"  no contexto desta análise, alertando que   um processo verdadeiramente inclusivo contempla  as deficiências e as diferenças - sejam elas  físicas, sociais,raciais,  religiosas, atitudinais, familiares, econômicas, culturais etc.  

 O ambiente escolar é rico em  relações interpessoais  e desde a mais tenra idade, as crianças se relacionam umas com as outras neste ambiente. Na  Educação Infantil  - de 3 a 6 anos -  elas são mais receptivas, não se importam com diferenças entre colegas, querem brincar, sujar, pular, cantar, gritar, enfim serem  crianças. Todavia, algumas famílias - talvez com intenção de proteger seus filhos - acabam transmitindo a eles certos preconceitos  que os   distanciam das demais crianças. É bastante comum  em ambientes escolares, crianças ricas permaneceram distantes das pobres, loiras distantes das negras, magras distantes das gordas, rebeldes distantes das calmas,  serem rotuladas por diferenças religiosas e também por alguma deficiência física ou mental. É importante ressaltar que nesta fase,  a maioria das crianças que age dessa forma, apenas reproduz os ensinamentos familiares , porém com o passar do tempo passa a agir dessa forma por ter aprendido que esta é   a melhor maneira de se conviver em grupo. É necessário que o professor esteja atento ao comportamento de seus alunos, uma vez que nesta idade há muito o que se fazer para reverter essas atitudes que poderão originar um cidadão altamente despreparado para receber uma pessoa diferente.

Uma instituição educacional que acredita no verdadeiro processo de inclusão deve promover atividades diárias em que seus alunos desde a Educação Infantil, cultivem  o respeito, amor, cidadania, o cuidar de si e do outro, aceitação, companheirismo e tantas outros valores necessários a formação de um cidadão justo. Essas situações devem envolver toda a comunidade escolar, num movimento de reflexão e  troca de experiências entre as famílias visando possíveis conscientizações em torno do  processo de se educar um filho para atuar numa sociedade inclusiva.

Se a criança pequena souber  respeitar  e conviver com as diferenças, consequentemente será um agente de transformação  não somente no ambiente escolar, mas sim numa sociedade inclusiva. 

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 124 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/relacoes-amorosas-artigos/a-crianca-que-aprende-a-respeitar-e-conviver-com-as-diferencas-ainda-na-educacao-infantil-contribui-para-um-verdadeiro-processo-inclusivo-491047.html

    Palavras-chave do artigo:

    educacao infantil

    ,

    inclusao

    ,

    respeito

    Comentar sobre o artigo

    Fábia Utsch

    No presente estudo tratei da inclusão apresentando o significado da palavra e trouxe o termo para a educação: escola e educação inclusiva. O termo inclusão se aplica em diversas situações e um cuidado especial precisa ser tomado para dar verdadeiro sentido à palavra na educação, pois se trata de aplicar o termo com pessoas. A partir dessa compreensão apresento algumas orientações para a inclusão na educação infantil.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 152
    Alana Sardinha Freitas

    O artigo relata experiências vivenciadas numa escola de Educação Infantil na cidade de Itapetinga, Ba, durante a aplicação de um Projeto de Leitura"Histórias Infantis no Contexto da Pré-escola: Janelas Abertas Para Novos Leitores",com objetivo de despertar nas crianças hábitos de leitura e um olhar crítico sobre o mundo. Contribuindo para o desenvolvimento da autonomia, da criatividade, das múltiplas habilidades, o uso das potencialidades na realização das atividades propostas. Apresenta ainda o

    Por: Alana Sardinha Freitasl Educação> Educação Infantill 31/10/2011 lAcessos: 2,124
    Fábia Utsch

    Esta pesquisa tem por objetivo mostrar que as crianças que são portadoras de autismo podem e devem se adaptar ao meio social e comunicativo, promovendo a busca pela sociabilidade e independência. Objetiva ainda, mostrar como identificar e estabelecer formas de reconhecimento do autismo.

    Por: Fábia Utschl Educação> Educação Infantill 28/11/2012 lAcessos: 276

    Para que haja um processo inclusivo significativo na Educação Infantil é necessário que se pense um trabalho que envolva esta prática.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 2,514 lComentário: 1
    Marcelo Gomes González

    O Referencial Curricular Nacional para Educação Infantil é um documento que equivale aos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), já que foi criado pelo MEC em 1998. No entanto, há um debate ferrenho entre as grandes esferas da administração é o fato desse nível de ensino compor a Educação Básica, mas ser posta de forma facultada, fazendo com que, muita das vezes, não seja cursada pela criança, que fica com um ensino deficitário na base do conhecimento.

    Por: Marcelo Gomes Gonzálezl Educação> Educação Infantill 17/10/2012 lAcessos: 665

    Este trabalho teve como objetivo pesquisar a prática pedagógica de professores da Educação Infantil acerca do uso da linguagem oral. Para a coleta de dados foram utilizados a observação e a entrevista. Quatro professoras que atuam na Educação Infantil participaram deste estudo. Os principais autores estudados foram: PCN' s (1997), Barbosa (1994), Cagliari (1990), RCNEI (1998), Ferreiro (1985).

    Por: Luciane do Pradol Educação> Línguasl 09/11/2014 lAcessos: 21

    O objetivo deste estudo foi conhecer como se insere e desenvolve a educação ambiental na educação infantil em escolas públicas de dois municípios no Estado do Espirito Santo, Brasil. Trata de um estudo descritivo quantitativo. O universo da pesquisa foi 58 professores de Educação Infantil. O instrumento de coleta de dados foi um questionário de autopreenchimento com 13 perguntas objetivas sobre educação ambiental na comunidade escolar. Solicitou-se a assinatura do termo de consentimento livre e

    Por: DANIELE DE ALMEIDA NUNESl Educação> Educação Infantill 28/08/2014 lAcessos: 28

    O presente artigo fundamenta-se em trazer considerações a cerca do lúdico e sua importância na educação infantil.

    Por: Edlene Maria da Silval Educação> Educação Infantill 02/11/2011 lAcessos: 2,004
    Adomair O. Ogunbiyi

    Enfoca aspectos da educação infantil, na sociedade brasileira, fazendo recorte dessa educação com relação às crianças negras. Aborda, ainda, como se dá a educação infantil de crianças negras no sistema escolar brasileiro. Apresenta, finalmente, observação de experiência com educação infantil, de crianças negras, em escola comunitária.

    Por: Adomair O. Ogunbiyil Educação> Educação Infantill 26/07/2011 lAcessos: 478
    Ella

    Quem nunca ouviu ou nunca disse uma frase clichê na vida? Parei para pensar nelas e se realmente fazem sentido, e por que dizemos se nem acreditamos nelas por completo?

    Por: Ellal Relacionamentos> Relações Amorosasl 15/12/2014
    Ella

    Nunca assista filmes, aqueles do tipo super dramáticos, com reviravoltas surpreendentes, amores impossíveis e grandes superações, quando você estiver com o coração partido, questões inacabadas ou problemas para se arriscar. Claro que é importante sempre resolver as questões inacabadas, levar o tempo que for e fazer o necessário para juntar os pedaços de um coração partido e fazer a escolha certa, mas é preciso ter consciência, sobriedade e enxergar a realidade antes de qualquer ação.

    Por: Ellal Relacionamentos> Relações Amorosasl 13/12/2014
    Ella

    Por que as histórias sempre começam assim, o antes não conta, a vida só começa a partir do era uma vez? Pode ser o desejo de mudança, uma cidade, um coração partido ou um novo desafio, mas sempre que buscamos mudar o rumo ou esperar que algo grandioso aconteça começamos com era uma vez? E o que houve antes, nossa bagagem, nossos erros, frustrações, o que quebrou o nosso coração não conta?

    Por: Ellal Relacionamentos> Relações Amorosasl 13/12/2014

    Você sabe diferenciar o amor da paixão? Pois saiba que, apesar das semelhanças, os sinais de que alguém está apaixonado são bem diferentes de quem está amando. O amor, normalmente, está relacionado a um sentimento bonito, estável e sereno, enquanto a paixão é tida como arrebatadora, turbulenta e, muitas vezes, sofrida.

    Por: Flávia Ghiurghil Relacionamentos> Relações Amorosasl 19/11/2014

    Minha Historia de amor que deu em Decepcção, observe até que ponto um amor chega até chegar na Decepcão

    Por: Matheus Oliveiral Relacionamentos> Relações Amorosasl 22/10/2014 lAcessos: 11
    Divórcio Aqui

    Para solteiros divorciados, voltar a relacionar-se nem sempre é a tarefa mais simples. Porém, a maneira com a qual homens e mulheres têm se comportado em relação a um novo casamento após o divórcio vem mudando rapidamente. Aqui vão 10 fatos sobre novos relacionamentos para que os solteiros divorciados possam ter uma segunda chance e seus novos relacionamentos durem mais – e também, algumas dicas para que os casais que ainda estão juntos, possam fortalecer a relação

    Por: Divórcio Aquil Relacionamentos> Relações Amorosasl 22/10/2014 lAcessos: 19
    Edison Candido Gonçalves

    A autoconfiança é o segredo para conquistar lindas mulheres. Se você é tímido e este defeito tem atrapalhado sua vida saiba aqui como se livrar desse mal e se transformar num homem mais seguro e confiante com as mulheres. Você mais que ninguém sabe que as mulheres admiram e gostam de ficar junto de homens confiantes e com atitude por isso, não perca mais tempo.

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Relacionamentos> Relações Amorosasl 29/09/2014 lAcessos: 31
    Edison Candido Gonçalves

    Ama melhor quem ama a si mesmo e se respeita. As mulheres merecem serem amadas verdadeiramente. Serem reconhecidas com seres sensíveis e não, simples objetos. Ame para ser amado. Respeite para ser respeitado. Simples assim.

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Relacionamentos> Relações Amorosasl 06/09/2014 lAcessos: 27

    Em tempos atuais os distúrbios de aprendizagem tem se destacado desde a Educação Infantil e gerando consequências em todo processo educacional. Todavia é necessário diferenciá-los da deficiência e da dificuldade de aprendizagem.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 27/07/2010 lAcessos: 1,310

    Para que haja um processo inclusivo significativo na Educação Infantil é necessário que se pense um trabalho que envolva esta prática.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 2,514 lComentário: 1

    A musicalização é fator primordial na Educação Infantil, sendo co-responsável por grandes avanços no desenvolvimento global das crianças.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 3,124 lComentário: 1

    O presente projeto visa trabalhar a função de compra e venda com crianças na educação infantil.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 07/10/2009 lAcessos: 1,537

    O presente texto visa proporcionar ao leitor um breve conhecimento sobre algumas das principais doenças oculares, tanto em caráter informativo como preventivo.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Saúde e Bem Estarl 23/12/2008 lAcessos: 18,682 lComentário: 11

    A Educação Infantil é o início da vida escolar de muitas crianças. Atualmente pode se dizer que todas as crianças passam por ela, tanto em creches, instituições publicas, ONGs ou em instituições particulares. Entretanto, em todas as situações é necessário que o profissional da Educação Infantil tenha um perfil apropriado a esta fase do desenvolvimento infantil, esteja aberto a sugestoes e a troca de experiências tão essenciais a este trabalho.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 23/12/2008 lAcessos: 76,901 lComentário: 13

    A maioria das instituições responsáveis pela Educação Infantil prioriza a alfabetização, deixando de lado aspectos psicomotores que são indispensáveis a este processo. O "brincar" é facilmente trocado pelo "alfabetizar" e assim vão surgindo várias dificuldades na aprendizagem da criança.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Educação> Educação Infantill 22/12/2008 lAcessos: 19,116 lComentário: 5

    Pode se afirmar que Mobbing é o Bullying nas empresas, sendo o maior responsável pelo afastamento de muitos profissionais de seus locais de trabalho, bem como de situações desagradáveis envolvendo seus funcionários.

    Por: Angela Adriana de Almeida Limal Relacionamentos> Relações Amorosasl 18/12/2008 lAcessos: 2,468 lComentário: 4

    Comments on this article

    0
    Vanessa 15/05/2011
    Eu porcuro uma cartinha de amor para mandar para um menino que gosto na escola, mas não sei expresar bem o que sinto, para fazer um poema e queria a ajuda de vocês para fazer um...
    Fazendo um grande favor façam uma pra mim?
    1
    higor 05/11/2009
    como convivir e respeitar
    2
    vanusa 07/08/2009
    Ola Angela, gostei muito do seu artigo, pois, estou querendo desenvolver um projeto abordando o tema sobre as diferenças na educação infantil.
    Por favor se você puder me ajudar serei muito grata.
    Obrigada pela atençao.
    1
    Alexandre vieira 24/04/2009
    Olá Angela, meu nome é Alexandre vieira e tenho projetos educacionais em São Paulo. Vc pode por favor entrar em contato comigo?

    vieira76@ig.com.br

    Grato pela atenção.

    Att
    1
    Demetrius 30/10/2008
    Concordo plenamente. E mais, afirmo que a Educação deve ter ínicio na 1ª infância e com total responsabilidade dos pais e não somente delegada à escola como tem acontecido.
    2
    Aline 21/09/2008
    Um texto rico em informações com linguagem clara e objetiva, estando prtanto de fácil entendimento de todos.
    2
    Ionilda 29/07/2008
    Artigo muito bem escrito!
    parabéns!
    1
    Valéria 28/07/2008
    Adorei sua reflexão!
    2
    Monaim 24/07/2008
    Excelente artigo!
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast