Caminhando Pelo Deserto

17/07/2008 • Por • 16,350 Acessos

 MEDITE: A voz do SENHOR faz tremer o deserto. Salmo 29:8

O deserto é algo que me fascina, me deixa perplexo, sem fôlego, grandemente atrativo. Gosto de escrever, falar e lembrar do deserto, principalmente dos vários desertos que já passei. Momentos tão difíceis e angustiantes que permeava em minha mente a única solução: a morte. Não havia caminhos, estradas, pontos que pudesse dar o rumo certo, apena o céu, bendito céu, morada do Altíssimo.

Entramos no deserto quando tira os olhos de Deus, os ouvidos da Palavra de Deus, e começamos a ouvir o que as pessoas estão falando, começamos a ouvir as vozes das nossas próprias deformidades interiores:  não vai dar..., não vou conseguir..., eu não sou páreo para isto..., eu já sei o que vai acontecer..., eu não presto..., eu sabia que isto ia acontecer..., eu não vou conseguir..., eu vou me arrasar..., vou me arrebentar..., e você está aí falando palavras negativas, palavras de pessimismo, palavras de angustia para você mesmo, e quanto mais você pensa, mais você acredita naquilo, quanto mais você se interioriza mais deprimido você vai ficando, mais vai caminhando para dentro do deserto.

É complicado quando entramos no deserto. O deserto pode significar vários acontecimentos em nossa vida. Várias dificuldades, no qual sentimos solidão, lutas, tristezas, cansaço, abandono. O deserto é algo doloroso.

Quando vivemos esta situação, tudo o que experimentamos é o vazio, solidão, desespero, angustia, medo e timidez.

Quando você entra no deserto, morrer parece ser a saída mais fácil. Por isto tem tantas pessoas procurando o suicídio, porque só há o desejo de morrer. Estão tentando sair daquela angustia, daquela náusea, daquela situação através da morte.

Incrível não se trata de pessoas não cristãs, mas pessoas que freqüentam uma igreja, mas que nunca conheceram Deus como Pai, como amigo, como alguém que veio para nos apoiar, nos abraçar, nos acolher, nos confortar, nos erguer.

Quem sabe você tem falado isto para Deus. Senhor eu preferia não estar vivo, eu preferia nunca ter nascido, eu preferia que o Senhor me fizesse morrer. Porque to aqui neste marasmo, nesta angustia, nesta tristeza, nesse desespero porque ainda continuo vivo.

Você está estacionado, parado no tempo e no espaço, vê a vida passar e fica só olhando, só observando, você não participa mais dela, você não é mais parte literária da vida, você é alguém que só observa a vida passar. 

“O deserto é, antes de tudo, o lugar no qual se torna mais intensa a manifestação da resistência do homem ao plano e à vontade de Deus: uma resistência que nasce no coração do crente, mas também há uma resistência de fora, originada pelas forças que se opõem ao plano de salvação de Deus. A resistência interna é uma oposição a Deus que se manifesta em preferir a segurança ao risco, a imobilidade ao dinamismo, o passado ao amanhã que Deus nos prepara.”

No deserto nasce a fé, no deserto começamos a lembrar de Deus, achegar ao conhecimento e à segurança da palavra de Deus no próprio coração. No deserto se começa a entender e a conhecer a Deus: em particular, chega-se a entender que Deus está próximo como um Pai. É, pois, no deserto que se chega à fé, ao conhecimento, à intimidade com Deus.

O deserto é o único lugar onde as "teorias bíblicas" podem ser testadas.
Somente no deserto aprendemos os segredos da vida e nos tornamos verdadeiros servos de Deus, preparados para toda tempestade.

John Bevere afirma que “a vida no deserto é um período que todo crente tem de passar se quiser viver em íntima comunhão com o Senhor. É assim que você ora? Sua vida espiritual estancou ou, pior, você sente que regrediu? Você se pergunta o que teria feito para desagradar a Deus e tê-lo perdido de vista? Quem sabe não é bem assim... O que você não sabe é que chegou ao deserto! Não perca de vista o propósito do deserto para você. Você não foi rejeitado, mas Deus achou um jeito de aperfeiçoar a sua vida. Ele colocou você na mesma estrada na qual caminharam os patriarcas e profetas... eles pavimentaram a estrada que leva ao mover de Deus. Deus quer que você tenha Vitória no Deserto.

PENSE: Jamais desesperes, mesmo perante as mais sombrias aflições de sua vida, pois das nuvens mais negras cai água límpida e fecunda. (Provérbio chinês)

 

ORE:  Senhor! Quando vieres a passar pelo deserto, dá-me força de olhar só para Ti, de ouvir a Tua doce voz, que diz: meu filho não temas. Em nome de Jesus. Amém!

Com carinho

Rev. Ashbell Simonton Rédua

Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil

Perfil do Autor

ASHBELL SIMONTON REDUA

Teólogo Presbiteriano, Graduado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, especializado em Capelania pela Seminário Teológico do...