A POSSESSÃO

Publicado em: 27/12/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 2,008 |

Vamos falar sobre a possessão. Possessão pode ser entendido de forma simples como o domínio da vontade de uma pessoa por outra vontade mais forte. Esse domínio pode alem da vontade se estender ao corpo físico e ter sobre esse controle absoluto. Essa é uma ação que requer um pouco mais de trabalho e mesmo para entidades mais poderosas existe dificuldades. Não é uma ação de mera absorção de energia, mas sim um domínio completo tanto mental como emocional e para isso torna-se necessário abrir varias portas energéticas.

A primeira coisa necessária para isso é criar um elo energético, ou seja, um elo de ligação entre a vitima a ser possuída ao seu possuidor. Muitas vezes não é essa a intenção por tras de um trabalho de magia negra feito para uma pessoa mas como necessariamente usa-se algum objeto pertencente a vitima isso se torna possível. E ate mesmo o próprio feiticeiro ou mandante do feitiço pode se tornar a vitima quando no ritual usa algo seu. Normalmente nos rituais mágicos de sedução e amarração no qual são usados objetos de ambos. Qualquer objeto de uso pessoal pode ser usado como elo de ligação energética, pois fica nele impregnado a energia do seu possuidor. Entretanto, quando se usa fluidos como sangue, esperma, suor, algo do próprio corpo como fios de cabelos, raspas de unhas e outros o elo é muito potencializado pois tudo isso é uma extensão do corpo físico. O sangue especialmente tem grande poder de ligação e muitas coisas se pode fazer usando ele. Quando trabalhei num hospital psiquiátrico conheci um homem de 40 e poucos anos que desde a sua adolescência padecia de surtos de loucura diagnosticado como esquizofrenia. E de tempos em tempos era internado. Nos raros momentos de lucidez me contava o que lhe acontecia. Era a todo momento perturbado por uma entidade que o acompanhava onde quer que fosse, fazendo-se visível e ouvível como se fosse uma pessoa física. Incitava-lhe a fazer todos tipos de coisas contrarias a sua indole o que lhe causava grande sofrimento e angustia. Perguntei-lhe desde quando havia começado tudo aquilo e o interroguei com outras perguntas afim de saber o motivo que o deixara em tal estado.

Me contou que quando jovem participou de uma "folia de reis", festa muito popular no interior do Brasil. E que nessa festa sofreu um acidente onde feriu de forma irremediável um dos olhos. Para que o incidente não ofuscasse o brilho da festa fora escondido num chiqueiro de porcos. E estando ali agachado o sangue escorrendo do ferimento caiu no chão, um dos porcos se aproximou e o bebeu, e a partir desse dia uma entidade sempre o acompanhava onde quer que fosse. Apesar de sua ignorância e simplicidade percebeu que aquela entidade era na verdade o elemental ou melhor dizendo o espirito do porco. O sangue os havia ligado espiritualmente e ate fisicamente. Pois, pode sentir sendo morto, quando mataram o porco, sendo assado, quando o assaram e sendo comido, quando o comeram. Tendo, portanto, como companheiro inseparável o espirito do porco. Citei esse acontecimento para demonstrar o poder de ligação que tem o sangue, no caso acima foi um exemplo de ligação negativa feito com animais. Logico que há ligações positivas especialmente com plantas. Quando minha filha nasceu assim que seu coto umbilical se soltou, fui ate um grande eucalipto e o enterrei ali em seu tronco. Liguei-a ao elemental dos eucaliptos. Sua personalidade sofre influencias dos elementais dessa arvore e isso tem sido pra ela algo muito positivo. Para uma ligação assim, deve-se ter um certo conhecimento, pois, invariavelmente a personalidade da pessoa sofrera influencias do elemental da planta e isso pode ser prejudicial caso escolha a planta errada. Por exemplo, uma roseira não é aconselhável, pois na época do florescer das rosas a personalidade tera influencia dessa exuberância, mas tambem a influencia da época dos espinhos. Já a arvore da mirra a pessoa ligada a ela terá sempre a proteção do seu elemental que sem duvida é de grande poder.

Voltando ao assunto, no elo energético a entidade esta ligada energicamente à vitima, cria-se uma linha, um cordão de energia que liga a entidade e a pessoa. Nesse momento tem inicio a uma batalha psíquica, como na grande maioria das vezes a vitima não tem conhecimento do que se passa, sua ignorância é sua desgraça, torna-se uma presa fácil e é dominada facilmente. Esse cordão em astral pode ser visto, e comumente tem uma cor escura. O corte desse cordão antes da possessão desfaz a ligação não podendo ser religado reutilizando o mesmo material usado para criar o elo. É através desse cordão que a pessoa sofre a influencia da entidade. Mas aqui jaz um segredo bem guardado, a entidade também pode sofrer influencia da vitima. A pessoa ligada à entidade pode vir a dominar e escravizá-la transformando-a no que se chama "Cão". Quando uma entidade domina uma pessoa essa se torna o que num termo simples é conhecido como "Cavalo". Quando acontece ao contrario a entidade torna-se um "Cão". Assim como a entidade faz o que bem quer com seu "Cavalo" a pessoa também faz o mesmo com seu "Cão". Em algumas escolas esotéricas da china uma entidade-cão era usada para treinamentos de luta psíquica, era portanto, um ajudante sobre as ordens do seu mestre.

A primeira ação da entidade é causar uma rachadura no campo energético da pessoa vitima. Todos nos temos a nossa volta um campo de energia pra nica. Não é o prana propriamente mas subcategorias dele que é formado por uma complicada transmutação resultante do complexo trabalho dos chacras. Dentro dessas subcategorias energéticas que formam esse campo pranico a nossa volta temos a energia mental, energia emocional, energia sexual dentre outras menos importantes. A entidade necessita abrir uma porta ou rachadura nesse campo para que possa começar o seu trabalho. Aqui jaz um outro segredo, a porta não pode ser aberta pelo lado de fora, ela tem que ser aberta pelo lado de dentro. Ou seja, a própria vitima tem que abrir a porta ou causar a rachadura. Nesse estagio entra as artimanhas da entidade. Ela pode fazer uso de vários métodos afim de induzir a vitima a abrir por vontade própria essa porta. Todo homem tem suas fraquezas, seus desejos e suas particularidades e é disso que a entidade faz uso. Por exemplo, um homem ou mulher que em si tem o instinto sexual muito exacerbado, se identifica com pornografia e coisas do tipo a entidade vai usar um artificio dessa vibração. Entretanto, esse artificio deve ter por finalidade fazer com que ela faça algo que ainda não tenha feito. Vejamos uma mulher casada que nunca tenha traído o marido, o artificio deve ser de vibração sexual e induzi-la ao adultério, assim que consolidado o ato, abre-se a porta. O artificio usado pode ser um elemental artificial de proposito especifico. Mas antes desse elemental entrar em ação torna-se necessário preparar o terreno, ou seja, lançar a semente vibratória. Essa semente seria o pensamento-emoçao-chave que vai dar inicio a tudo. Nem sempre uma entidade do abismo esta ociosa a ponto de trabalhar somente num proposito. Tem muito o que fazer e não pode se dispor individualmente numa única vitima. Então usa uma semente vibratoria. Uma das mais conhecidas é a que chamamos de larvas astrais.

As larvas astrais são criaturas semi-conscientes. Se originam de energias vibratórias especificas carregadas de intensos desejos e emoções. Pode-se dizer que elas tipificam esses desejos e emoçoes. Por exemplo, num prostíbulo se encontrará larvas de luxuria, numa penitenciaria, larvas de odio, num hospital larvas de angustia, num cemitério larvas de todos os tipos. Especificamente os cemitérios são grandes depósitos de larvas dos mais variados tipos. Um dia sem nada melhor pra fazer me dispus a ir em um cemitério no astral.

Antes de relatar essa experiencia quero deixar claro que as entidades da umbanda, candomblé e outras mais, na verdade o que são ou deixam de ser, isso só Deus pra saber a verdade absoluta. Os que são dessas religião acreditam naquilo que experimentaram por si mesmo (uma verdade pessoal), então para eles é uma verdade, mesmo que essa verdade não seja verdade verdadeira (verdade absoluta), os demais acreditam naquilo que acham que é e deve ser. No fundo todos estão certos de que suas crenças são verdadeiras. E todos estão certos. Minha opinião particular (não que seja a verdade verdadeira), mas que para mim é uma verdade. São entidades muitas vezes diabólicas, espíritos de pessoas que ja morreram, e que por algum motivo não foram para onde deveriam ir, e outros. Essa é minha opinião de acordo com minha experiencia astral em cemitérios, e terreiros de candomblé e umbanda. Em astral pode-se ir nesses lugares e observar por si mesmo essas entidades e com um pouco mais de atenção perceber sua personalidade (por assim dizer), claro que isso não quer dizer que sejam mesmo inferiores, como ja disse só mesmo Deus pra saber a verdade absoluta. Um dia resolvi fazer uma experiencia astral num cemitério. A noite, deitei-me cedo mais ou menos umas 22:00, relaxei o corpo e a mente, sem preocupações, sem ansiedade. Não sinto mais o Ev, agora não mais. Apenas projeto minha mente no lugar que quero e em alguns minutos sinto meu corpo físico pesado, e saio do corpo no lugar projetado. Projetei meu corpo astral umas duas ruas antes do cemitério. O cemiterio nao fica muito longe da minha casa, uns tres quilometros. Bom entao estava eu flutuando em direçao ao cemiterio, ja perto dele sinto sua vibraçao. Vibraçao pesada como uma grande onda. Me aproximei do portao. E avisto ali do lado esquerdo um ser coberto de palhas, nao vi seu rosto, estava escondido. Ja tinha ouvido falar desse ser que se intitula senhor dos cemiterios, era Omulu, como 'e conhecido nas religioes afro. Bom mas se era ele mesmo nao sei, mas como ter cuidado 'e sempre bom e nao faz mal a ninguem, eu o cumprimentei com um ola, e pedi permissao para entrar. Ele deu um passo para o lado, e percebi que ele havia me dado passagem para entrar. O cemiterio no astral 'e meio diferente, pelo menos nesse dia que fui, estava bem movimentado. Pessoas normais indo e vindo, algumas meio que disformes, mulheres bonitas e sensuais, alguns seres estranhos, esqueleticos, outros com capuzes pretos escondendo seus rostos. Ian e vinham, alguns parados conversando uns com outros. Olhei para o chao, a terra estava coberta de larvas, como aquelas larvas de porco, so que maiores e mais gordas. (aqui se entende porque o motivo de tomar banho depois de ir ao cemiterio, e tb o porque do uso da terra de cemiterio em alguns tipos de feitiços), como estava flutuando nao me importei com as larvas. Bom toda aquela gente ali, pessoas muitas delas normais como nos. Parei perto de um grupo de pessoas que conversavam, falavam sobre os vivos, algo como fazer ou desfazer. Assim que me aproximei eles pararam de conversar e ficaram olhando para mim.
Perguntaram para mim o que estava fazendo ali, pois nao estava morto. Disse que estava apenas observando. E perguntei quem eram e se fazia muito tempo que haviam desencarnado. Me falaram o seus nomes, e o tempo que estavam ali. Quando indaguei o poque de ainda estarem ali. Disseram que nao poderiam falar porque ele nao deixava, e apontarao para um lugar ali perto, quando olhei vi um ser estranho pra dizer a verdade era bem feinho, ele se aproximou e conforme se aproximava eu sentia sua vibraçao, uma vibraçao maligna, vibraçao demoniaca, institivamente eu criei uma proteçao a minha volta e ele pareceu meio confuso, desfiz a proteçao e ele voltou a se aproximar, mas de certa forma mais cauteloso. Eu perguntei o seu nome e ele me falou e disse que era servo de Asmodeu, responsavel por nao sei o que. Entre outras coisas me disse que Asmodeu (um demonio de primeira ordem, muito antigo), tinha sobre suas ordens mais de 3 milhoes de eguns (espiritos de pessoas mortas). Falou e falou coisas boas sobre seu mestre, me ensinou alguns feitiços de destruiçao onde Asmodeu tomaria ele mesmo parte, e ficou ali conversando comigo. Bom eu me despedi deles e fui embora. Entao quando estava saindo do cemiterio, vi umas duas pessoas de verdade entrando no cemiterio, pulando o muro. fui atras deles, eles iam fazer um despacho ou ebo, prepararam o que tinham trazido, rosa vermelha, champanhe, cigarros e chamaram a pomba gira ali. O mais engraçado e estranho, 'e que enquanto preparavam tudo aquilo, filetes de energia saiam deles, pela cabeça e pelo chakra do umbigo e penetravam no que estavam preparando, fazendo com que aquilo tudo brilhasse numa luz meio que dourada, ora azul, e branca e nesse momento do meio das tumbas saiu um barulho de correrria e gritos e uma mulher usando roupa vermelha junto com alguns homens chegaram, os homens pegaram tudo aquilo (a parte astral do despacho), que brilhava, e entregaram para a mulher, que assim que ela pegou, aquela energia entrou nela. E ela estendeu a mao sobre a cabeça de cada um deles e falou algo que nao entendi, entao ela se foi, fazendo o mesmo barulho como que veio. E disso tudo tirei a seguinte conclusao. Nao 'e o despacho ou ebo, que satisfaz a entidade, mas sim a energia do que oferece. Cria-se uma ligaçao da entidade com a pessoa ofertante, um elo (digamos de amizade se 'e que 'e amizade mesmo).

Escolhida a larva especifica para o fim proposto a entidade a liga ao cordão e a lança ate sua vitima. A larva gruda no campo energético da pessoa e começa o seu trabalho. O pensamento desejo é lançado e se a pessoa se identifica com tal pensamento uma linha energética muito sutil faz uma ponte entre a larva e a pessoa como se fosse uma perfuratriz e quanto mais se identifica mais fortalece esse fio e mais grosso ele fica, aumentando dessa forma o canal para a manipulação. Ate que a larva ou larvas não são mais necessárias pois cumpriram sua função. Esta aberta a porta de acesso a influencia da entidade. A partir desse momento ela começa a influenciar de forma sutil e quase imperceptivel tanto o centro mental como emocional até que o dominío esteja completo.

Alguns sintomas são característicos dessa fase de influencias. Dores de cabeça constantes sem diagnostico, tristeza e angustia sem motivo, choro sem causa especifica, depressão, pensamentos de morte com fixação de ideia de suicídio, sonhos persecutórios (sonhar que esta sendo perseguido por entidades, monstros, sombras), as vezes sonhos de morte tanto à da própria pessoa como de seus familiares, sonhos com cobras que lhe atacam, com muitas baratas e ratos, com aranhas e teias e outros. Esses sonhos na realidade são viagens astrais no qual a vitima ligada pelo elo energético visita o ambiente da entidade ou participa de particularidades de sua personalidade e isso de certa forma serve de um aviso de que algo não esta bem.

É nessa fase especifica que a pessoa vitima pode se defender e revidar. Na fase de influencias é sempre mais fácil do que quando já se esta sobre o domínio da entidade. Sendo assim, quando na desconfiança de estar sendo influenciado maleficamente as seguintes precauções devem ser tomadas.

 

  • Orar.

  • Limpeza física e energética.

  • Determinação e coragem.

  • Atacar.

     

Orar é buscar a Deus, conversar com ele. É focalizar sua atenção mental e emocional nele. Quando oramos com sinceridade de coração nos ligamos a Deus e nesse momento podemos sentir toda sua bondade, amor e misericórdia. Não use orações já feitas. Abra o seu coração e deixe sair do fundo dele a sua prece, permita que sua alma espirito se manifeste. Enquanto ora, sinta-se cheia dos eflúvios de Deus, de sua energia, sinta essa energia cheia de amor, bondade, misericórdia e grande poder. Procure uma igreja onde possa sentir esse poder na oração dos seus membros. Então quando estiverem orando, sinta que toda aquela oração se transforma em luz, e que essa luz é absorvida por você, que preenche você, que te deixa forte. Sinta essa energia brilhando em você, pulsando. Então encha-se de amor, sentindo-se misericordioso e faça a seguinte oração.

"Senhor Deus, criador dos céus e da terra, em nome do amor e da misericórdia que é infinita em Ti, permita que a energia da oração dos seus servos derrame sobre os meus inimigos, e que eles possam sentir o seu poder, poder de amor e misericórdia, poder que lava os pecados e traz arrependimento, poder que desfaz toda maldade e quebra todas correntes que escraviza. Oh! Deus meu, que meus inimigos possam sentir em seus corações todo o grande amor e misericórdia que provem de Ti".

Toda essa energia naturalmente vai passar através do elo energético para a entidade enfraquecendo sua influencia. Vale lembrar que deve frequentar uma igreja de duas a três vezes por semana, sempre repetindo esse procedimento.

Limpeza física e energética. Por limpeza física entendemos como banho e o asseio pessoal. Deve-se tomar pelo menos três banhos no dia. A água tem a propriedade de limpeza e essa propriedade se estende pelos vários planos dimensionais. A água não limpa somente o corpo, mas também o campo energético. Quando tomamos banho as larvas que possam estar no campo energético caem. Logicamente que voltam depois, mas o banho dificulta seu trabalho. Devemos nos perfumar com perfumes agradáveis, perfumar nossa cama, nosso travesseiro.

Por limpeza energética entendemos como limpeza do nosso campo energético e aqui usaremos três ingredientes. O enxofre, a mirra e o ovo.

O enxofre é um desintegrador natural de larvas tanto do ambiente como do corpo energético. Quando usado como defumador tem a capacidade de desintegrar as larvas do ambiente no qual foi queimado e também de afastar as entidades que por acaso ali estejam por um período de 7 dias, depois desse tempo as entidades voltam. Mas não é que afasta as entidades, mas sim a poem num canto da casa impossibilitando que se movimentem por 7 dias. Deve por o enxofre numa colher de preferencia de pau. Ascender o enxofre e derramar ele aceso nos quatro cantos da casa. Repetir isso a cada 7 dias.

Para a desintegração das larvas no campo energético devemos fazer o seguinte: por nos sapatos um pouco de enxofre todos os dias de forma que o enxofre fique em contato com os pés, pode também se quiser por nas meias e usá-las sempre. Dessa forma a vibração do enxofre passa para o campo energético desintegrando as possíveis larvas que ali estejam.

A mirra é um poderoso incenso de banimento. Compramos ela juntamente com o enxofre nas casas de artigos religiosos. A mirra vem em forma de pedrinhas. Na forma de defumação devemos arrumar um pequeno braseiro, por na cabeceira da nossa cama e todos os dias a noite queimar duas ou três pedrinhas. Podemos também carregar umas pedrinhas junto ao nosso corpo para que a vibração da mirra passe para o campo energético. Assim podemos fazer um pequeno bolsinho na cueca ou calcinha e nesse bolsinho por algumas pedrinhas de mirra. Dessa forma estaremos impregnados com sua vibração e naturalmente isso passara para a entidade através do elo energético.

O ovo tem a particularidade de sugar para si as energias negativas. Essa faculdade do ovo se deve ao fato de que, quando se é oferecido num trabalho de magia negra uma galinha para uma entidade, não é oferecido a ela o ovo, visto que o ovo é um ser em potencial, uma outra galinha, essa então torna-se oposta. Passar o ovo pelo corpo, especificamente nos olhos e chakras é de grande ajuda para a limpeza energética. Isso deve ser feito pelo menos três vezes ao dia, usando três ovos por vez. Após o uso os ovos devem ser enterrados na terra.

Sobre determinação e coragem entendemos uma atitude mental, uma vontade e propósito de força e determinação em vencer o desanimo, a tristeza, a falta de vontade. Não se deixar influenciar pelos pensamentos negativos nem pelas emoções deprimentes. Uma mente aberta a todos esses negativos conteúdos se torna uma mente fraca e por conseqüência desprovida de mínimas barreiras de proteção psíquica. A falta de confiança em si mesmo, a falta de fé e o desmotivamento espiritual são estados psíquicos propícios para as condições de dominação mental. Deliberadamente esses estados psíquicos são induzidos pela entidade através de pensamentos aparentemente confusos e inofensivos mas com poder de causar emoções de efeito e consequentemente o efeito alimenta o pensamento tornando assim um circulo vicioso. A fé, a esperança, a determinação e força de vontade juntamente com um estado mental positivo são qualidades a serem preservadas e sempre alimentadas para que nunca desapareçam. Ataque e defesa psíquica são lados opostos da mesma moeda. Um invariavelmente esta ligado ao outro. Portanto, devemos estudar de forma minuciosa esse tema especifico. O Ataque Psíquico pode ser dividido em ataque de pessoas físicas e ataque de entidades. Ataque de pessoas físicas é caracterizado por aqueles indivíduos que detém certos conhecimentos místicos sejam estes conscientes ou inconscientes, que podem atuar em níveis mais ou menos alto na psique de suas vitimas. Comumente de forma inconsciente e sem conhecimento do processo. Certamente que também existe pessoas que agem conscientes tanto do propósito como do método utilizado no processo. O ataque por entidades o próprio nome já caracteriza sua ação. Devemos compreender que esse é um processo que se desenvolve a níveis energéticos e no plano astral. E que a força motriz por traz de tal processo é o prana ou ki. O prana é a energia que abrange tudo e todos. Cada criatura viva, cada célula, átomo, molécula esta impregnada pelo prana. Ela é a energia primordial, que da vida a tudo, esta em tudo, faz parte de tudo. No oriente essa energia é conhecida como Ki. Todas as religiões orientais falam sobre ela. È claro que certos conhecimentos não são passados ao publico comum. Pois essa energia tanto pode ser usada para o bem como para o mal. O fundador do REIKI, Mikao Asui quando adaptou o reiki para o ocidente, o adaptou de forma que não pudesse ser usados para o mal, por isso certos ensinamentos e praticas permaneceram em segredo, e creio que nunca foram usadas ou conhecidas mesmo pelos primeiros discípulos de Mikao. O reiki é um dos muitos modos de se usar essa energia. É também essa energia que supre os chakras e toda a vida do nosso corpo físico. Essa energia primordial também conhecida como luz astral, éter e tantos outros nomes, pode ser moldada e aplicada conforme a nossa vontade. E é essa vontade que lhe da o objetivo de atuação. Pela concentração e imaginação, aliada a vontade e desejo é como a moldamos, plasmamos e lhe damos seu objetivo. Com ela podemos criar elementais artificiais, dominar pessoas, aumentar ou diminuir desejos, nos defender no astral e no físico, curar doenças, causar doenças. Nos dias ensolarados, se olharmos para o céu, podemos ver pontinhos brilhantes pululando de um lado a outro, esses pontinhos é uma subcategoria do prana, que podemos dizer, é o prana, o Ki. Quando respiramos, junto com o ar vêm esses pontinhos. Essa energia dentro de nós é absorvida pelos chakras que a usam naquilo que é preciso. Um pouco é acumulado e o restante descartado. Se vamos usar ela para qualquer outra coisa, então temos que acumular ela para esse uso. Como os chakras alem de absorverem energia eles também a dispersam para fora, normalmente não fica muita coisa acumulada. Entretanto, existe um local, uma câmara que pode ser depositada essa energia sem o risco dela se dissipar. Esse local os mestres taoistas chamam de "O Vazio do Tao", também conhecida comumente como HARA que significa barriga. Abaixo do umbigo uns três dedos mais ou menos é onde se localiza o HARA, apesar de ficar próximo ao chakra umbilical, é um espaço vazio, e tem como função ser um deposito. É ali onde se deve guardar a energia. E quanto mais se guarda, mais aumenta esse espaço. A primeira coisa necessária para absorver essa energia é a Concentração, e a segunda Imaginação. Concentração e Imaginação é a base para qualquer exercício espiritual seja ele qual for. Concentramo-nos em absorver essa energia, depois imaginamos que a absorvemos. Concentração é a mente estar focalizada em uma única coisa, único objetivo. Imaginação é visualizar esse objetivo sendo realizado. Uma técnica de absorção de energia, comumente realizada no oriente é através da respiração. Deitado ou sentado, conforme achar melhor. Relaxe a mente e o corpo. Estando bem relaxado, se concentre no seu objetivo. Usando a imaginação, junte muitos desses pontinhos brilhantes, vá juntando e densificando eles, ate se tornarem uma massa brilhante que flutua sobre seu corpo. Então, respire profundamente, e usando da imaginação, imagine que quando respira essa massa brilhante entra pelo seu nariz, imagine e sinta entrando, indo ate os pulmões e nesse momento você contrai o músculo diafragma, uma contração para baixo imaginando que leva essa energia ate o hara. Faça isso todos os dias, pelo menos uns 30 minutos. Assim vai acumular energia. Uma outra técnica de absorção energética é usada assim: Mente e corpo relaxado, faça os mesmos processos ate criar a massa brilhante, a partir desse momento, você imagina que da sua barriga aproximadamente onde se encontra o hara, abre-se um buraco, e através dessa abertura você absorve essa massa brilhante. Sinta-a entrando e se acumulando de forma brilhante ali. Às vezes você vai sentir uma pulsação no local. Não se preocupe. Já temos energia acumulada, agora o próximo passo é preparar ela para ser usada. Ela esta no hara, quieta, em dormência, para poder usá-la é preciso despertar ela. Isso se faz da seguinte forma. No momento que for usar você se concentra no hara, imagine que ali começa a brilhar e que esse brilho vai subindo para seus braços, e mãos, e não mão ela se acumula. Com o tempo isso não precisa mais ser feito, porque sua mente no momento que você pensar em usar, ela automaticamente vai disponibilizar essa energia, então será algo instantâneo. Cabe ressaltar aqui, que os resultados obtidos dependem exclusivamente de três quesitos importantes: o desejo, a concentração e a imaginação. Tendo essas qualidades bem desenvolvidas se obtém ótimos resultados. No ataque psíquico essas três qualidades são de extrema importância. O mesmo peso o é também na defesa psíquica. Teremos agora um exemplo de ataque psíquico com a explicação detalhada de todo o processo. É necessário (mas não essencial) que se tenha algo da pessoa, de preferencia fios de cabelos, unhas ou mesmo pedaços de sua roupa (necessário para criação do elo energético). De posse desses materiais, iremos confeccionar um bonequinho que vai ser a imagem representativa da pessoa que vai ser atacada psiquicamente. Se temos pedaços de sua roupa, usaremos esse tecido para a confecção do bonequinho. Se temos alguma foto da pessoa, essa deve ser colocada dentro da cabeça do boneco. Enchemos então o interior do bonequinho com terra de cemitério e misturada a ela os fios ou rapas de unhas da vitima. O boneco representativo esta pronto. Sem acrescentar mais nada, esse boneco por si só já estaria causando mal a vitima, pois seu cabelo e unhas misturadas a terra de cemitério já é o suficiente para que receba em si as vibrações negativas do cemitério. Mas iremos potencializar ainda mais essa vibração. Em uma bacia põe um pouco de água e na água despeje um punhado de terra de cemitério. Mexa bem ate que a terra se dissolva na água. Então concentre-se naquilo que deseja para sua vitima, estenda suas mãos sobre a bacia e imagine que dela sai tudo aquilo que desejou na forma de uma névoa negra e que essa névoa entra na água e lhe da a cor negra. Após isso banhe o boneco com essa água e guarde o restante num recipiente. Enquanto da o banho no boneco, imagine que aquela névoa negra que anteriormente saiu das suas mãos e entrou na água, agora entra no boneco e do boneco passa para a pessoa. Deve-se manter na mente a imagem vivida disso, o desejo aliado a imaginação. Banhe o boneco uma vez a cada três dias repetindo o processo descrito acima ate que a água acabe. Seu boneco esta pronto para ser usado da forma que achar melhor. Agora iremos analisar de forma didática e detalhada todo o processo envolvido nesse exemplo. Em primeiro lugar temos objetos ou extensões do corpo da vitima. Como já disse, tudo o que usamos o impregnamos com nossa energia. E tudo o que nos pertence ou seja, faz parte do nosso corpo, é por si mesmo uma extensão deste. Em segundo, temos a terra de cemitério. O que pode se chamar de condensador negativo. A terra de cemitério esta totalmente impregnada de energias negativas, especificamente de larvas. (A terra simbolizando o corpo terá como causa as doenças físicas). Em terceiro usa a água onde se mistura a terra de cemitério no qual também a impregna com os desejos do atacante. A água sendo um condensador natural retém em si alem da vibração da terra contaminada, também os desejos do atacante, e ao banhar o boneco com ela, faz com que este se torne como uma antena receptora de energias negativas. (A água como fluido pode trazer doenças sangüíneas). Então a pessoa representada pelo boneco terá ligado ao seu campo energético toda uma carga negativa que irá lhe causar muito problemas, desde psíquicos como físicos.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/a-possessao-3924718.html

    Palavras-chave do artigo:

    ataque

    ,

    defesa

    ,

    psiquica

    Comentar sobre o artigo

    TETRAGRAMA

    Comentario sobre os varios modos de defesa e ataque psiquico, larvas, entidades, obsessores

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismol 02/12/2009 lAcessos: 846
    Bruno Gomes

    Não se pode supor a língua em uma perspectiva desvinculada da mente. Para tanto, o uso linguístico provem de uma sistematização cognitiva. Nesse raciocíonio, este texto visa conceituar a linguística cognitva, bem como discutir acerca de sua fundamentação.

    Por: Bruno Gomesl Educação> Ensino Superiorl 05/02/2011 lAcessos: 4,543 lComentário: 1
    Antonio de Jesus Trovão

    A previsibilidade do tema do ponto de vista jurídico e normativo.

    Por: Antonio de Jesus Trovãol Direito> Doutrinal 01/09/2010 lAcessos: 503 lComentário: 1

    Verificação da responsabilidade civil da Google em caso de violação do direito de imagem e privacidade no sítio eletrônico Orkut.

    Por: ANTONIO AURELIO DE SOUZA VIANAl Direito> Doutrinal 09/08/2010 lAcessos: 909

    CDC art. 2º - Consumidor é toda pessoa física ou jurídica que adquire ou utiliza produto ou serviço como destinatário final.

    Por: Arnaldo Xavier Jr.l Direito> Doutrinal 26/04/2009 lAcessos: 1,952

    Este artigo tem por finalidade compreender a necessidade da união entre as ciências psicologia e a pedagogia, abrangendo o conhecimento e a busca da pesquisa. Sendo principalmente uma ferramenta de suma importância para amparar as crianças que necessitam desses profissionais com um novo olhar dimensional e flexível. Assumir a postura de psicopedagogo (a) é sentir-se propriamente incluso nesta aborda

    Por: João do Rozario Limal Educaçãol 19/04/2008 lAcessos: 4,181 lComentário: 2

    A história do autismo começa no início do século XX com a psiquiatria. Até por volta da década de 70, o autismo era visto como uma doença psicológica. Contudo, com os avanços da tecnologia, provou-se que ela possuía aspectos genéticos e orgânicos. O autismo na visão da psicologia com ênfase na psicanálise traz a tona que segundo Winnicott o transtorno autista possui suas causas nas relações objetais na infância mal estabelecida entre mãe bebê.

    Por: Andressa Salesl Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 21/05/2014

    Com o surgimento de novas formas de sofrimento no mundo moderno, psiquiatras, psicanalistas e psicólogos se ocupam cada vez mais em tentar entender, em suas atividades clínicas, a origem desse sentimento. Hoje, busca-se soluções mágicas para a cura da dor, que causa incômodo e mal-estar na sociedade considerada normal.

    Por: Gilson Tavaresl Psicologia&Auto-Ajudal 06/04/2009 lAcessos: 4,795 lComentário: 2
    CARLEIAL. Bernardino Mendonça

    Deus, após ter criado a Terra e tê-la preenchida com indescritível beleza e fartura, entregou-a ao Homem. Entretanto, uma simplória serpente fez o Homem perder os encantos paradisíacos do Éden, concebidos pelo Senhor Deus, para o seu uso e sustento eternos. Curiosamente foi um réptil a causa de todo o infortúnio dos seres humanos. Assim, todos nós passamos a conhecer o sofrimento, a dor, a violência e a finitude, com a morte.

    Por: CARLEIAL. Bernardino Mendonçal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 24/08/2010 lAcessos: 710

    O artigo propõe uma reflexão sobre o não tempo do plano espiritual em contraste com a marcação de tempo humano. Exemplo para esta comparação são citações essênias em busca do Mestre da Retidão e a citação do texto de Daniel sobre as setenta semanas pela ótica do não tempo.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 29/10/2014

    A Arte Real utilizada pela Palavra Perdida ou Letra Viva para desvelar Textos Essênios pré-cristãos. A retirada do véu permite uma compreensão que dificilmente poderá ser ignorada mesmo por leigos no campo. A Real compreensão parece ser confirmada no interior de cada ser que esteja aberto a um conhecimento superior.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 28/10/2014

    Os textos citam muitas vezes no singular a palavra hora. Em verdade o que está por detras do véu quando esta palavra é citada? Este artigo nos leva a refletir em possibilidades maiores do que simplesmente a leitura ao pé da letra pode conceder. É possível ir mais além. Podemos entrar na câmara que está além da porta exterior do templo e acertar nosso relógio conforme o marcador exige.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/10/2014

    O entendimento que a Letra Viva permite é algo inifável. Não pode ser descrito em palavras, entretanto é preciso aprender a retirar o véu dos textos. É preciso se libertar do culto às fábulas, da adoração às fantasias e sonhos. O artigo, apesar de curto, nos permite reflexão sobre a questão.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 15/10/2014

    O texto convida a uma reflexão livre de influências doutrinárias a respeito do tema. Estudos mais aprofundados sobre os textos conduzirão o pesquisador a entender que sexo é uma condição apenas animal, ou em outras palavras apenas da condição da matéria animal que precisa dela para procriar, o que não acontece no plano divino.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 08/10/2014

    Podemos afirmar que, muitas vezes, a verdade é mais interessante que a ficção. O Ciclo Cósmico pela qual a humanidade vem passando, ou pelo desenvolvimento intelectual do hominal, leva a um interesse maior pela vida do Grande Mestre, ou Grande Redentor, Jesus do que em qualquer outro período desde o início de cristianismo. Nunca na história humana, Cristo foi tão estudado, pesquisado por estudantes de psicologia, misticismo, metafísicas e ocultismo com sentido minucioso e analítico. Nesse estudo

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 07/10/2014

    Um entendimento sobre características mundanas que determinam a personalidade de um deus Nefando, oposto ao Inefável Numinoso que é impossível de ser caracterizado por mentes ausentes da luz inumana.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 25/09/2014

    Receba conselhos para uma vida de sabedoria e vitória, cresça espiritualmente na presença de Deus e seja uma bençao para muitas pessoas!

    Por: Paulo Cicero Marculinol Religião & Esoterismo> Religiãol 19/09/2014
    TETRAGRAMA

    Viagem astral é em síntese a saída consciente do corpo físico. Todos nós saímos do corpo quando dormimos. Só precisamos ter a capacidade de perceber o momento exato dessa saída ou, induzir a saída por nossa vontade. É uma capacidade que pode ser tanto nata como adquirida. Porque ela nada mais é do que ter consciência ao sair do próprio corpo físico. Por natural se entende que essa capacidade faz parte da natureza do individuo.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismol 21/08/2013 lAcessos: 26
    TETRAGRAMA

    Desde o lançamento do meu blog em 2009, data em que comecei a tornar publico alguns dos meus artigos sobre viagem astral, ocultismo, esoterismo e outros assuntos. O meu trabalho tem alcançado algum destaque no meio esotérico e principalmente alcançado as pessoas para o qual escrevo.Tenho recebido inúmeros e-mails das mais diversas naturezas. Desde criticas severas a minha conduta á elogios pelo meu trabalho.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Religiãol 20/04/2013 lAcessos: 27
    TETRAGRAMA

    Apesar de comum nos dias de hoje casos de vampirismo quase sempre são desconhecidos dos leigos. Primeiro pelo desconhecimento da causa e em segundo pela experiência traumática pela qual passa a vitima. Existem duas formas de vampirismo. O vampirismo energético e o vampirismo físico. Nas duas formas ocorre o roubo de energia. Uma pessoa pode ser um vampiro energético sem que o saiba.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Religiãol 20/04/2013 lAcessos: 39
    TETRAGRAMA

    O fio de prata é o que supre os chakras com energia, esta então ligando todos os chacras uns aos outros. Dos chacras o fio de prata esta ligado ao corpo astral ou duplo. Quando saimos em astral ou seja todas as noites quando dormimos, o fio se estica infinitamente.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 25/02/2012 lAcessos: 129
    TETRAGRAMA

    Dentro do contexto espiritual todas entidades ou seres que se prestam a obsessão espiritual pertencem a uma esfera involutiva por opção própria ou por ignorância. Os seres que por opção própria permanecem nessa esfera evoluem para o mal e os que estão por ignorância depois de um tempo tomam o caminho de luz.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Religiãol 20/01/2012 lAcessos: 221
    TETRAGRAMA

    O sentimento do medo é inerente ao ser humano e que faz parte de sua psique é muito prejudicial no que se refere ao espiritual. E todos nós temos medo, uns mais outros menos, mas todos nós temos e continuaremos a ter.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 25/12/2011 lAcessos: 106
    TETRAGRAMA

    O assunto por si mesmo gera certa polemica. As drogas podem ajudar numa saída em astral consciente? A resposta é sim. Pode ajudar. Algumas drogas tem essa capacidade. Entretanto, é um problema serio, pois traz algumas consequências inerentes que podem ser muito prejudiciais. Para compreender de forma clara e concisa o que isso significa devemos nos aprofundar um pouco sobre isso. As drogas, principalmente as enteogênas as que são mais utilizadas para a alteração da consciência (Sálvia Divinoriu

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 09/03/2011 lAcessos: 330
    TETRAGRAMA

    A primeira coisa a se fazer e talvez a mais importante quando estamos iniciando em viagem astral, é perceber que não somos em si mesmos o corpo físico. O corpo físico nada mais é do que uma roupa, nossa roupa que usamos para existir no mundo físico. Eu que penso que sinto que desejo, não sou o corpo, mas sim alma, espírito.

    Por: TETRAGRAMAl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 08/04/2010 lAcessos: 769 lComentário: 2
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast