COMO MANTER A CASA LIVRE DE ESPÍRITOS OBSESSORES?

07/09/2010 • Por • 4,632 Acessos

COMO MANTER A CASA LIVRE DE ESPÍRITOS OBSESSORES

Muitas casas da população terrestre passam a ser também a casa de muitos espíritos obsessores. Eles convivem como se fossem suas verdadeiras casas. Há casas onde existe uma infinidade de espíritos inferiores.  Há uma série de razões para que estes espíritos permanecem nestas casas, mas uma coisa é certa: eles se afinizam com os moradores encarnados destas casas. Muitos e muitos problemas trazem estes irmãos inferiorizados aos habitantes destas moradias.

Quem são estes espíritos? Muitas vezes são parentes das pessoas que ainda estão encarnadas: pai, mãe, irmãos, tios, compadres etc. São aqueles que não sabem ainda que faleceram e permanecem junto aos seus como se nada tivesse acontecido. Outros são espíritos invejosos que não desejam que esta família progrida, que evolua e passam a atormentar todos os membros da casa. Alguns são espíritos bandoleiros, peregrinos das ruas que não têm para onde ir e se alojam em qualquer casa, qualquer lugar para eles está bom. Alguns são os antigos donos destas casas, como são materialistas, não querem sair dali, pois acham que aquela propriedade é sua por direito. Muitos são espíritos vingativos, aqueles a quem prejudicamos no passado: nós os matamos, roubamos seus maridos, suas mulheres, surrupiamos-lhes os bens, deixamo-nos na miséria, maltratamos, cortamos braços, pernas, dedos, arrancamos olhos, orelhas, etc. Estes são os mais problemáticos, pois este ódio continua por séculos.

Muitos problemas vão sofrer os habitantes destas residências; brigas, intrigas, fofocas, falcatruas, doenças, miséria, bebedeiras, farras, sexo desenfreado, roubos, assassinados, etc. Eles vão enfrentar todo tipo de problemas.

Temos algumas regrinhas para manter os nossos irmãos longe de nossas casas. A primeira delas é a pessoa ter uma religiosidade. Eu disse religiosidade, não religião. Religião é um nome dado pelos humanos. Religiosidade é aquela que faz a ligação verdadeira com Deus. Aqueles que são simples, humildes de coração, que não cometem tantos erros, que não fazem falcatruas, que mantém uma boa educação, que estuda e trabalha, ajuda os necessitados, deixam de ser beberrões, farristas, sejam responsáveis, honestos, sinceros, bons de coração, que não mantém sexo fora do casamento, que não façam do sexo um rol de pensamentos negativos, que orientam bem os seus filhos, que se afastem de todos os vícios.

Devemos manter as nossas casas sempre limpas, tudo colocado em seus devidos lugares, bem arejadas, janelas e portas abertas (a casa deve ter muro para evitar problemas com roubos). As nossas coisas não podem estar jogadas por qualquer lugar, nossas camas bem arrumadas. Os nossos quintais devem estar sempre limpos, sem acúmulos de lixo ou coisas velhas por toda parte.

As pessoas que moram nestas casas precisam ser respeitosas, tratar bem a todos com os quais convivem e os que os visitam. Deve-se evitar todo tipo de palavrões, mentiras e fofocas.

Não devemos usar das músicas pauleiras, som muito alto atrapalhando os vizinhos. No momento das músicas muito altas, vários vizinhos estão enviando pensamentos negativos para a sua casa, além de se estar abusando dos direitos, pois o meu direito só vai até onde começa o direito do outro. Deve-se evitar também as festas em que se extrapolam nas bebidas, nos jogos, na gritaria, pois os espíritos inferiores gostam muito disso. Deve-se usar uma música suave rodar durante o dia para melhorar o ambiente.

O evangelho no Lar é importantíssimo. Por isto a família deve reunir todos os membros da casa num determinado dia da semana e sempre no mesmo horário fazer o Evangelho no Lar. Por exemplo num domingo: às 12 horas todos se reúnem, fazem uma prece de abertura, leiam uma página da Bíblia, de preferência dos 4 evangelistas, ou quem é espírita, do Evangelho ou um livro qualquer com uma bela mensagem religiosa. Faz-se um breve comentário, agradece a Deus, pede a proteção divina para o Lar durante toda a semana. Neste Lar os espíritos inferiores não vão ter vez.

Deve-se também, ao se deitar, fazer uma oração de agradecimento a Deus e pedir a Deus a proteção para toda a noite. Os nossos mentores, anjos de guarda, espíritos familiares vão-nos ajudar durante toda a noite. Façamos isto sempre e vamos ter uma vida feliz.