DEPRESSÃO, COMEÇO DE UMA OBSESSÃO

Publicado em: 09/09/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 936 |

DEPRESSÃO – COMEÇO DE UMA OBSESSÃO

 

O começo de uma obsessão geralmente vem com uma depressão. Há muitas causas pelas quais se começa uma depressão em uma pessoa. Ás vezes uma coisa corriqueira, simples, de fácil solução, pode provocar uma grande depressão e levar a pessoa a situações bem difíceis e complicadas. Aqui vou narrar alguns casos de depressão que levaram a pessoa a cometer coisas inimagináveis. Como os fatos são verdadeiros, trocarei o nome das pessoas:

1º.Caso: Jocilene era filha única. Com seus 23 anos de idade começou a namorar Fábio que tinha 26 anos. Ele era uma pessoa bem apessoada, bonito, charmoso, de modo que Jocilene ficou completamente apaixonada por ele.  Fábio queria provas de verdadeiro amor por parte de Jocilene. Ela resistiu muito, mas acabaram indo para a cama. Tudo bem, tudo certo, o namoro continuava. Agora sim ele prometia que iria se casar com ela em breve. Jocilene acabou ficando grávida e resolveu comunicar o fato a Fábio. Foi então a vez de Fábio mudar a casaca. Disse a ela que não queria nenhum filho com ela, que ele era casado, pai de três filhos, tinha uma esposa. Pensava em deixar a esposa, mas não era a hora ainda. Comunicou também a Jocilene que a partir daquele instante não eram mais namorados e que ela arrumasse outro pai para o filho dela. A moça ficou arrasada. Procurou de todas as formas contornar a situação. Ele não voltou mais e Jocilene caiu em grande depressão. Não poderia comunicar aos pais a situação dela. Um dia os pais tiveram que se ausentar de casa e ela ficou sozinha. Então ela escreveu uma longa carta a eles, pedindo perdão pela grande falha, foi ao celeiro, pegou uma grande corda e se enforcou.

Esta situação era bastante complicada, mas faltou a esta moça uma profunda religiosidade.  Antes de fazer a grande besteira que ela fez, deveria ter estudado um pouco mais o seu namorado, usar preservativos e não se engravidar desde a primeira vez. Era uma pessoa ainda imatura e não procurou nenhum tipo de ajuda. Nem mesmo a seus pais comunicara o fato. Foi o tempo em que os pais expulsavam as filhas por estas falhas, hoje em dia, só sendo muito hipócrita para expulsar um filho por este motivo.

 

2º.Caso: Marcela trabalha em uma grande escola. É uma boa professora, mas ela tem um grande problema: possui uma magreza que dá dó. Aparentemente não tem nenhuma doença física, não é uma pessoa feia, mas a sua magreza é muito grande. Por este motivo ela tem passado maus pedaços nesta escola. Os alunos deram tudo quanto é apelido a professora. De longe, quando ela vem chegando, já ouve os impropérios. Como é muito educada, não sabe e nem pode revidar. Já conversou com o diretor, o coordenador e ninguém consegue domar os alunos. Eles fazem as coisas escondidas e dificilmente se tem o culpado. Já houve uma série de reuniões e nada. Marcela está com uma grande depressão e tenho encontrado-a nos consultórios médicos, está fazendo tratamento, afasta-se da escola por alguns dias, mas ao retornar as coisas se complicam. Disse-me um dia destes que já não sabe mais o que fazer, pois lecionar é a sua profissão e é do que ela mais gosta de fazer. Não quer sair do colégio, pois o colégio paga bem e é perto de sua casa. Qual a solução?

Esta moça ainda trabalha no mesmo colégio, mas as coisas estão se complicando. Não é difícil encontrar uma solução aí. Ela precisa confiar em Deus e de preferência trocar este serviço por um outro, e se possível não trabalhar com crianças na mesma faixa etária, no caso dele que era de adolescente.

 

3º.Caso: Jonas é casado com Antonina. É um excelente trabalhador. Motorista de mão cheia.  Homem de confiança, forte e destemido. Tem quatro filhos com Antonina, todos já rapazes e pessoas responsáveis também. Antonina é uma mulher muito vaidosa, gosta de andar toda pintada, toda arrumada como se fosse para festas todos os dias. Parece ser uma rainha, embora seja uma família de classe média. Jonas é uma pessoa muito responsável, mas sua Antonina é uma verdadeira galinha. Ela gosta de sair com outros homens e faz isto descaradamente. Jonas não pode falar nada, pois ela diz a ele que ela quer "viver". Como moravam numa cidade pequena, lá todos sabiam o que Antonina fazia e muitos ao encontrar Jonas, já iam colocando os dois dedos na cabeça como a dizer que o chifre dele estava aumentando cada vez mais.  Jonas era apaixonado pela sua mulher. Não queria abandoná-la de jeito nenhum. O pobre homem entrou em depressão. Não podia confessar o seu problema a ninguém, pois aí o problema aumentaria. Não teve outro jeito, comprou um pacote de veneno e começou a tomá-lo. O pobre coitado desmaiou e foi visto por outras pessoas. Imediatamente levaram-no ao hospital e ele recuperou-se do veneno. As coisas para ele se complicaram ainda mais depois. Resolveu mudar de cidade e a situação mudou completamente.

Como sou um dirigente espírita, tenho inúmeros casos de depressão em nossos arquivos. Fazendo um estudo sobre eles detectamos as principais causas: Problemas no casamento, problemas com filhos, problemas com timidez, problemas com doenças graves, problemas financeiros, comportamento social, problemas com o emprego, problemas com vizinhos, problemas com o abandono e assim muitos outros.

A depressão é um estado de vibração negativa da mente humana. Por qualquer problema a pessoa pode entrar em depressão. Além dos casos acima podemos citar ainda: apego a bens materiais, inconformismo, descrença, rancor, ódio, desânimo, falta de afeto, ansiedade, orgulho, vaidade, falta de fé, falta de confiança, falta de amor, covardia, preguiça, a não aceitação pela sociedade, o não reconhecimento por algo que fez ou que faz, vontade de querer estar por cima dos outros e muitos outros problemas. Cada caso é um caso em especial.

A pessoa acaba se integrando mentalmente nestes problemas, passando a viver isto todo dia e toda hora. Com o tempo estes sintomas podem ir transformando em doença. A pessoa se esquece de buscar Deus, os espíritos amigos, não tem confiança no mestre Jesus. De modo que parece que não há solução para os seus problemas.

A medicina passa a tratar da doença com remédios fortíssimos e a pessoa parece piorar da situação e muitos acabam cometendo suicídio ou cometendo outros problemas maiores.

A pessoa depressiva fica acabrunhada, pelos cantos, não quer comer, não correr conversar, trocar idéias. Quer sempre ficar sozinha pelos cantos, de preferência em seu próprio quarto. Não tem iniciativa para nada.

Para acabar com a depressão é preciso acabar com o problema. Acabado este, a depressão acaba. Mas se for uma coisa impossível então deve-se mudar o pensamento para outro lado. Por exemplo se uma moça se apaixonar por um homem casado e que não quer nada com ela, de nada vai adiantar a depressão, pois este problema não vai ser resolvido deste lado. Então deve-se mudar o foco de atenção para outra coisa. O melhor então é se divertir, passear, fazer caminhada, ter outros relacionamentos.

A pessoa manter o foco naquele problema, a depressão vem rapidamente. Então a coisa se complica muito. Acontece que os espíritos perturbadores percebem este fato e então eles encostam nestas pessoas e aí tudo piora muito.

Se a pessoa tem muitos débitos de vidas anteriores, muitos destes irmãos chegam, pois encontram uma mente apropriada para isto. As dificuldades são muito grandes e a depressão passa a ser uma obsessão. Como se afastar destes problemas?

Em primeiro lugar a pessoa deve ter uma religiosidade, estar em contato com Deus, com os bons espíritos, ter pensamentos positivos, praticar a caridade, ter fé no que faz e melhorar o seu equilíbrio. Os remédios curam enfermidades do corpo, a religiosidade e a caridade curam as enfermidades do espírito. Vamos, portanto procurar o caminho de Deus para resolver todos os nossos problemas.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/depressao-comeco-de-uma-obsessao-3235276.html

    Palavras-chave do artigo:

    depressao

    Comentar sobre o artigo

    É normal ficar triste de vez em quando, mas o que acontece quando esse sentimento persiste e se transforma em desesperança e desespero? Pode ser depressão, doença que afeta 121 milhões de pessoas no mundo, segundo dados de 2005 da Organização Mundial da Saúde (340 milhões, segundo pesquisa de 2006 a Federação Mundial para Saúde Mental). Só no Brasil, 17 milhões de pessoas têm depressão, sendo as mulheres as mais atingidas pela doença.

    Por: A. D. Silval Saúde e Bem Estar> Medicina Alternatival 21/10/2010 lAcessos: 1,361
    Emanuela Silva de Sant'ana

    As doenças mentais sempre provocaram no homem o desejo de estudos e pesquisas que o levassem a um possível entendimento sobre os fenômenos psíquicos. Pode-se dizer que compreender o adoecimento mental sugere uma forma de tentar evitá-lo, de tornar-se vítima dele. A partir desta ótica encontram-se na contemporaneidade.

    Por: Emanuela Silva de Sant'anal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 05/03/2015 lAcessos: 21
    Lucivania da Silva

    Partindo do principio que a depressão infantil pode ser explicada, levando-se em consideração a história de vida, contingências ambientais, fatores orgânicos e elementos comportamentais, o presente trabalho objetivou descrever alguns aspectos da dinâmica familiar e escolar do indivíduo que causam depressão infantil, sobre a ótica da Psicopedagogia. Por se tratar de uma pesquisa de caráter integrativo, enfatizamos a importância de os profissionais da área educacional estarem atentos aos sintomas.

    Por: Lucivania da Silval Educação> Educação Infantill 25/09/2012 lAcessos: 414
    Pastor Wanderson da Silva

    Cura para depressão. Saiba como obter a vitória sobre a depressão... deixe o passado no passado.

    Por: Pastor Wanderson da Silval Religião & Esoterismo> Evangelhol 03/11/2008 lAcessos: 14,910 lComentário: 8
    fabiano carvalho

    Hoje vamos mostrar quais os sintomas de depressão mais comuns, estudos revelam que de cada cinco pessoas hoje, uma vai ter sintomas de depressão em algum momento da sua vida

    Por: fabiano carvalhol Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 05/09/2013 lAcessos: 68
    Mario Peres

    Dor de Cabeça e depressão são dois sintomas que comumente andam juntos, saiba neste artigo como abordar este assunto

    Por: Mario Peresl Saúde e Bem Estar> Medicinal 24/07/2009 lAcessos: 9,360 lComentário: 1
    Regiane Guimarães Silva

    O presente trabalho propõe-se a analisar e discorrer a cerca da depressão e sua relação com o neoliberalismo, através de um referencial psicanalítico, exposto no texto complementar, “Depressão e o Neoliberalismo: Constituição da Saúde Mental na Atualidade”. Buscou-se também discorrer um pouco a cerca da depressão, através de outras fontes e abordagens e a importância da contextualização do homem e a prática do psicólogo.

    Por: Regiane Guimarães Silval Psicologia&Auto-Ajudal 14/04/2009 lAcessos: 1,156 lComentário: 3
    Gustavo Rocha

    Quando o assunto é depressão, parece que as pessoas se escondem, como se fosse algo que devesse ficar fora do cenário de debates. É o contrário: Quanto mais conhecermos, mais poderemos esclarecer esta doença que tanto tem atacado colaboradores e/ou sócios, sem importar camada social ou conta bancária. Muitas vezes confundida com estresse, mas é um diagnóstico que somente pode ser dado por um especialista. Esqueça os especialistas de plantão, como os pais, colegas, amigos e companheiros de bar

    Por: Gustavo Rochal Negóciosl 26/02/2015
    Claudia Forlin

    O profissional da enfermagem está envolvido nas intervenções com o corpo e mente dos pacientes, esses profissionais estão expostos as mais variáveis formas de influências físicas e mentais no ambiente de trabalho, podendo desenvolver sentimentos de impotência profissional, ansiedade, depressão e medo, comprometendo assim a qualidade de assistência prestada, afetando diretamente a sua saúde mental.

    Por: Claudia Forlinl Saúde e Bem Estar> Medicinal 01/08/2008 lAcessos: 32,106
    Emanuela Silva de Sant'ana

    Este trabalho visa apresentar uma revisão bibliografica sobre a problemática das afetações e dos fenômenos de ansiedade e depressão na adolescência no cenário social exposto na contemporaneidade. Serão abordados o pensamento de teóricos que muito têm se preocupado com com as discussões a cerca do tema nos dias de hoje.

    Por: Emanuela Silva de Sant'anal Psicologia&Auto-Ajuda> Psicoterapial 05/03/2015 lAcessos: 12

    Páscoa significa passagem do material ao espiritual, o que resta é só carnal, a ressurreição bendita é real na glória não desdita, o espírito se liberta e ressuscita. Jesus o Cristo, o filho do homem, passa a filho de Deus deixa o espírito encarnado, ressuscitado não morreu. A páscoa vivifica e se eterniza em nossos corações, persas, romanos, judeus e armênios, se tornam filisteus, o mundo cristão encena a paixão de quem não morreu. Cristo nosso irmão mora nos corações dos irmãos seus.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 05/04/2015

    páscoa era a maior festa dos judeus, recomendada por Moisés e celebrada pela primeira vez quando deixaram o Egito. A palavra páscoa significa passagem, ou seja, a passagem dos judeus pelo Mar Vermelho e do anjo que matou os primogênitos do Egito e poupou os Hebreus, cujas casas estavam assinaladas com o sangue do cordeiro. Páscoa é, pois, para os judeus, a comemoração da passagem de Israel do cativeiro para a liberdade.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 05/04/2015

    A mediunidade está muito difundida nos dias atuais. Muitas pessoas de outras religiões procuram as Casas Espíritas, no intuito de encontrar uma paz interior e através dessa paz, conquistar a sua reforma íntima. Todo aquele que sente num grau qualquer, a influência dos espíritos é, por esse fato, médium. A palavra médium tem a sinonímia de intermediário entre o mundo material e espiritual. Essa faculdade é inerente ao homem, não é exclusividade de nenhuma religião.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 24/03/2015 lAcessos: 12

    As religiões servem até hoje como um caminho para os mais elevados valores pessoais, e também como uma das formas mais complexas de poder e de preconceito, incluindo-se fé, ambição, poder e Deus. Todas as religiões têm suas crenças no mundo espiritual, mas não deixam de almejar o poder e construir seu reino na Terra.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/03/2015
    Fernando Corrêa manarim

    Para compreendermos a origem dessa "esquizofrenização" da raça humana, principal responsável por essa crise existencial avassaladora, elegi empregar como principais referências, dois mitos importantes e iconográficos, de épocas diferentes, mas que ilustram e caracterizam de maneira clara e original os verdadeiros motivos que nos transformaram nisso que "estamos" hoje. Esses mitos nos revelam simbólica e metaforicamente, como esse mundo distorcido criado pela humanidade originou-se

    Por: Fernando Corrêa manariml Religião & Esoterismo> Religiãol 19/03/2015
    Fernando Corrêa manarim

    O ser humano passa por uma grave crise, pois algo o domina, o envolve e o manipula há muito tempo. Sem identidade, sem certezas e sem rumo, a humanidade, doente, passou a viver uma vida errante, de profunda mendicância existencial, por buscar algo que ficamos privados e que, por algum motivo, não nos recordamos nem como e nem porque tudo isso aconteceu. Esse "algo" extraviado ficou conhecido historicamente com o nome de "Elo Perdido"

    Por: Fernando Corrêa manariml Religião & Esoterismo> Religiãol 16/03/2015 lAcessos: 15
    Cláudia Meyer

    "Portanto, dá-me sabedoria para que eu possa governar o teu povo com justiça e saber a diferença entre o bem e o mal. Se não for assim, como é que eu poderei governar este teu grande povo?" (‭1 Reis‬ ‭3‬:‭9‬)

    Por: Cláudia Meyerl Religião & Esoterismo> Religiãol 12/03/2015 lAcessos: 15
    Jordanio Aguiar

    O presente artigo almeja discutir o caminho do Ensino Religioso na história da educação brasileira, iniciando-se pelo período colonial, imperial, republicano e pelas constituições até a idade contemporânea com a nova LDB 9.475 de 22 de julho de 1997, onde o Ensino Religioso é refletido como sendo uma disciplina curricular de obrigatoriedade das escolas públicas de ensino fundamental, proibidas quaisquer formas de proselitismo, ou seja, o Ensino Religioso deve respeitar a pluralidade cultural .

    Por: Jordanio Aguiarl Religião & Esoterismo> Religiãol 23/02/2015 lAcessos: 18

    O que é que os espíritos abnegados fazem no mundo espiritual? Quais são os tipos de trabalhos realizados em cima de cada centro? Aqui temos uma pequena noção do que os espíritos fazem.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 27/04/2014 lAcessos: 42

    As causas principais para as mortes prematuras dos bebês. Aqui temos algumas informações importantes e as causas principais.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 21/04/2014 lAcessos: 52

    Falta de estudos, falta de informações, analfabetismo, falta de força de vontade, a procura de um salvador da pátria faz com que a ingenuidade do povo brasileiro se torna alarmante a ponto de qualquer um tepeá-lo levando-o a sérios problemas.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 21/04/2014 lAcessos: 45

    Fé e crença não é a mesma coisa. Existem algumas diferenças. Elas estão interligadas e uma está em relação a outra. Veremos a diferença entre os dois conceitos.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 20/04/2014 lAcessos: 25

    Ele foi dar queixa à delegacia, mas os policiais não entenderam o que ele queria dizer, mas levaram uma ambulância para o socorro. Chegando lá a surpresa foi enorme.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Literatura> Ficçãol 18/04/2014 lAcessos: 36

    Quem era a mulher adúltera da Bíblia? O que realmente ela fez? Existia um culpado para que ela vives assim?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 16/04/2014 lAcessos: 23

    O nosso pobre Chico fez uma programação espiritual, mas aqui chegando fez tudo errado. O que vai acontecer com ele agora?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 09/04/2014 lAcessos: 27

    No começo a obsessão pode ter cura, mas se deixar muito tempo pode se tornar uma subjugação e a situação pode ficar muito mais difícil.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 09/04/2014 lAcessos: 29
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast