O futuro das religiões

Publicado em: 24/09/2013 |Comentário: 0 | Acessos: 29 |

fe.jpgHá um processo em desenvolvimento, uma nítida adaptação religiosa, secular. Vivenciamos um período em que tudo passa rapidamente, como a tecnologia e a própria religião. Nada é exatamente estático, intocável, imutável. Os recentes pronunciamentos do papa Francisco, em que dá sinais de uma possível mudança ou inclinação à Pós-modernidade, por parte da Igreja Católica é um claro sinal de que as religiões passam por um processo de mutação, de conformação com a sociedade. O Estado pontifício não mais detém o mesmo poder do período medieval, ou mesmo da Idade Moderna, a exemplo do que ocorre em um pequeno país, chamado Uruguai.

Mas o que há de especial em um país cuja população é quase quatro vezes menor do que a do município de São Paulo? A resposta está no fato de que a República Oriental do Uruguai possui uma das políticas mais liberais do Continente Americano. Apesar de contar com 47% de católicos a Republica do presidente e ex-guerrilheiro Mujica, possui um histórico de processos liberais, como a aprovação do divórcio (1907), o voto feminino (1927), o aborto com até 12 semanas de gestação (2012), o casamento homoafetivo e a legalização do uso da maconha (2013). A eutanásia também é uma pauta a ser discutida.

Não obstante a presença de diversas religiões no País, o laicismo é um tema levado a sério. Há restrições ao ensino religioso (foi regulamentado há mais de um século); são proibidos símbolos religiosos em hospitais e demais repartições públicas; não há capelães nas Forças Armadas; o casamento religioso não é reconhecido pelo Estado; não há feriados religiosos e o Dia de Reis é chamado de Dia das Crianças e o Natal é conhecido como o Dia da Família. Apesar de reconhecidamente laicos, os Estados Unidos e o Brasil ainda possuem resquícios da influência religiosa, como a presença de crucifixos em tribunais, câmaras e assembleias legislativas. Há de se acrescentar o fato de que as discussões políticas também são influenciadas pela religião.

O Uruguai é, portanto, um exemplo de pais cuja política supervaloriza o secular, o laico, em detrimento ao religioso. Não é a fé propriamente o foco do governo, mas a laicidade do Estado, das instituições públicas. A religião, por outro lado, tende a ceder às tendências sociais, como o verificado em algumas igrejas protestantes históricas (nos Estados Unidos e na Europa ocidental), como na Igreja Metodista, Presbiteriana, Anglicana. No Brasil, a ordenação das duas primeiras evangelistas pela Assembleia de Deus Madureira também é um indício de que mesmo as correntes mais conservadoras, pentecostais, são susceptíveis à dinâmica mundial, motivada por políticas de inclusão da mulher. São casos diferentes, mas que refletem uma tendência mundial.

Aos poucos as religiões irão se adaptar à sociedade, seja por força do Estado, por estatísticas sociais, ou mesmo por reinterpretações de sua doutrina ou filosofia. A Igreja Católica é um exemplo de que deverá, de fato, ceder as políticas internacionais relacionadas à legalização do aborto, do casamento ou união homoafetiva. Mesmo às religiões mais fechadas, dogmáticas, passam por um processo de adaptação, de mudança. O desmantelamento das repúblicas islâmicas, a aproximação de algumas com os EUA, a ocidentalização do Oriente e mesmo as divergências doutrinárias características das correntes islâmicas, seguem uma tendência universal de mudança, que resultará em readaptação e em uma maior abertura ao Ocidente. No extremo oriente, a Coreia do Sul e o Japão são exemplos de ocidentalização, nos costumes e na religião.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/o-futuro-das-religioes-6772521.html

    Palavras-chave do artigo:

    aborto

    ,

    catolicismo

    ,

    cristianismo

    Comentar sobre o artigo

    Alberto Matos

    O cristianismo nos Estados Unidos parece estar em crise. Pelo menos, este foi o enfoque de várias matérias sobre o declínio da fé nos Estados Unidos, publicadas em revistas e jornais de circulação nacional. O assunto sobre a fé nos Estados Unidos surgiu depois que o presidente Barack Obama, em entrevista coletiva, afirmou que os EUA não são mais um país evangélico, mas uma nação que abraça todas as religiões.

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2009 lAcessos: 603
    Eduardo Veronese da Silva

    O NOVO PAPA FRANCISCO I, DEU VÁRIAS DECLARAÇÕES DE SER CONTRA O CASAMENTO ENTRE PESSOAS DO MESMO SEXO, MAS NENHUMA MANIFESTAÇÃO POPULAR FOI REALIZADA CONTRA ELAS. ENTRETANTO, O PASTOR MARCO FELICIANO ESTÁ SENDO PRESSIONADO POR UM GRUPO DE MINORIAS E UNS POUCOS POLÍTICOS, PARA RENUNCIAR AO CARGO DA CDHM, POR TER DECLARADO PUBLICAMENTE QUE É CONTRA O CASAMENTO GAY E A LIBERAÇÃO DO ABORTO. PELO FATO DE POSSUIRMOS O MAIOR NÚMERO DE SEGUIDORES DO CATOLICISMO, ELES SE INFLAMARAM APENAS CONTRA O PARTOR

    Por: Eduardo Veronese da Silval Notícias & Sociedadel 15/04/2013 lAcessos: 31

    A mediunidade está muito difundida nos dias atuais. Muitas pessoas de outras religiões procuram as Casas Espíritas, no intuito de encontrar uma paz interior e através dessa paz, conquistar a sua reforma íntima. Todo aquele que sente num grau qualquer, a influência dos espíritos é, por esse fato, médium. A palavra médium tem a sinonímia de intermediário entre o mundo material e espiritual. Essa faculdade é inerente ao homem, não é exclusividade de nenhuma religião.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 24/03/2015

    As religiões servem até hoje como um caminho para os mais elevados valores pessoais, e também como uma das formas mais complexas de poder e de preconceito, incluindo-se fé, ambição, poder e Deus. Todas as religiões têm suas crenças no mundo espiritual, mas não deixam de almejar o poder e construir seu reino na Terra.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/03/2015
    Fernando Corrêa manarim

    Para compreendermos a origem dessa "esquizofrenização" da raça humana, principal responsável por essa crise existencial avassaladora, elegi empregar como principais referências, dois mitos importantes e iconográficos, de épocas diferentes, mas que ilustram e caracterizam de maneira clara e original os verdadeiros motivos que nos transformaram nisso que "estamos" hoje. Esses mitos nos revelam simbólica e metaforicamente, como esse mundo distorcido criado pela humanidade originou-se

    Por: Fernando Corrêa manariml Religião & Esoterismo> Religiãol 19/03/2015
    Fernando Corrêa manarim

    O ser humano passa por uma grave crise, pois algo o domina, o envolve e o manipula há muito tempo. Sem identidade, sem certezas e sem rumo, a humanidade, doente, passou a viver uma vida errante, de profunda mendicância existencial, por buscar algo que ficamos privados e que, por algum motivo, não nos recordamos nem como e nem porque tudo isso aconteceu. Esse "algo" extraviado ficou conhecido historicamente com o nome de "Elo Perdido"

    Por: Fernando Corrêa manariml Religião & Esoterismo> Religiãol 16/03/2015 lAcessos: 12
    Cláudia Meyer

    "Portanto, dá-me sabedoria para que eu possa governar o teu povo com justiça e saber a diferença entre o bem e o mal. Se não for assim, como é que eu poderei governar este teu grande povo?" (‭1 Reis‬ ‭3‬:‭9‬)

    Por: Cláudia Meyerl Religião & Esoterismo> Religiãol 12/03/2015
    Jordanio Aguiar

    O presente artigo almeja discutir o caminho do Ensino Religioso na história da educação brasileira, iniciando-se pelo período colonial, imperial, republicano e pelas constituições até a idade contemporânea com a nova LDB 9.475 de 22 de julho de 1997, onde o Ensino Religioso é refletido como sendo uma disciplina curricular de obrigatoriedade das escolas públicas de ensino fundamental, proibidas quaisquer formas de proselitismo, ou seja, o Ensino Religioso deve respeitar a pluralidade cultural .

    Por: Jordanio Aguiarl Religião & Esoterismo> Religiãol 23/02/2015 lAcessos: 11

    O corpo de carne que está com suas partículas conjugadas caminhando do infinitamente pequeno ao infinitamente grande, é igual no rico e no pobre, no preto e no branco, no rei e no súdito.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Religião & Esoterismo> Religiãol 23/02/2015
    Magali Rossi

    A temperança, que em latim é temperare = guardar equilíbrio, é uma das 4 virtudes cardinais, caracterizada pelo domínio de si e pela moderação dos desejos. A energia desse arcano é de sutileza, interiorização e em diversos tarôs ela aparece alada...

    Por: Magali Rossil Religião & Esoterismo> Religiãol 22/02/2015
    Johnny Bernardo

    Em recente reportagem publicada no Gnotícias (Reportagem Especial: Cresce Relação de Protestantes com Políticas Ambientais), tecemos alguns pontos relacionados ao aumento da relação de evangélicos com políticas sociais de defesa do Meio Ambiente. O avanço do desmatamento, do aumento de poluentes e de doenças respiratórias decorrentes da intervenção humana na natureza é um alerta para toda a humanidade, para todos os credos, das diversas nacionalidades e culturas. O cientista Rajendra Pachauri...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismol 26/06/2014 lAcessos: 39
    Johnny Bernardo

    Como resultado de uma rodada de entrevistas com alunos de três escolas do ABCD paulista, realizada entre os meses de outubro de 2013 e abril de 2014, reproduzimos parte de uma realidade nacional – de polarização religiosa entre católicos e evangélicos e do crescente número de pessoas que afirmam "não possuir qualquer religião". Ao mesmo tempo, comprovamos a informação de que a prática religiosa seguida de uma base familiar sólida são fatores que influenciam no desempenho escolar...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 27
    Johnny Bernardo

    Acompanhamos com apreensão o desenrolar do sequestro de mais de 270 meninas de Chibok, no norte da Nigéria. Reivindicado pelo grupo islâmico Boko Haram, o sequestro comove pelo o fato de que a justificativa usada pelo movimento traz à tona questões humanitárias, dos direitos humanos, pois, ao ser contra a presença de mulheres em escolas – e o termo Boko Haram significa "a educação ocidental é um pecado....

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 32
    Johnny Bernardo

    Apesar de inegáveis avanços científicos, tecnológicos, culturais, a sociedade contemporânea ainda possuí resquícios primitivos e bárbaros. Vivemos a era dos extremos (posterior a do historiador Hobsbawm), dos posicionamentos políticos, ideológicos, científicos, que tem resultados ambíguos, diferenciados, contraditórios. Em análise sobre a "Laicidade do Estado" (cuja frase principal teve menção no Gnotícias...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 25
    Johnny Bernardo

    Apesar de oficialmente "laico" – fato que se deu com a Constituição de 1891 -, o Estado Brasileiro ainda é estruturalmente católico. Por três séculos "religião oficial", o Catolicismo perdeu parte de sua influência com a Proclamação da República, em 1889; no entanto, passados quase 125 anos, mantem sua presença na estrutura do Estado, em algumas repartições públicas, como cemitérios, hospitais, cartórios, câmaras, assembleias legislativas, fóruns. Mesmo símbolo universal do cristianismo...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 23
    Johnny Bernardo

    Dois elementos caracterizam os países escandinavos: o protestantismo histórico e o Estado de bem-estar social. Com maiores índices de IDH (Índice de Desenvolvimento Humano), Noruega, Suécia, Islândia e Dinamarca desbancam países de maioria católica, como Polônia, Espanha, Malta, Andorra. Mas à que se deve o crescimento verificado nos países escandinavos? Poderíamos atribuir ao Protestantismo Histórico, ou a política de bem-estar...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 44
    Johnny Bernardo

    Parte de uma análise da presença evangélica no ABCD paulista, Mauá representa um quadro interessante pelo o fato de que possui todos os elementos típicos de um município multirreligioso. Fatores socioeconômicos diferenciam Mauá de outras cidades da Região, como São Caetano do Sul (SCS). Diferente de Mauá, a população de SCS é composta em sua maioria por católicos (76,3%), contra 5% de evangélicos pentecostais...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 31
    Johnny Bernardo

    O Pentecostalismo passa por um gradual processo de adaptação, de mudanças observadas por pesquisadores como os doutores Paul Freston e Ricardo Mariano. Paul observa que, pelo menos nos primeiros 40 anos de atuação no Brasil, o pentecostalismo (até então clássico) não havia ainda conseguido alcançar não mais do que algumas dezenas de membros em Estados do Norte, Nordeste, Sul e Sudeste....

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismo> Religiãol 26/06/2014 lAcessos: 27
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast