Oração Pública Diária

Publicado em: 28/06/2008 | Acessos: 1,054 |

Esta Oração Pública Diária destinar-se-á a ser celebrada no Presídio de Segurança Máxima da Papuda, no pátio nº 01, destinado às pessoas de elevada periculosidade criminal, na cidade de Brasília. Este grupo é composto de cem pessoas. Elas passam a maior parte do tempo em celas solitárias, devido a estrutura disciplinar e corretiva do sistema penitenciário; elas têm direito a 01 (uma) hora diária no pátio para tomar sol e duas oportunidades para receberem visitas durante o mês. Durante 4 (quatro) vezes ao mês elas têm acesso à sala de vídeo para assistirem filmes que procuram despertar um processo de recuperação para possível reintegração à sociedade. Semanalmente, têm acesso à uma lista de livros, quando podem escolher um livro e dedicarem-se à leitura. O que mais preocupa estas pessoas é a solidão com a qual se deparam todos os dias da vida; os momentos raros de alegria dos quais elas participam, são aqueles em que recebem visita dos familiares e podem tomar sol.

O local escolhido para a celebração foi o pátio, devido a associação psíco-social que este lugar representa para estas pessoas. As cadeiras e os demais utensílios serão preparados da forma mais simplificada possível, objetivando que os benefícios do ambiente sejam amplamente aproveitados pela comunidade; sentindo-se ela, bem aconchegada. Conseguimos com o Diretor do Presídio a permissão da inclusão neste ato celebrativo, dos familiares. Entretanto, por medida de segurança , o Diretor liberou apenas um familiar de cada memmbro da comunidade. Se casado, então será a esposa; caso seja solteiro, então será a mãe ou o pai, segundo a conveniência de cada família. Portanto, teremos 200 pessoas na celebração.

A celebração intitulada "Solitários, mas nunca sozinhos", ocorrerá no dia 07 de fevereiro de 2004, às 08.00 hs. Nestes dias que antedecem o início da Quaresma desenvolveremos esta celebração tendo como momento inspirativo a jornada dos dois discípulos no Caminho de Emaús quando eles estavam se sentindo solitários, mas logo descobriram que não estavam sozinhos, o Senhor Jesus caminhava com eles.

Esta celebração terá a duração de 60 (sessenta minutos).

A celebração será coordenada pelo capelão do presídio e contará com uma equipe litúrgica, composta de alguns membros da comunidade e outros do grupo de familiares.

Os familiares farão um momento pré-introdutório que servirá como ponte entre a situação cotidiana vivenciada pela comunidade e a celebração. Este momento será constituído pela ação de cada familiar ir buscar o seu parente, membro desta comunidade, na própria cela e conduzí-lo ao pátio. Um grupo de familiares formou um coral. Haverá uma coreografia que será apresentada por um outro grupo de familiares no momento das orações , intitulada "Não temas, Eu Não te deixarei sozinho".

Quando os familiares acompanhados dos membros da comunidade estiverem entrando no pátio, ao som do piano, cantarão suavemente o Hino "Sou teu companheiro". Após o momento da coreografia que será apresentada, cada familiar entregará ao membro da comunidade, um objeto do próprio lar que servirá de instrumento de conexão, entre ele e a família; este gesto terapeuticamente agirá sobre a sua vida nos momentos de solidão.

Observar-se-á no cortejo para a entrada dos membros da comunidade e respectivos familiares, no lugar da celebração, uma chuva de pétalas, com o propósito de que a fragância das flores, aja como instrumento inseridor do sentimento de liberdade, assim operacionalizado a sensação de libertação da solidão e, construindo a imagem que estará sempre associada ao pátio de que eles estão se sentindo solitários, mas nunca estarão sozinhos. Que esta imagem do companheirismo dos familiares seja instrumento que revele à comunidade, o Companheiro Por Excelência: Jesus de Nazaré!

Oração Pública Diária

(Formal)

Acolhida

O Pastor Capelão dará os bem-vindos a todos.

Ingresso

(Salmo 70.1b)

P.: Senhor, apressa-Te em ajudar!

C.:Eu porém estou aflito e necessitado: apressa-Te por mim , ó Deus; Tú és o meu Auxílio e o meu Libertador: Senhor, não Te detenhas.

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

(Salmo 57.2a)

P.: Clamarei ao Deus Altíssimo!

C.:Ao Deus que por mim tudo executa!

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

P.: Invoquemos ao Senhor, para que Ele nos dê solidariedade em nossa caminhada e a Sua Presença!

C.: Amém.

Salmódia

Canto do Salmo: 68.3-6

Alegre-se os justos,

E se regozijem na presença de Deus

E Folguem de alegria.

Cante, o justo, a Deus

Cante louvores ao Seu Nome,

Pois o Seu Nome é Já

Exulte, o justo, diante d'Ele!

Ele é Pai de órfãos e juiz de viúvas,

Ele é Deus no Seu lugar santo.

Deus faz que o solitário viva em família,

Liberta aqueles que estão presos em grilhões,

Mas os rebeldes habitam em terra seca.

Cânticos

A tua solidão tem cura

Divino Companheiro

Companheiro de Todas as Horas

Leitura Bíblica

Evangelho Segundo Mateus 25.34-36

Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, Benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Porque tive fome e deste-me de comer; tive sede e destes-me de beber; era estrangeiro e hospedaste-me; estava nu e vestistes-me; estive na prisão e fostes ver-me.

Reflexão

Equipe Litúrgica: - Bom é estar em silêncio e esperar na salvação que vem do Senhor (Lm.3.26)!

P. : Estejamos em silêncio e escutemos os ecos da Palavra do Senhor em nosso coração!

Responso Breve

(Salmo 4.4,6-8)

P.: Pertubai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama e calai-vos.

C.: Puseste alegria no meu coração, mais do que o tempo em que se multiplicaram o seu trigo e o seu vinho.

P.: Muitos dizem: Quem nos mostrará o bem?

C.: Senhor exalta sobre nós, a luz do Teu Rosto!

P.: Em paz também me deitarei e dormirei.

C.: Porque, só Tu Senhor, ma fazes habitar em segurança.

Cantico evangélico

Coral dos familiares: Canto do Benedictus.

Glória ao Pai

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Orações

Grupo de Familiares: Apresentação da coreografia "Não temas, Eu Não te deixarei sozinho".

Familiares: Entrega de um objeto do lar por parte de cada familiar ao membro da comunidade.

Capelão: Oração de consagração do objeto como símbolo do companheirismo de cada familiar.

Capelão e Comunidade: Dedicação de ação de Graças pelo fato deste companheirismo ser um sinal da Presença do Companheiro Por Exceleência: Jesus de Nazaré, na vida de todos os presentes!

Bênção

P.: Abençoe-nos Deus, o Todo-Poderoso: pai, Filho e o Espírito Santo.

C.: Amém.

P.: Que o Companheiro Por Excelência, Jesus de Nazaré, em todas as horas, remova as angústias da solidão e renove o sentimento da solidariedade na caminhada da vida!

Oração Pública Diária

(Informal)

Acolhida

Bem-vindos pelo Capelão.

Relaxamento

Embora caminhemos como solitários na caminhada da vida, mas o sol sempre está lá em seu lugar cumprindo com o seu papel. Convite a sentir o sol, lembrando-se de que o Sol da Justiça, Cristo Jesus sempre estará conosco e cumprirá com as Suas prerrogativas.

Salmo do Dia

Capelão:Salmo: 68.3-6

Alegre-se os justos,

E se regozijem na presença de Deus

E Folguem de alegria.

Cante, o justo, a Deus

Cante louvores ao Seu Nome,

Pois o Seu Nome é Já

Exulte, o justo, diante d'Ele!

Ele é Pai de órfãos e juiz de viúvas,

Ele é Deus no Seu lugar santo.

Deus faz que o solitário viva em família,

Liberta aqueles que estão presos em grilhões,

Mas os rebeldes habitam em terra seca.

Silêncio

Capelão: Tenhámos um momento de silêncio e escutemos o eco da Palavra do Senhor em nossa vida!

Oração de Intercessão

Se alguém quiser consagrar um objeto familiar no altar para deixar com o seu parente, objetivando a lembrança de que ele não está sozinho nesta caminhada e de que este simbolismo revela o Companheiro Por Excelência - seja bem-vindo para fazer!

Pai-Nosso

O Capelão convida a todos para orarem o Pai-Nosso.

Bênção

Canto:

Abençoe-nos, Ó Senhor e despede-nos na Tua Santa Paz!

E todo o povo diz : Amém! (2x)

Oração Pública Diária

Esta Oração Pública Diária destinar-se-á a ser celebrada no Presídio de Segurança Máxima da Papuda, no pátio nº 01, destinado às pessoas de elevada periculosidade criminal, na cidade de Brasília. Este grupo é composto de cem pessoas. Elas passam a maior parte do tempo em celas solitárias, devido a estrutura disciplinar e corretiva do sistema penitenciário; elas têm direito a 01 (uma) hora diária no pátio para tomar sol e duas oportunidades para receberem visitas durante o mês. Durante 4 (quatro) vezes ao mês elas têm acesso à sala de vídeo para assistirem filmes que procuram despertar um processo de recuperação para possível reintegração à sociedade. Semanalmente, têm acesso à uma lista de livros, quando podem escolher um livro e dedicarem-se à leitura. O que mais preocupa estas pessoas é a solidão com a qual se deparam todos os dias da vida; os momentos raros de alegria dos quais elas participam, são aqueles em que recebem visita dos familiares e podem tomar sol.

O local escolhido para a celebração foi o pátio, devido a associação psíco-social que este lugar representa para estas pessoas. As cadeiras e os demais utensílios serão preparados da forma mais simplificada possível, objetivando que os benefícios do ambiente sejam amplamente aproveitados pela comunidade; sentindo-se ela, bem aconchegada. Conseguimos com o Diretor do Presídio a permissão da inclusão neste ato celebrativo, dos familiares. Entretanto, por medida de segurança , o Diretor liberou apenas um familiar de cada memmbro da comunidade. Se casado, então será a esposa; caso seja solteiro, então será a mãe ou o pai, segundo a conveniência de cada família. Portanto, teremos 200 pessoas na celebração.

A celebração intitulada "Solitários, mas nunca sozinhos", ocorrerá no dia 07 de fevereiro de 2004, às 08.00 hs. Nestes dias que antedecem o início da Quaresma desenvolveremos esta celebração tendo como momento inspirativo a jornada dos dois discípulos no Caminho de Emaús quando eles estavam se sentindo solitários, mas logo descobriram que não estavam sozinhos, o Senhor Jesus caminhava com eles.

Esta celebração terá a duração de 60 (sessenta minutos).

A celebração será coordenada pelo capelão do presídio e contará com uma equipe litúrgica, composta de alguns membros da comunidade e outros do grupo de familiares.

Os familiares farão um momento pré-introdutório que servirá como ponte entre a situação cotidiana vivenciada pela comunidade e a celebração. Este momento será constituído pela ação de cada familiar ir buscar o seu parente, membro desta comunidade, na própria cela e conduzí-lo ao pátio. Um grupo de familiares formou um coral. Haverá uma coreografia que será apresentada por um outro grupo de familiares no momento das orações , intitulada "Não temas, Eu Não te deixarei sozinho".

Quando os familiares acompanhados dos membros da comunidade estiverem entrando no pátio, ao som do piano, cantarão suavemente o Hino "Sou teu companheiro". Após o momento da coreografia que será apresentada, cada familiar entregará ao membro da comunidade, um objeto do próprio lar que servirá de instrumento de conexão, entre ele e a família; este gesto terapeuticamente agirá sobre a sua vida nos momentos de solidão.

Observar-se-á no cortejo para a entrada dos membros da comunidade e respectivos familiares, no lugar da celebração, uma chuva de pétalas, com o propósito de que a fragância das flores, aja como instrumento inseridor do sentimento de liberdade, assim operacionalizado a sensação de libertação da solidão e, construindo a imagem que estará sempre associada ao pátio de que eles estão se sentindo solitários, mas nunca estarão sozinhos. Que esta imagem do companheirismo dos familiares seja instrumento que revele à comunidade, o Companheiro Por Excelência: Jesus de Nazaré!

Oração Pública Diária

(Formal)

Acolhida

O Pastor Capelão dará os bem-vindos a todos.

Ingresso

(Salmo 70.1b)

P.: Senhor, apressa-Te em ajudar!

C.:Eu porém estou aflito e necessitado: apressa-Te por mim , ó Deus; Tú és o meu Auxílio e o meu Libertador: Senhor, não Te detenhas.

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

(Salmo 57.2a)

P.: Clamarei ao Deus Altíssimo!

C.:Ao Deus que por mim tudo executa!

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

P.: Invoquemos ao Senhor, para que Ele nos dê solidariedade em nossa caminhada e a Sua Presença!

C.: Amém.

Salmódia

Canto do Salmo: 68.3-6

Alegre-se os justos,

E se regozijem na presença de Deus

E Folguem de alegria.

Cante, o justo, a Deus

Cante louvores ao Seu Nome,

Pois o Seu Nome é Já

Exulte, o justo, diante d'Ele!

Ele é Pai de órfãos e juiz de viúvas,

Ele é Deus no Seu lugar santo.

Deus faz que o solitário viva em família,

Liberta aqueles que estão presos em grilhões,

Mas os rebeldes habitam em terra seca.

Cânticos

A tua solidão tem cura

Divino Companheiro

Companheiro de Todas as Horas

Leitura Bíblica

Evangelho Segundo Mateus 25.34-36

Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: Vinde, Benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.

Porque tive fome e deste-me de comer; tive sede e destes-me de beber; era estrangeiro e hospedaste-me; estava nu e vestistes-me; estive na prisão e fostes ver-me.

Reflexão

Equipe Litúrgica: - Bom é estar em silêncio e esperar na salvação que vem do Senhor (Lm.3.26)!

P. : Estejamos em silêncio e escutemos os ecos da Palavra do Senhor em nosso coração!

Responso Breve

(Salmo 4.4,6-8)

P.: Pertubai-vos e não pequeis; falai com o vosso coração sobre a vossa cama e calai-vos.

C.: Puseste alegria no meu coração, mais do que o tempo em que se multiplicaram o seu trigo e o seu vinho.

P.: Muitos dizem: Quem nos mostrará o bem?

C.: Senhor exalta sobre nós, a luz do Teu Rosto!

P.: Em paz também me deitarei e dormirei.

C.: Porque, só Tu Senhor, ma fazes habitar em segurança.

Cantico evangélico

Coral dos familiares: Canto do Benedictus.

Glória ao Pai

P.: Glória ao pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

C.: Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Aleluia.

Orações

Grupo de Familiares: Apresentação da coreografia "Não temas, Eu Não te deixarei sozinho".

Familiares: Entrega de um objeto do lar por parte de cada familiar ao membro da comunidade.

Capelão: Oração de consagração do objeto como símbolo do companheirismo de cada familiar.

Capelão e Comunidade: Dedicação de ação de Graças pelo fato deste companheirismo ser um sinal da Presença do Companheiro Por Exceleência: Jesus de Nazaré, na vida de todos os presentes!

Bênção

P.: Abençoe-nos Deus, o Todo-Poderoso: pai, Filho e o Espírito Santo.

C.: Amém.

P.: Que o Companheiro Por Excelência, Jesus de Nazaré, em todas as horas, remova as angústias da solidão e renove o sentimento da solidariedade na caminhada da vida!

Oração Pública Diária

(Informal)

Acolhida

Bem-vindos pelo Capelão.

Relaxamento

Embora caminhemos como solitários na caminhada da vida, mas o sol sempre está lá em seu lugar cumprindo com o seu papel. Convite a sentir o sol, lembrando-se de que o Sol da Justiça, Cristo Jesus sempre estará conosco e cumprirá com as Suas prerrogativas.

Salmo do Dia

Capelão:Salmo: 68.3-6

Alegre-se os justos,

E se regozijem na presença de Deus

E Folguem de alegria.

Cante, o justo, a Deus

Cante louvores ao Seu Nome,

Pois o Seu Nome é Já

Exulte, o justo, diante d'Ele!

Ele é Pai de órfãos e juiz de viúvas,

Ele é Deus no Seu lugar santo.

Deus faz que o solitário viva em família,

Liberta aqueles que estão presos em grilhões,

Mas os rebeldes habitam em terra seca.

Silêncio

Capelão: Tenhámos um momento de silêncio e escutemos o eco da Palavra do Senhor em nossa vida!

Oração de Intercessão

Se alguém quiser consagrar um objeto familiar no altar para deixar com o seu parente, objetivando a lembrança de que ele não está sozinho nesta caminhada e de que este simbolismo revela o Companheiro Por Excelência - seja bem-vindo para fazer!

Pai-Nosso

O Capelão convida a todos para orarem o Pai-Nosso.

Bênção

Canto:

Abençoe-nos, Ó Senhor e despede-nos na Tua Santa Paz!

E todo o povo diz : Amém! (2x)

Avaliar artigo
5
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 4 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/oracao-publica-diaria-466176.html

    Palavras-chave do artigo:

    oracao publica diaria

    ,

    opd

    Comentar sobre o artigo

    Porque devemos entender que os espíritos devem possuir algum tipo de corpo seja sútil ou denso? Os ciclos de entendimento determinam periodicamente o raciocínio com profundidade.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/01/2015
    JORGE FLOQUET

    Para tudo! Essa foi a solicitação que recebi para escrever sobre premonição. Então perguntei: posso pelo menos jantar, após uma jornada de trabalho? Não! Foi a resposta. Mas, como assim? Sim, pode! Mas seja rápido, pois não tenho muito tempo para lhe passar uma informação. Após, esse tempo e sem a higienização de um final de jornada veio a afirmativa. A humanidade passará por uma das maiores privações nos próximos meses!

    Por: JORGE FLOQUETl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/01/2015

    O que entendemos e o que se entende por Espírito? Segundo os teólogos e as grandes religiões, espírito é pela sua essência espiritual, um ser indefinido, abstrato, que não pode ter ação direta sobre a matéria, sendo-lhe indispensável um intermediário que é o envoltório fluídico, o qual, de certo modo; faz parte integrante dele. O que caracteriza essencialmente o espírito é a consciência, isto é, o eu, mediante o qual ele se distingue do que não está nele,...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/01/2015

    Os cientistas estudam há anos a formação do mundo, a origem do universo e como surgiu a vida na Terra. Temos a informar que segundo nossos estudos e conhecimentos viviam na Terra, seres estranhos, que mais se pareciam com macacos do que Homens, de modo que os estudiosos os chamam homens-macacos.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/01/2015 lAcessos: 13

    A benevolência para com os semelhantes, fruto do amor ao próximo, produz a afabilidade e a doçura, que lhe são a manifestação. A dor é uma bênção que de Deus envia aos seus eleitos, não vos aflijais, pois, quando sofrerdes, mas bendizei, ao contrário, o Deus todo-poderoso que vos marcou pela dor neste mundo para a glória do céu. Tudo se resume em paciência e doçura, dois atributos que todo ser humano poderá enfrentar no orbe em que vivemos. Por incrível que pareça os dicionários quando se ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 15/01/2015

    Ao iniciarmos esse artigo queremos definir o que seja religião. Uma palavra de derivação latina (religione) refere-se à crença na existência de uma força ou forças sobrenaturais, considerada(s) como criadora(s) do Universo, e que como tal deve(m) ser adorada(s) e obedecida(s). A manifestação de tal crença por meio de doutrina e ritual próprios, que envolvem, em geral, preceitos éticos. Virtude do homem que presta a Deus o culto que lhe é devido.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 13/01/2015

    Uma pergunta de poder eminente, mas com escolho em virtude da nossa neofiticidade em termos de história, e pela deficiência de alguns em termos de etiologia, ou mesmo da etimologia das palavras. Na concepção mais usual, igreja significa templo cristão. Palavra que deriva do grego enklesía, assembleia de cidadãos, assembleia de fiéis, e do latim eclesia. Outras sinonímias estão assim delineadas: "autoridade eclesiástica, a comunidade dos cristãos, o conjunto de fiéis ligados pela mesma ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 11/01/2015

    Uma expressão muito falada nos dias atuais, mas que poucas pessoas conhecem o seu significado, e qual a origem desse jargão. Um clichê popular muito usado no Brasil em muitas ocasiões e principalmente por professores e pessoas de uma cultura elevada. Segundo os ensinamentos da história da humanidade, por um espaço de aproximadamente 2000 anos, desde Abraão, ou, pelo menos, desde Moisés, praticou Israel a cerimônia do bode expiatório.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Religião & Esoterismo> Religiãol 09/01/2015
    Alberto Matos

    Cada ser vivo, cada atitude, cada sentimento, cada idéia, cada objeto e cada coisa na vida possui os seus aspectos relevantes. São estes aspectos relevantes que caracterizam e realçam as pessoas, atitudes, sentimentos, idéias, objetos e outras coisas mais. Destituí-las de tais aspectos relevantes é produzir um esvaziamento de significado e atrofiá-las quanto à própria existência. Ao analisar-se o Culto com Ceia do Senhor tem se detectado um esvaziamento quanto aos seus aspectos relevantes.

    Por: Alberto Matosl Educação> Ensino Superiorl 19/02/2011 lAcessos: 603
    Alberto Matos

    Estão de parabéns todas pessoas que se envolveram e permitiram a possibilidade da existência do Brazilian Day Orlando. Congratulamo-nos com todos aqueles que contribuiram direta ou indiretamente para que esta festa acontecesse. A todos aqueles que se empenharam para expor os seus produtos, para comercializarem os quitutes de nossa cozinha tupiniquim. Parabenizamos a todos os brasileiros que sairam de seus lares para cantar, tocar, animar, marcar a sua presença, prestigiar o evento. Em especial,

    Por: Alberto Matosl Arte& Entretenimento> Artel 19/02/2011 lAcessos: 89
    Alberto Matos

    Zelo sem entendimento, entendimento sem zelo e entendimento com zelo. Esta sentença resume a presente situação vivenciada pelo Apóstolo Paulo neste artigo.

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 06/06/2009 lAcessos: 152
    Alberto Matos

    O texto relata que Jesus nasceu numa manjedoura, porque não havia lugar na estalagem. A idéia que captamos é a idéia do lugar inadequado, sinônimo de frustrações, tristezas, equívocos, sonhos despedaçados (primeiro filho numa gravidez inesperada e nestas condições) . Este texto retrata um pouco de cada um de nós em nossa caminhada diária, diante das circunstâncias da vida.

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 06/06/2009 lAcessos: 318
    Alberto Matos

    A sua tese de doutorado intitulou-se: "Intimidade Com O Pai: Chave Essencial Para a Oração Eficaz". Foi com esta tese aprovada com Lauda que Ana recebeu o seu grau de Doutora em Intimidade Com Deus!Q. Examinemos o texto sagrado, nas jóias preciosas que nos oferece "Numa Divina Súplica ao Deus de Toda A Deidade":

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2009 lAcessos: 4,768 lComentário: 1
    Alberto Matos

    Em que consiste a alegria da vida? Em possuir coisas? Um patrimônio? Em recuperar coisas perdidas? A alegria da vida está centralizada em minha pessoa ou no serviço que posso desempenhar para o outro? O que é a alegria da partilha? Qual a verdadeira alegria da vida? Como compreender a alegria vivencial? Estas e outras respostas você achará neste artigo!

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2009 lAcessos: 2,896 lComentário: 2
    Alberto Matos

    O cristianismo nos Estados Unidos parece estar em crise. Pelo menos, este foi o enfoque de várias matérias sobre o declínio da fé nos Estados Unidos, publicadas em revistas e jornais de circulação nacional. O assunto sobre a fé nos Estados Unidos surgiu depois que o presidente Barack Obama, em entrevista coletiva, afirmou que os EUA não são mais um país evangélico, mas uma nação que abraça todas as religiões.

    Por: Alberto Matosl Religião & Esoterismo> Evangelhol 29/05/2009 lAcessos: 592
    Alberto Matos

    Após conviver com milhares de pessoas por quase três décadas em sala de aula, senti o desejo de colocar no papel princípios que tenho utilizado para com as pessoas especiais que tenho conhecido em cada curso que tenho ministrado. Durante este período, cada estudante tem me inspirado a ser uma melhor pessoa e um melhor professor. Tenho aprendido muito com eles.

    Por: Alberto Matosl Educação> Ensino Superiorl 21/11/2008 lAcessos: 9,700
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast