Ouvindo A Voz De Deus

25/04/2008 • Por • 27,290 Acessos

MEDITE: A voz do SENHOR ouve-se sobre as suas águas; o Deus da glória troveja; o SENHOR está sobre as muitas águas. A voz do SENHOR é poderosa; a voz do SENHOR é cheia de majestade. A voz do SENHOR quebra os cedros; sim, o SENHOR quebra os cedros do Líbano. Ele os faz saltar como um bezerro; ao Líbano e Siriom, como filhotes de bois selvagens. A voz do SENHOR separa as labaredas do fogo. A voz do SENHOR faz tremer o deserto; o SENHOR faz tremer o deserto de Cades. A voz do SENHOR faz parir as cervas, e descobre as brenhas; e no seu templo cada um fala da sua glória. Salmo 29:3-9

Estava folheando os albuns da nossa família, e comentavamos como os filhos cresceram e ficam diferentes. Neste mundo marcado pelos avanços científicos e tecnológicos, o ser humano tem enfrentado também estas mudanças, seja no campo existencial da diversidade, seja no campo da deficiência bem como o surgimento momentaneamente de novas oportunidades.
Apesar de todo o avanço tecnológico, o homem ficou para trás. Nunca temos tempo, estamos sempre entretidos com alguma coisa, é o corre-corre, quase ninguém pára, e desaprendemos a ouvir o semelhante.

Com os meios de comunicação descarregando sobre nós todo o tipo de informação, ficamos um tanto aluninados. Há barulho em toda a parte, tudo mundo fala e acaba calejando o ouvido. Contudo é realidade que fala-se muito das coisas que nos cercam e muito pouco das que estão dentro do nosso coração. Na verdade desaprendemos a ouvir, a escutar as pessoas, principalmente as que estão ao nosso redor. Pense bem, se não consequimos ouvir às pessoas que estão ao nosso redor, pertode nós, que vemos e tocamos, como poderemos escutar à Deus, cuja voz não impressiona os ouvidos.


O Senhor prefere Se mostrar quando o cicio é suave e tranqüilo, isto é na suavidade da brise. Para gente poder ouvir a voz de Deus, uma voz que não se ouve no barulho, uma voz que não se consegue ouve no vento, na tempestade, no terremoto, no fogo, porém nós só vamos conseguir ouvir a voz do Senhor, quando o cicio é tranqüilo e suave.

Quando oramos, falamos com Deus, mas quando calamos Deus fala conosco. Deus é absoluto, quando Ele se manifesta, a melhor atitude que podemos ter é calar. Quando calamos, Deus fala. Devemos fazer tudo o que está ao nosso alcance para nos colocar na presença de Deus, que já estava ali à nossa espera. E quando percebemos que nos aproximamos do Senhor e estamos diante d’Ele, devemos calar porque as palavras já não são necessárias; então podemos contemplar e desfrutar da maravilhosa presença do Senhor. Não temos idéia do quanto Deus nos cura e liberta neste momento de silêncio, quando só o amor transita.

PENSE: E SERÁ que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. Deuteronômio 28:1

ORE: Senhor! Dá-me um coração sensível a Tua voz e um espírito pronto a obedecer-Te. Fala Senhor! Fala ao meu coração. Não permita que o corre-corre me afaste de Ti e venham a impedir de ouvir a Tua Voz. Em nome de Jesus, amém! E SERÁ que, se ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra. Deuteronômio 28:1

Com Carinho
Rev. Ashbell Simonton Rédua

Perfil do Autor

ASHBELL SIMONTON REDUA

Teólogo Presbiteriano, Graduado em Teologia pelo Seminário Presbiteriano do Norte, especializado em Capelania pela Seminário Teológico do Nordeste, revalidado Teologia pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Pos-graduando em Direito Ambiental pela Gama Filho e graduando em Direito pela Faculdade Morais Junior - Mackenzie Rio.