Padre Ibiapina: O Homem

Publicado em: 28/03/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 1,435 |

Ibiapina: O Homem

Transcrição: Luiz Domingos de Luna*

Padre José Antonio de Maria Ibiapina, assim assinava aquele que o povo chamava de mestre Ibiapina, o maior missionário do Nordeste. Cujo centenário se celebrou em 1983. Hoje em dia ele está quase totalmente esquecido, mesmo no Nordeste, salvo em algumas comunidades rurais muito tradicionais em que se mantêm algumas devoções recomendadas por ele ou nas imediações de Santa Fé, perto de Arara, na Paraíba, onde foi sepultado. Cada ano em Santa Fé no dia 19 de fevereiro uma piedosa romaria reúne os últimos os últimos devotos do Padre Mestre.

Nada mais injusto do que o esquecimento em que caiu o grande missionário do sertão do Nordeste. Se tivesse tido continuadores, a face da igreja no Nordeste e no Brasil teria podido ser diferente. Mas a circunstância histórica não lhe foi favorável. Depois do Vaticano I, no Brasil a igreja entrou nos rumos da romanização e do ultramontanismo. Os bispos pediram a ajuda de religiosos europeus formados na mais estrita observância do Ultramontanismo. A Herança pastoral autóctona foi abandonada. Em torno à figura do maior e dos mais originais dos missionários do Nordeste, criou-se um silêncio de quase reprovação.

Ibiapina nasceu em 1806 numa fazenda perto de Sobral, no Ceará. O Seu pai era escrivão o público.   Seu pai teve parte ativa na revolução de 1824, conhecida como confederação do Equador, e foi fuzilado. O Seu irmão mais velho. Pela mesma razão. Foi preso na ilha de Fernando de Noronha onde morreu misteriosamente. Estudou dois anos no seminário de Olinda de 1823 a 1825. Mas não se entrosou e saiu. Entrou na faculdade de direito recém fundada e formou-se aos 26 anos, assumindo imediatamente a cadeira de direito natural na escola de direito.

No ano seguinte, aos 27 anos, ele é juiz de direito e chefe da polícia em Quixeramobim. Aos 28 é eleito deputado federal na constituinte de 1834. (...) Em 1855, dois anos depois da ordenação, deixa o Recife definitivamente para buscar a sua vocação no sertão. Deixa a igreja instalada da capital pernambucana que a ninguém para buscar o povo de Deus perdido nesse interior interessa. Então começa a sua vida missionária. Os últimos 28 anos de sua vida  vão fazer uma extraordinária carreira de missionário.

De 1860 a 1876 foram os anos da vida itinerante. A partir de 1876, Ibiapina, paralisado, instala-se em Santa Fé, continuando a dirigir asa suas  fundações à distância. Aí morre em 1883.

É mestre de Ordem, Ordem Santa Cruz, - Penitentes - Forania do Aurora no Estado do  Ceará, aos 28 dias do mês de março, 2009.

Bibliografia:

Ibiapina José Antonio de Maria, 1805 – 1883

                 Instruções espirituais do Padre Ibiapina/ José Comblin {organizador} – São Paulo: Ed. Paulinas, 1984.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/padre-ibiapina-o-homem-2062192.html

    Palavras-chave do artigo:

    padre ibiapina

    Comentar sobre o artigo

    Luiz Domingos de Luna

    Um breve relato sobre os mestres da Ordem Santa Cruz no cariri cearense.

    Por: Luiz Domingos de Lunal Religião & Esoterismo> Religiãol 06/04/2010 lAcessos: 133
    Luiz Domingos de Luna

    Uma Abordagem do rei do cangaço pela ótica do misticismo popular, com embasamento de literatura para os fins propostos - Oralidade perdida!

    Por: Luiz Domingos de Lunal Educação> Educação Onlinel 21/11/2011 lAcessos: 87

    Resenha sobre o livro do jornalista e escritor Lustosa da Costa.

    Por: Vicente Freitasl Literatural 09/04/2008 lAcessos: 2,201

    Um entendimento sobre características mundanas que determinam a personalidade de um deus Nefando, oposto ao Inefável Numinoso que é impossível de ser caracterizado por mentes ausentes da luz inumana.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 25/09/2014

    Receba conselhos para uma vida de sabedoria e vitória, cresça espiritualmente na presença de Deus e seja uma bençao para muitas pessoas!

    Por: Paulo Cicero Marculinol Religião & Esoterismo> Religiãol 19/09/2014
    radimel alonso favacho

    A observação e prática dos mandamentos bíblicos na torah, mais especificamente os seiscentos e treze dados por Deus a Moisés. Pôr de forma fulgente o entendimento que o contexto deixa, infelizmente, não de forma nítida a todos os leitores, a saber, dos mais simplórios aos mais doutos o que não o próprio Deus, mas Jesus Cristo quis transmitir ao jovem rico, encontrado no evangelho de Mateus 19:16 a 20¹

    Por: radimel alonso favachol Religião & Esoterismo> Religiãol 19/09/2014

    A vontade é algo que antecipa os pensamentos humanos. A vontade se origina na alma que é a mente externa e superior. Esta vontade superior nos textos, designada também como a vontade de deus, comprovam esta proposição.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/09/2014 lAcessos: 11
    Edison Candido Gonçalves

    As interpretações bíblicas servem tanto para o bem como para o mal. Seus textos contém mensagens maravilhosas como também relatos sangrentos, traições, adultérios, incestos e outras barbaridades. Será realmente a bíblia a palavra de Deus?

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Religião & Esoterismo> Religiãol 12/09/2014 lAcessos: 12

    A religião reúne o maior número de hipócritas e ignorantes da face da Terra e sendo ignorante também, pretendo neste texto abordar sobre religião.

    Por: EdeNickl Religião & Esoterismo> Religiãol 01/09/2014
    Flávio Oliveira

    Instituições religiosas que mantem atividades de assistência ao próximo no campo da educação, saúde e atividades previstas na constituição como de manutenção a vida podem optar por solicitar títulos de reconhecimento público, levando em consideração suas exigências e sua estrutura interna.

    Por: Flávio Oliveiral Religião & Esoterismo> Religiãol 01/08/2014

    A Letra Viva, é uma ótica colocado sobre os textos, que nos faz crer na possibilidade de que os mesmos tenham sido escritos utilizando-a, o que coloca o real entendimento diametramente oposto ao entendimento causado pela letra morta, ou interpretação ao pé da letra.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 01/08/2014 lAcessos: 17
    Luiz Domingos de Luna

    Uma peça de ficção sobre o mito do fim do mundo, quando a religião entra no campo da ciência o mito ganha força e a ciencia prova que a vida se faz com dados cientícios e não com dados mitológicos

    Por: Luiz Domingos de Lunal Religião & Esoterismo> Astrologial 20/12/2012 lAcessos: 26
    Luiz Domingos de Luna

    Dispõe sobre a falta de seriedade com a educação brasileira vetor básico para o desenvolvimetno do país

    Por: Luiz Domingos de Lunal Educaçãol 08/11/2012 lAcessos: 18
    Luiz Domingos de Luna

    Uma homenagem a um dos fundadores da Loja Maçônica Cavaleiros de Nova Aurora nº69 ,Paulo Eliomar do Nascimento pela passagem de seus 70 anos

    Por: Luiz Domingos de Lunal Literatura> Crônicasl 19/08/2012 lAcessos: 48
    Luiz Domingos de Luna

    Uma analise, questionamentos e contextualizaçao dos problemas educacionais no pais, partindo de premissas a lendas e mitos modernos para correlacionar melhor o contexto educacional ao acesso a linguagem da juventude

    Por: Luiz Domingos de Lunal Educação> Ensino Superiorl 28/07/2011 lAcessos: 41
    Luiz Domingos de Luna

    Uma problematizaçao sobre a necessidade de um contrato social bem feito a serviço da politica social

    Por: Luiz Domingos de Lunal Direitol 29/06/2011 lAcessos: 95
    Luiz Domingos de Luna

    A Onda fluitiva de informações na internet a formar o pósconceito, um edificio de partilha de conhecimentos, a interatividade uma luz a todos os habitantes do Planeta Terra

    Por: Luiz Domingos de Lunal Internet> Blogsl 23/04/2011 lAcessos: 32
    Luiz Domingos de Luna

    Uma problematização sobre lendas futuras - Segunda Eva - Em Aqaurius - Planeta ficticio onde o autor coloca novas possibilidades existencias ao pensar humano.

    Por: Luiz Domingos de Lunal Religião & Esoterismo> Religiãol 26/03/2011 lAcessos: 100
    Luiz Domingos de Luna

    Uma pequena trajetoria da Ordem Santa Cruz - Penitentes - à luz das trevas da imprensa conservadora.

    Por: Luiz Domingos de Lunal Religião & Esoterismo> Religiãol 16/03/2011 lAcessos: 66
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast