Superação

Publicado em: 28/05/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 5,011 |

SUPERAÇÃO

A superação representa para o ser humano uma barreira ultrapassada, obstáculos vencidos, mesmo com dificuldades. Nos dias atuais é perceptível a olhos vistos profundas e imensas alterações no comportamento das pessoas, quando enfrentam situações de morte na família, ou entre amigos. A palavra superação é de derivação latina superatione, cuja sinonímia representa o ato ou efeito de superar. Convém salientar que o maior enigma da vida é a morte, e o da morte é a vida. Vida e morte caminham juntas. São condições ou situações naturais de todo ser vivo. A morte antigamente era revestida de desesperos, desmaios, gritos, choros incessantes, diante de um corpo em estagnação biológica. Na realidade o materialismo ainda é o vilão desta situação escabrosa, se as pessoas estivessem espiritualmente mais elevadas não sofreriam tanto.

É um sentimento mais compatível de perda momentânea, visto que a indignação e revolta, a tristeza e a saudade estão se tornando mais compatível com a realidade. Com a imperfeição do ser humano e a sua ligação com a materialidade, os prazeres da vida, a saudade, a ausência acaba interagindo no ego das pessoas, vindo consequentemente o sentimento de ausência, dor e desespero. O ser humano espiritualizado sofre, porém em escala bem menor. Sabemos que não é tarefa fácil, mas devemos incutir nas pessoas, na família, na sociedade de um modo geral, de que a morte é uma fase natural da vida. Alguns pontos devem ser colocados para amortizar os efeitos da morte: descaso na educação dos filhos, o apego doentio, comportamento a indiferença, a ingratidão, o desrespeito para com nossos amigos e familiares. Toda separação, rompimento de alianças causam dores e sofrimentos. As preces, as orações e o tempo são responsáveis pelo abrandamento da perda. Não podemos colocar o egoísmo acima de todas as nuanças que acontecem pós-morte. As religiões agem diferentemente diante da estagnação biológica. Os mórmons afirmam que o sofrimento é parte da existência humana. É necessário que haja oposição para que exista crescimento, de acordo com a visão Mórmon da nossa existência mortal, revelada pelo Senhor através de profetas modernos. Ela pode, entretanto, ser aliviada através do poder do sacrifício de Jesus Cristo. Os Mórmons acreditam que o Salvador não morreu apenas para pagar por nossos pecados, mas também para tomar sobre si as nossas dores, sofrimentos e enfermidades (Alma 7: 11-12).

Os espíritas afirmam ser a morte uma passagem da vida material para a espiritual com a liberação do Perispírito do corpo inerte. Retirando-se as mortes abruptas o espírito sabe à hora certa de se despojar da matéria que voltará de onde veio do fluido cósmico ou universal. “O próprio Salvador foi um homem de dores e sofrimento, ainda assim Ele a alegria suprema de saber que estava em tom com Seu Pai e consolo naquele relacionamento único com Ele. Nós, também, podemos encontrar paz e certeza de que não seremos abandonados quando a morte de um ente querido nos atingir ou quando o arbítrio de algum colide com os planos para nossa própria vida”. Danuia diz que: “Descobriremos o significado da morte, compreendendo a infelicidade e a angústia por ela causada. Quando alguém falece, manifesta-se um choque intenso a que chamamos sofrimento. Exemplo: vocês perdem alguém a quem amava em quem haviam confiado e que suas vidas enriqueciam. Quando há sofrimento, sinais da pobreza do ser buscaram para ele um remédio, o remédio que a religião nos oferece, a unidade final de todos os seres humanos, com muitas teorias que lhe diz respeito. Buscamos inúmeras fugas para a angústia causada pela morte de alguém a quem amamos. Estas fugas são apenas vias sutis para que possamos esquecer-nos de nós mesmos. Nossa preocupação não diz respeito à morte, mas sim, ao nosso próprio sofrimento. “Só que o que acontece é que lhe chamamos de amor pelos mortos”. Quem não se ama um ser querido o amor, o carinho e o afago ficam para trás.

Na Páscoa celebramos a morte e ressurreição de Jesus Cristo. Transformar a morte em vida é um mistério de fé e uma experiência humana. Uma abordagem missionária do significado da morte e da vida eterna também em outros credos abre caminhos de diálogo e comunhão. Pinçamos de Joaquim Gonçalves: “Quando se fala que outras religiões têm seus "depósitos de fé", entendidos por seus adeptos como frutos de uma revelação sagrada, muitos cristãos ficam ainda um pouco assustados e se perguntam se também eles se salvam. Há quem prefira evitar confrontos com outros credos”. Também há quem se abra a um pluralismo e até ao sincretismo religioso, perdendo a identidade da fé cristã. De uma forma ou de outra, devemos reconhecer que todas as religiões expressam suas convicções, que impregnam a vida dos fiéis, através de tradições orais ou escritas, de dogmas e de rituais geralmente celebrados em contexto de festa e com total convicção de alcançar, de algum modo, a salvação. Já se foi o tempo em que muitos missionários consideravam os rituais de outras religiões, que algumas antropologias chamavam de primitivas, como coisas do demônio. Também passou o tempo em que se pensava que fora da Igreja não havia salvação, confundindo evangelização com imposição da cultura do evangelizador. Na verdade, Jesus prometeu aos Apóstolos o Espírito Santo que "lhes ensinaria todas as coisas" (Jo 14,26). Sabemos que o assunto é controverso, mas temos que nos render diante da fé. Inclusive a própria religião professada sem fé é morta. A fé e o conforto espiritual queiram ou não são os dois vetores para amenizar os sofrimentos que a morte proporciona. Todos os seres humanos são dotados de corpo etéreo e mental, por isso somos imortais. Achamos que a contestação distorce os fatos.

Na Epístola de Pedro ele diz: ‘Que Deus é dos vivos e não dos mortos. Deus é Espírito e se fomos criados a sua imagem e semelhança somos Espíritos também. O Espírito não morre o que se esvai é a matéria. Precisamos assimilar quando se fala em morto nos Evangelhos – Aqueles que estão no mundo praticando o mal, o desamor, tirando a vida de seus irmãos esses para Deus e Jesus Cristo, são os considerados mortos. Determinadas religiões aceitam, mas de uma forma diferente, pois Deus virá julgar os vivos e os “mortos”, a terminologia morto encontrada na Bíblia não significa a estagnação biológica ou o fim de tudo, pois se assim fosse os que leem as palavras de Jesus não estariam entendendo nada. Quando Jesus convidou um jovem a segui-lo, ele em companhia de Pedro, João e Thiago se dirigiam ao Monte Tabor para a transfiguração onde conversou com os Espíritos de Elias e Moisés que haviam vivido milênios atrás, o jovem respondeu: “Mestre não posso, pois tenho que enterrar meu pai, Jesus então respondeu: “Deixai que os mortos enterrem seus mortos”. Como pode um morto enterrar outro? Para um bom entendedor duas palavras bastam. Devemos para superar os sofrimentos causados pela morte fortalecer o nosso coração e partir para a superação. Pensem nisso!

ANTONIO PAIVA RODRIGUES-MEMBRO DA ACI E DA ALOMERCE

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-artigos/superacao-942277.html

    Palavras-chave do artigo:

    morte vencer o medo traumas

    Comentar sobre o artigo

    Escritorcampos

    Doutor Pascola, vulgo Anaconda, fora um te­nente do exército brasileiro, onde tratava dos caninos da tropa, e nas horas vagas exercia em paralelo a profissão de cirurgião dentista com placa de reclame e tudo mais.

    Por: Escritorcamposl Literatura> Crônicasl 06/05/2010 lAcessos: 556
    Escritorcampos

    Ao pretenso profissional de sucesso... em poemas, rimas e poesias, e sem a fobia do dia-a-dia, juntos deixaremos de cismas, aplicando práticas e teorias, e tudo que esteja anexo. Começaremos pelo sorriso, sem causar espanto nem riso. São capítulos de pleno nexo. Desejamos vê-lo nas alturas. Com largo sorriso de sucesso! Dedicamos a você essa escritura. Não fique nessa abertura, pois, terá sucesso com fartura.

    Por: Escritorcamposl Marketing e Publicidade> Marketing Pessoall 04/03/2010 lAcessos: 182
    Escritorcampos

    Ao psicografar esta obra, o autor simultaneamente encontrava-se com sua mentora, conhecendo-a em projeção mental, enquanto descrevia seu biótipo, e o seu amorável encontro que se dava no centro de uma megalópole.

    Por: Escritorcamposl Religião & Esoterismo> Meditaçãol 06/05/2010 lAcessos: 563
    Romilda Aparecida Lima

    Este artigo tem como objetivo abordar alguns atributos da personalidade humana a fim de apontar alguns aspectos dos temperamentos de forma geral e a influência deles na vida dos cinco jovens que passam a conversar constantemente numa sala de chat. Além disso, para promover a discussão e a compreensão da abordagem mais adequada de entendimento sobre o nosso temperamento para com as demais pessoas, em se abordando as diferentes atitudes frente as mais diversas situações diárias vividas por todos.

    Por: Romilda Aparecida Limal Educação> Ensino Superiorl 19/11/2012 lAcessos: 163
    Escritorcampos

    Nesta obra de auto-ajuda, vamos falar sobre as várias vertentes do sucesso, criadas pelos estudiosos, que num resumo, dá-se pela psicologia prática, no campo do carisma, ou da empatia humana, ou pelo sistema neural de programação social.

    Por: Escritorcamposl Marketing e Publicidade> Marketing Internacionall 05/05/2010 lAcessos: 422
    Escritorcampos

    O amor é, o velho e decantado resumo de tudo o que há de melhor, é o filtro de todos os males humanos, por ele passam a inveja, a porfia, o ódio, a dor, a morte, a sabe­doria, a tolerância, até que se aproxime da paz, e finalize em Deus, pois, Deus é amor!

    Por: Escritorcamposl Psicologia&Auto-Ajuda> Auto-Ajudal 06/05/2010 lAcessos: 527

    Este artigo tem como tema "A importância dos contos para a formação de valores e o desenvolvimento psíquico Infantil", abordando, a relevância que a contação de história demonstra na dimensão lúdica nos aspectos que favorecem o desenvolvimento infantil. Apresenta uma abordagem teórica, que favorece a reflexão e análise do tema. O questionamento que motivou a escolha dessa temática foi: qual é a importância da fantasia no desenvolvimento infantil? A pesquisa bibliográfica fundamentou a elaboração

    Por: Vilma vianal Educação> Educação Infantill 27/02/2014 lAcessos: 209
    CHARLES ANDERSON RAMOS LORETI

    "Teve José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais". Gênesis 37.5 José tinha aproximadamente uns 17 anos quando Deus deu um sonho para a vida dele. Ele era apenas um adolescente e Deus o transformou no governador do Egito. Acima dele só estava Faraó. Os sonhos fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades. Somente os sonhos nos fazem suportar uma perda irreparável. Precisamos de sonhos para não ser escravos da culpa.

    Por: CHARLES ANDERSON RAMOS LORETIl Religião & Esoterismo> Evangelhol 06/03/2010 lAcessos: 425

    Este trabalho científico contempla de maneira sucinta a Educação Inclusiva e a importância do psicopedagogo na área social e educacional, em especial a inclusão das crianças e adolescentes no âmbito da educação do Ensino Infantil ao Ensino Superior como também as questões de fazer valer à integração das leis na educação e da concepção da Psicopedagogia na formação das pessoas com necessidades especiais no âmbito escolar e social, utilizando a Prática pedagógica, da afetividade, da dedicação e do

    Por: Maria Ivanilda Campos Pinheirol Educação> Educação Infantill 02/12/2011 lAcessos: 2,152

    A vontade é algo que antecipa os pensamentos humanos. A vontade se origina na alma que é a mente externa e superior. Esta vontade superior nos textos, designada também como a vontade de deus, comprovam esta proposição.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 16/09/2014
    Edison Candido Gonçalves

    As interpretações bíblicas servem tanto para o bem como para o mal. Seus textos contém mensagens maravilhosas como também relatos sangrentos, traições, adultérios, incestos e outras barbaridades. Será realmente a bíblia a palavra de Deus?

    Por: Edison Candido Gonçalvesl Religião & Esoterismo> Religiãol 12/09/2014

    A religião reúne o maior número de hipócritas e ignorantes da face da Terra e sendo ignorante também, pretendo neste texto abordar sobre religião.

    Por: EdeNickl Religião & Esoterismo> Religiãol 01/09/2014
    Flávio Oliveira

    Instituições religiosas que mantem atividades de assistência ao próximo no campo da educação, saúde e atividades previstas na constituição como de manutenção a vida podem optar por solicitar títulos de reconhecimento público, levando em consideração suas exigências e sua estrutura interna.

    Por: Flávio Oliveiral Religião & Esoterismo> Religiãol 01/08/2014

    A Letra Viva, é uma ótica colocado sobre os textos, que nos faz crer na possibilidade de que os mesmos tenham sido escritos utilizando-a, o que coloca o real entendimento diametramente oposto ao entendimento causado pela letra morta, ou interpretação ao pé da letra.

    Por: Alf Arianl Religião & Esoterismo> Religiãol 01/08/2014

    Os bons atos determinam a liberdade espiritual e material da criatura. É na vivência diária que ela constrói o seu céu ou o seu inferno por intermédio do uso do livre arbítrio.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Religião & Esoterismo> Religiãol 22/07/2014
    Instituto Teológico Gamaliel

    Por que será que muitas pessoas que entram e sentam em um banco de uma Igreja, não são mais tocadas e nem deixam Deus falar com elas? Quem sabe: elas estão com o coração fechados e ouvidos tapados, ao ponto, de sentirem ...

    Por: Instituto Teológico Gamaliell Religião & Esoterismo> Religiãol 21/07/2014 lAcessos: 12
    Werkson Azeredo

    RESUMO Na visão Paulina o nascimento de Cristo ocorreu em momento oportuno "Plenitude dos tempos" que viria a favorecer a propagação da Fé cristã, porém Jesus foi uma figura controversa em seu contexto amado pelas massas, mas em constante conflito com os líderes Judaicos o que culminará na sua crucificação e morte de Jesus, evento relatado nos quatro evangelhos (Mt. 27.45-56; Mc. 15.33-41; Jo 19.28-30), contudo Jesus Ressuscita provando ser o messias, ressuscitando vencera a morte, sendo agora c

    Por: Werkson Azeredol Religião & Esoterismo> Religiãol 20/07/2014 lAcessos: 22

    Alvitrei com meu amor para nós proclamarmos a felicidade, Explorei grandes atitudes de um ser Cireneico com paz e alegria, A bondade em meu coração seria como um bordão de raridade, Consciencialmente substanciado no amor ao próximo e não na revelia. Contributivo com amor a transmitir reguei tudo sem belicosidade… Deotropismo uma bela palavra que me imantou com imensa simpatia. Dileto amigo ajude-me a ultrapassar o caminho espinhoso com agilidade,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/09/2014

    Encontrei meu amor mesmo com uma ânsia sem medidas. Na luta diária e nos entraves que nos envolvem esqueci que estava só… Nos olhares das pessoas indiscretas o mal se afigura como raios flamejantes. Não permita que o orgulho tome conta do seu ser, pois este mal afeta o amor e, consequentemente o coração. Eu posso afirmar de viva voz que ao te encontrar conheci por acaso, aliás, foi o acaso mais lindo da minha vida. Para se amar verdadeiramente hoje em dia, é preciso que o amor seja provado e sen

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 08/09/2014

    Antes mesmo do descobrimento do nosso país, ele já era habitado pelos silvícolas. Os estudiosos das civilizações antigas, pesquisadores, arqueólogos chegaram às descobertas pré-históricas, que foram executadas por meio de escavações e análises minuciosas, e, através, desses estudos calcularam que entre os anos 40 mil e 12 mil a.C., já existiam os povos nômades, caçadores e pescadores que usavam utensílios artesanais rudimentares, para as suas sobrevivências.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 25/08/2014

    A vida é virtuosa, a morte traiçoeira, uma traz virtudes, anseios, felicidades, angústias e muita mais. A outra deixa o corpo inerte, a saudade consome e transforma a vida de muitos, e além do mais, se houver cremação sobram somente às cinzas. A vida sempre vencerá a morte, pois somos imortais e nos renovamos, através da reencarnação. Se a morte faz companhia desde o nascituro é porque nossos destinos sempre serão renovados por este ciclo que Deus criou para nós. A carne se putrefaz, mas o ...

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 13/08/2014

    Ao acessar o ninho de amor com êxtase total… Mostro com melindres meu amor e sensação… O destino que faz o nosso amor se tornar fatal… Reverbero por um dia de amor ardente de excitação.

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Poesial 12/08/2014

    Nas lições da vida temos muito que aprender, principalmente nas experiências adquiridas onde renasce o esplendor de sementes a sementes. Com a fraternidade nós regamos o saber que no somatório das experiências nasce e cresce com o sabor do conhecimento adquirido. O que somos hoje devemos aos nossos pais. Os pais não são construtores da vida, porém os mediadores dela, plasmando sob a divina diretriz do Senhor. Os pais humanos são os primeiros mentores da criatura. De sua missão amorosa, decorre a

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Notícias & Sociedade> Cotidianol 12/08/2014

    "Segundo Marco Antônio Villa em seu livro "Década Perdida" – Dez anos de PT (Partido dos Trabalhadores) no poder, estamos vivendo um tempo sombrio, uma época do vale-tudo. Desapareceram os homens públicos. Foram substituídos pelos políticos profissionais. Todos querem enriquecer a qualquer preço. E rapidamente. Não importam os meios. Garantidos pela impunidade, sabem que, se forem apanhados, têm sempre uma banca de advogados, regiamente paga, para livrá-los de alguma condenação. São anos marcado

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 01/08/2014

    Costuma-se dizer que a história é a narrativa metódica dos fatos notáveis ocorridos na vida dos povos, em particular, e na vida da humanidade, em geral, podendo ser o conjunto de conhecimentos adquiridos através da tradição ou por meio dos documentos, relativos à evolução, ao passado da humanidade. Ciência e método que permitem adquirir e transmitir aqueles conhecimentos, bem como, o conjunto de obras referentes à história,

    Por: Antonio Paiva Rodriguesl Literatura> Crônicasl 30/07/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast