Mesa Mediúnica - Uma Prática

Publicado em: 05/02/2010 |Comentário: 1 | Acessos: 1,222 |

        MESA MEDIÚNICA - UMA PRÁTICA

                                               Luiz Gonzaga de Sousa

Os trabalhos mediúnicos são muito cobiçados por aqueles que querem conhecer os mistérios da vida espiritual, as conversas com os espíritos, as manifestações que acontecem, as linguagens deles, e muitas outras maneiras de sentir que está perto do sobrenatural, do desconhecido. Esses tipos de coisas geralmente só acontecem em uma mesa mediúnica, onde os irmãos dão comunicação, falam sobre seus antepassados, sua história, e até revivem momentos desta vida que se passaram com eles e seus colegas e amigos, daí muitas pessoas se interessarem pelo espiritismo. É pensando nessa gente que se pretende mostrar o que acontece numa mesa mediúnica, sem mistério, sem invenções, e com nada de extra-normal, porque espiritismo é vida e não brincadeira com o outro mundo, isto é, dos espíritos.

Muitas pessoas pensam, até mesmo alguns dirigentes de Centro Espírita têm a idéia de que deve existir um trabalho em separado sobre o mediunismo, para conversar com os irmãos que querem dar sua graça, mostrar para a humanidade que eles existem, e estão prontos para ajudar, bem como pedir ajuda. Um trabalho mediúnico acontece em qualquer lugar, quando se está falando sobre os ensinamentos atribuídos a JESUS, porque os espíritos para muitos, são invisíveis e, neste momento, conscientizam-se de seu estado de sofrimento e dor, pois procuram o caminho mais correto a seguir. Outros, pela sua inferioridade, afastam-se por não conhecerem que ali está a sua libertação do mal, procurando outros companheiros para continuarem sua trajetória de orgulho, de inveja, de ódio, e de todo tipo de maledicência.

Observa-se que muitas pessoas quando chegam em um Centro Espírita, querem logo ser encaminhados para uma seção mediúnica, pensando em adentrar efetivamente nos trabalhos da espiritualidade, sem qualquer conhecimento sobre o que acontece do outro lado da vida e qual, é a sua participação neste processo todo. É com este pensamento que muitos irmãos caminham para os centros espíritas ou para os terreiros de umbanda, porque lá têm as exigências necessárias e suficientes para os primeiros contatos com o mundo espiritual, que não é o desvendar mistério sobre quem quer que seja. O trabalho com a espiritualidade é de entender o processo pelo qual toda humanidade espiritual ou material está envolvida, tentando ver a participação de cada um, porém continuar essa trajetória de evolução nas diversas encarnações vividas.

A celebração de um trabalho mediúnico é propriamente uma pregação, uma missa, um culto evangélico, ou uma palestra espírita, como acontece nas reuniões públicas que os Centros Espíritas promovem para mostrar os ensinamentos de transformação a todos que vão a sua procura, objetivando o seu bem-estar. Aí está sendo praticada uma reunião mediúnica, tendo em vista que os irmãos encarnados e desencarnados estão sendo doutrinados para o caminho de retidão, de felicidade, e de amor, que é o que todos procuram com muito esforço. Talvez o trabalho dos católicos, o culto dos protestantes, a reunião pública dos Centros Espíritas seja um trabalho de conscientização mais eficiente do que uma mesa mediúnica, onde os participantes estão apreensivos em sentir, ou ver uma presença espiritual que não é esta a proposta efetiva.

Tudo isto remonta o ser humano a pensar no trabalho efetivo de uma mesa mediúnica que é a prática de um contato direto entre os espíritos e os membros de um trabalho de concentrações e preces para ajudar a alguém quanto a sua situação no outro lado da vida, e as dificuldades dos que estão desse lado. Em verdade, a mesa mediúnica   constitui um trabalho sério de ajuda aos irmãos do outro lado da vida, e não para satisfazer a  curiosidade daqueles que querem conhecer o mundo espiritual sem compromissos, e desejo de mudança. O extra-físico tem despertado em muita gente o anseio de saber algo de alguém que já se foi, tentando saber se o outro lado da vida é melhor do que este, ou até mesmo de como ganhar na loto, ou na loteria esportiva, ou de alguma forma, de como arrumar um casamento.

Um trabalho em uma mesa mediúnica é um momento onde se pode compreender bem melhor o relacionamento do mundo físico/corpóreo com o mundo extra-físico/espiritual, porque neste ambiente existe uma assepsia condigna neste relacionamento entre os espíritos e as almas que querem se comunicar. Uma atividade mediúnica pode ser exercida em qualquer lugar, mas para que haja um melhor entrosamento das vibrações, e que o mal não supere o bem, dada a assistência envolvida, faz-se necessária uma mesa mediúnica, em um Centro Espírita. Como é que funciona um Centro Espírita, quanto a um trabalho mediúnico? Quais são os passos que são seqüenciados quanto a um trabalho mediúnico? Como devem comportar os sensitivos na mesa, antes e depois do trabalho? A estas perguntas, vai-se tentar respondê-las a seguir.

Para compreender a questão do funcionamento de uma mesa mediúnica, inicia-se com um preparo de, no dia estar harmonizado e bastante bem consigo próprio para que as energias cósmicas fluam bem, isto significa dizer, não comer carnes vermelhas, não tomar cachaças, não fazer sexo, e nem se irritar por futilidades. Não existe uma proibição formal para que tal fato ocorra, mas sabe-se que uma pessoa ausente de tais tipos de atitude está fadada a um menor entrosamento entre o mundo material e o mundo espiritual, devido às condições do corpo físico. Neste dia, evitar contendas com os amigos próximos, com os familiares, tentando passar um dia de meditação é o ideal para que a interferência dos espíritos grosseiros, brincalhões, e maldosos, não possam participar desse trabalho tão sério.

Chegada a hora marcada pelo dirigente do trabalho, de comum acordo com a espiritualidade, abre-se a reunião com uma prece que traga fluidos salutares e benéficos para todos os participantes deste trabalho, tanto os encarnados como os desencarnados. A prece deve adentrar aos corações em uma integração total dos encarnados com o mundo espiritual, doando-se plenamente para que o desejo e a vontade de cada um sejam na verdade, satisfeitos em sua plenitude. Neste momento, deve-se pairar na tela do pensamento de cada participante toda a criação de DEUS à humanidade, isto é, os rios, o céu, as florestas, as rosas, as flores, o ar, e tudo aquilo que Ele deixou para todos, indistintamente de classe social e de religião a que participe.

Depois da prece dá-se o  início do trabalho, sendo indicado aquele que o coordenador da atividade sinta que tem condições (por hipótese), de levantar uma boa vibração à todos que estão participando desta bela labuta, conduzindo a atividade tal qual orienta o mundo espiritual necessita. A prece inicial deve ser declamada com muito amor, muita dedicação, e muito fervor, para que os irmãos pequeninos que chegarem naquele instante sejam recebidos com os braços abertos, sempre voltados para o bem de todos que precisam ser socorridos. Com a prece inicial, busca-se uma unicidade entre os espíritos e as almas participantes, tendo em vista que, mesmo os espíritos que não conhecem nada, ou quase nada de sua própria realidade, necessário se faz esclarecê-los de tal fato em uma festa de grande amor e dedicação.

Depois da prece inicial, faz-se uma chamada dos diversos nomes que vão passar pela vibração, ficando os sensitivos atentos, porque a espiritualidade já está trabalhando cada nome, tentando entender os problemas que cercam as pessoas que estão sendo anunciadas, e alguns outros que a espiritualidade trouxe. Em seguida, o coordenador da mesa faz uma vibração, e aqueles casos mais urgentes a espiritualidade faz tal trabalho a parte; entretanto, se existirem alguns irmãos que precisam se comunicar, ele é trazido à mesa, com a ajuda de um sensitivo de incorporação, conecta-se o processo. Neste instante, ele diz o que quer, ou o que sente, cujo coordenador orienta para que ele possa compreender a sua situação, libertando-se daquelas dores e sofrimentos que está passando, pela sua incompreensão do mundo espiritual.

Este trabalho transcorre dentro da hora marcada pelo coordenador que foi orientado pela espiritualidade para iniciar e findar na hora certa, isto é, o trabalho deve ser de uma hora e meia, conforme o tempo dos espíritos designados para esta atividade, porque o mundo espiritual também divide o seu tempo para outros encontros. Quando existe algum empecilho na execução do trabalho, ou melhor, quando aparece distúrbio de energia, os entrelaces mediúnicos não se encontram, eleva-se uma prece que se possam harmonizar, ou unificar as vibrações, sanando as situações adversas que circulam. O ideal é que cada sensitivo só receba no máximo dois espíritos sofredores, dado os desgastes que sofrem aqueles que têm a faculdade de incorporação, deixando tal agente com o seu corpo debilitado.

Trabalhando todos esses casos, o coordenador verifica o estado em que estão os sensitivos participantes para poder encerrar as atividades do dia, e se todos estão bem; assim, mais uma vez eleva-se uma prece de  encerramento do trabalho. É designada uma pessoa para a prece final, que a professa com o mesmo fervor que foi feita a prece inicial.  É necessário fazer um comentário final onde os videntes devem comunicar o que viram, o que sentiram, do mesmo modo a leitura das psicografias, comunicados, enfim do aproveitamento geral da reunião. Termina-se o trabalho para os encarnados, mas começa o trabalho da espiritualidade que levará os diversos irmãozinhos aos lugares indicados.

 

 

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 2 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/religiao-e-esoterismo-artigos/mesa-mediunica-uma-pratica-1826681.html

    Palavras-chave do artigo:

    mediunidade

    Comentar sobre o artigo

    Todos temos mediunidade, mas a mediunidade ostensiva poucos a tem. Para desenvolvê-la estamos fornecendo alguns passos neste pequeno curso. É necessário estar neste trabalho em uma casa espírita.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 28/02/2014 lAcessos: 75

    O artigo relaciona os fenômenos da projeção astral e da mediunidade, em vários aspectos.

    Por: Pablo de Salamancal Religião & Esoterismo> Religiãol 20/03/2013 lAcessos: 63

    Muitas pessoas não conseguem desenvolver a mediunidade, por quê? Há alguma razão para isto? Falta alguma coisa? O que fazer se esta pessoa deseja realmente este trabalho?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Meditaçãol 11/01/2011 lAcessos: 2,779 lComentário: 1

    Texto baseado na obra "Mecanismos da Mediunidade" de André Luiz, psicografia de F.C.Xavier. Todo médium verdadeiro deveria estudar esta obra.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 18/07/2010 lAcessos: 558

    Avalia-se a relação entre as capacidades anímicas e a sensibilidade mediúnica do ser humano, colocando-se também neste contexto as obras psicografadas.

    Por: Pablo de Salamancal Religião & Esoterismo> Religiãol 26/03/2013 lAcessos: 73

    Os médiuns precisam ser muito responsáveis pelo seu trabalho. A mediunidade é um serviço que prestamos a Deus, portanto precisa-se de muito amor, perseverança, vontade de ajudar o próximo, seja encarnado ou desencarnado.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 28/10/2009 lAcessos: 1,618

    A mediunidade não é coisa nova ou inventada pela Doutrina Espírita ao contrário ela sempre existiu em todas as épocas da vida da humanidade, é bom dizer que mediunidade é a comunicação com o mundo espiritual ou ponte entre os encarnados e desencarnados. Os profetas foram médiuns de intercâmbio com o mundo espiritual no velho e novo testamento e mais, qualquer pessoa que faz uma oração esta praticando a mediunidade, ou melhor, esta em comunicação com o mundo espiritual.

    Por: Luiz Tadeu vargasl Religião & Esoterismo> Religiãol 04/09/2011 lAcessos: 90

    Quantos tipos de mediunidade existem? Qual é a melhor? Como fazer para chegar a desenvolver bem a mediunidade?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 28/10/2009 lAcessos: 27,516 lComentário: 32
    Marcos Paterra

    No Brasil no século XX, tanto a Psiquiatria como o Espiritismo estavam em busca de legitimação, de seu espaço cultural, científico e institucional dentro da sociedade brasileira. Estavam ligados às classes urbanas intelectualizadas e defendiam diferentes visões e abordagens terapêuticas relacionadas à questão da mente e da loucura.

    Por: Marcos Paterral Religião & Esoterismo> Religiãol 24/10/2011 lAcessos: 238
    Marcos Paterra

    O surgimento da faculdade mediúnica não depende de lugar, idade, condição social ou sexo. Pode surgir na infância, adolescência ou juventude, na idade madura ou na velhice.

    Por: Marcos Paterral Religião & Esoterismo> Meditaçãol 05/08/2011 lAcessos: 504

    O SENHOR JESUS fala ao Espírito, mas este ainda se confunde com a matéria.

    Por: ADRASTIA ABNARAl Religião & Esoterismol 22/11/2014
    Prof. JV de Miranda Leão Neto

    Comentário da Escola de Aprofundamento Teológico (EAT) para a SEMANA LEWIS de 2014, realizada em Fortaleza, por alunos da Universidade Federal do Ceará.

    Por: Prof. JV de Miranda Leão Netol Religião & Esoterismol 12/11/2014 lAcessos: 11
    radimel alonso favacho

    Devemos mudar nossas atitudes através da mudança das informações que entram em nossas mentes ...

    Por: radimel alonso favachol Religião & Esoterismol 13/09/2014 lAcessos: 27
    JUNIOR OMNI

    Para afirmar que Jesus é um ser "CRIADO" por Jeová Deus, as "Testemunhas de Jeová" explicam o seguinte: Provérbios 8:22 - "JEOVÁ me possuiu no princípio de seus caminhos, desde então, e antes de suas obras". A "Bíblia" – "TRADUÇÃO DO NOVO MUNDO" traduz: "O próprio Jeová me produziu..." Dessa forma, as "Testemunhas de Jeová" querem dizer que Jesus teria sido criado. Mas, quando lemos todo o contexto, das palavras de Salomão, em provérbios, descobrimos que ele fala da "SABEDORIA" e não JESUS

    Por: JUNIOR OMNIl Religião & Esoterismol 25/08/2014

    Deus deu seu filho amado por amor di nós. Então, consequentemente entregou-lho, para que fosse crucificado. E tomaram a Jesus, e o levaram. João 19:16 Caro amigo tenha certeza que Jesus sofreu muito mais doque qualquer um de nós, mas tenha certeza que morreu na cruz do calvario foi pelo meu e teu pecado foi por amor. Que pessoa daria sua propria vida por amor por de um ladrão um adultero um pessoa escruida da sociedade foi ele portanto entrega seu problema pra ele.

    Por: marcio almeidal Religião & Esoterismol 31/07/2014
    Johnny Bernardo

    Em recente reportagem publicada no Gnotícias (Reportagem Especial: Cresce Relação de Protestantes com Políticas Ambientais), tecemos alguns pontos relacionados ao aumento da relação de evangélicos com políticas sociais de defesa do Meio Ambiente. O avanço do desmatamento, do aumento de poluentes e de doenças respiratórias decorrentes da intervenção humana na natureza é um alerta para toda a humanidade, para todos os credos, das diversas nacionalidades e culturas. O cientista Rajendra Pachauri...

    Por: Johnny Bernardol Religião & Esoterismol 26/06/2014 lAcessos: 24
    Francisco Eudes Rocha

    O desconhecido, o sobrenatural, o inconsciente vs subconsciente, que nunca o vemos ou podemos tocar, e que a maioria não sabe mesmo de onde exteriormente vem, é ou não o sobrenatural? As forças que atuam no cérebro, inconscientemente, para mover a máquina biológica humana na produção do duro marfim dos dentes, o processo da constituição de um ser no interior do ventre materno e sua força produzida para a ejaculá-lo para fora, deve ser entendido como ação do sobrenatural partindo do Eterno.

    Por: Francisco Eudes Rochal Religião & Esoterismol 26/06/2014 lAcessos: 53
    JUNIOR OMNI

    Tudo acabará... - O DINHEIRO de todas as nações acabará - As BANDEIRAS das nações desaparecerão - As DIVISÕES, as LUTAS, e todas as GUERRAS acabarão... - O CONFLITO entre os povos acabará... - A CORRUPÇÃO POLÍTICA acabará... - O ABORTO acabará... Não haverá mais crianças assassinadas no útero de suas mães. - A FOME e a MISÉRIA acabarão... - A ESCASSEZ, as DOENÇAS, as EPIDEMIAS, as PESTES, e todas as PRAGAS acabarão...

    Por: JUNIOR OMNIl Religião & Esoterismol 22/06/2014 lAcessos: 14

    O que é que os espíritos abnegados fazem no mundo espiritual? Quais são os tipos de trabalhos realizados em cima de cada centro? Aqui temos uma pequena noção do que os espíritos fazem.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 27/04/2014 lAcessos: 29

    As causas principais para as mortes prematuras dos bebês. Aqui temos algumas informações importantes e as causas principais.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 21/04/2014 lAcessos: 37

    Falta de estudos, falta de informações, analfabetismo, falta de força de vontade, a procura de um salvador da pátria faz com que a ingenuidade do povo brasileiro se torna alarmante a ponto de qualquer um tepeá-lo levando-o a sérios problemas.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 21/04/2014 lAcessos: 32

    Fé e crença não é a mesma coisa. Existem algumas diferenças. Elas estão interligadas e uma está em relação a outra. Veremos a diferença entre os dois conceitos.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 20/04/2014 lAcessos: 13

    Ele foi dar queixa à delegacia, mas os policiais não entenderam o que ele queria dizer, mas levaram uma ambulância para o socorro. Chegando lá a surpresa foi enorme.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Literatura> Ficçãol 18/04/2014 lAcessos: 26

    Quem era a mulher adúltera da Bíblia? O que realmente ela fez? Existia um culpado para que ela vives assim?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismol 16/04/2014

    O nosso pobre Chico fez uma programação espiritual, mas aqui chegando fez tudo errado. O que vai acontecer com ele agora?

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 09/04/2014 lAcessos: 19

    No começo a obsessão pode ter cura, mas se deixar muito tempo pode se tornar uma subjugação e a situação pode ficar muito mais difícil.

    Por: Henrique Pompilio de Araújol Religião & Esoterismo> Religiãol 09/04/2014 lAcessos: 24

    Comments on this article

    1
    lucia 26/10/2010
    gostaria muito de participar de um centro de mesa . pois tenho muita vontade de trabalhar assim .vcs pode me indicar algun?
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast