Caminhada: Simples e Eficaz

Publicado em: 21/08/2010 |Comentário: 0 | Acessos: 496 |

INTRODUÇÃO

De acordo com Silva (2006), uma atividade física bastante popular por seu fácil acesso é a caminhada, que hoje é a modalidade mais praticada no mundo, já que praticamente não exige custo algum e pode ser realizada em qualquer lugar, seja na rua, na praia, no campo, nos parques, ou em ginásios, e mesmo sendo tão simples apresenta inúmeros benefícios do ponto de vista físico e psicológico. O exercício de caminhar não significa, simplesmente, sair andando por aí. Existem regras básicas que devem ser observadas para que os benefícios sejam alcançados.

Um problema que essa modalidade enfrenta é que inúmeras pessoas, menos esclarecidas carecem de informações a respeito da caminhada e suas delimitações. A inatividade física é uma característica das sociedades modernas, onde o progresso e a tecnologia afastaram a necessidade da atividade física vigorosa, antes fundamental para a sobrevivência do ser humano. O sedentarismo vem sendo considerada a doença do novo milênio e que é definida como a falta ou a grande diminuição da atividade física e, esta por sua vez, está relacionada com o estilo de vida do indivíduo.

A justificativa para esse trabalho reside no fato de que diversas pessoas carecem de informações a respeito da caminhada e conseqüentemente dos seus benefícios, naturalmente se torna necessário a publicação de artigos dessa natureza, a fim de que haja motivação por parte das pessoas que estão estagnadas do ponto de vista físico.

A utilização de campanhas públicas, por parte do Governo Federal, para incentivar todas as pessoas que não praticam atividade física se torna muito importante, uma vez que o custo-benefício para tal seria bem menor do que o que é gasto atualmente com as patologias clínicas decorrentes do sedentarismo. Sendo assim essas campanhas iriam de encontro não somente as pessoas que são bem informadas e interadas no meio em que vive, mas principalmente a aquelas pessoas que por motivos diversos, não tem acesso a informações primordiais, para ter uma vida saudável e naturalmente ter qualidade de vida.

O objetivo desse artigo é ressaltar os benefícios da caminhada e sua amplitude na vida das pessoas de um modo geral, mostrando também os prejuízos do sedentarismo.

 

 

METODOLOGIA

 

Esse trabalho foi realizado inicialmente a partir de uma revisão bibliográfica a respeito do tema proposto, logo em seguida foi utilizado como base o projeto de pesquisa: Os Benefícios da Caminhada. Posteriormente, um questionário foi elaborado a fim de que os conhecimentos a respeito da caminhada e sua amplitude na vida das pessoas fosse enriquecido, o mesmo continha nove questões simples e objetivas vinculadas ao tema, direcionadas a dez pessoas, no mês de Junho de 2010 no município de Teófilo Otoni / MG, que praticam a caminhada há no mínimo seis meses. Tais pessoas foram escolhidas de ambos os sexos e de forma aleatória, a única restrição imposta era o indivíduo ter no mínimo dezoito anos. A preservação e o bem-estar dos entrevistados estão acima de qualquer outro interesse com esse artigo.

 

DISCUSSÃO

 

A atividade física vem sendo discutida, já há alguns anos, tal a sua importância na vida das pessoas. Miller (1976), afirma que, homens e mulheres estão sujeitos às tensões humanas, mas são capazes de encontrar a forma de se libertarem delas sem excessiva ansiedade. Sendo assim, a atividade, de preferência física serve como meio de se livrar das irritações provenientes do cotidiano.

Na atualidade o ser humano vive em um regime muito cansativo e desgastante em suas atividades diárias; seja no trabalho, na escola, em casa ou em qualquer outro lugar, onde ele esteja, está sempre preocupado com algo ou alguém diretamente relacionado ao seu dia-dia. Como conseqüência disso percebe-se que cada vez mais as atividades físicas são buscadas como forma de aliviar o estresse diário, relaxar o corpo e principalmente melhorar a saúde e a qualidade de vida das pessoas praticantes. Naturalmente a caminhada é a opção mais utilizada para aliviar as tensões do dia-a-dia e conseguir obter qualidade de vida de uma maneira simples e eficaz.

Os médicos geralmente recomendam aos seus pacientes as seguintes precauções antes de iniciar a prática da caminhada: deve-se escolher locais pouco poluídos e os melhores horários são antes das 10 horas e depois das 17 horas para se evitar os efeitos indesejáveis dos raios solares mais fortes. Prefira pisos macios quando possível, use roupas folgadas e de cores claras, use tênis leve, macio e apropriado, dispense roupas sintéticas. Tenha postura ereta com certa retração do abdômen, mantenha os braços descontraídos e em movimentos rítmicos.

O Projeto Vida Saudável ainda acrescenta alguns cuidados básicos na hora de se exercitar, tendo como foco a caminhada:

× Procure a supervisão de um profissional da área da Educação Física.

× Evite exercitar-se após as refeições. Depois de uma refeição pesada aguarde pelo menos duas horas antes de praticar exercícios mais fortes.

× Beba água (em doses pequenas) antes, durante e depois de uma sessão de atividades físicas - principalmente em dias quentes.

× Lembre-se de monitorar sua Freqüência Cardíaca.

× Verificar se o exercício não está sendo estressante.

× Use filtro solar.

× O ritmo é individual, mas é preciso ser constante e mais acelerado do que simplesmente passear.

× O esforço físico é constituído por sua intensidade, volume e freqüência semanal.

× A potencialização do efeito aeróbico é conquistado com uma freqüência girando entre 70% e 85% em relação a freqüência máxima.

× Alongamento antes, durante e depois da caminhada.

Diversos autores, como Wilmore e Costil (2001), Carpenter (2002), McArdle, Katch e Katch (2003), recomendam a prática de atividades aeróbias para as pessoas que visam a diminuição de gordura corporal. Um exemplo de exercício aeróbico eficiente em indivíduos predispostos a perder gordura corporal é a caminhada. Essa idéia vai de encontro a uma das perguntas que foram elaboradas a fim de discutir a prática da atividade física em questão. Quando indagadas sobre qual a motivação que elas tiveram para largar a vida sedentária e começar a praticar a caminhada, 50% dos entrevistados disseram que a  ‘'perda de peso'' foi o fator mais determinante para motivá-los a iniciar uma atividade física moderada (caminhada).

O que é exatamente qualidade de vida e qual seria o grau de prioridade desta discussão em um país onde milhões de pessoas não têm suas necessidades básicas atendidas? À primeira vista, parece uma discussão secundária, a ser feita apenas depois de cumpridas certas etapas. Mais ou menos como, por exemplo, discutir a qualidade do feijão apenas depois de garantir que haja feijão, inda que duro ou queimado. Uma outra possível reticência com o tema estaria vinculada aos seus aspectos subjetivos e suas variações culturais. Segundo Bôer (2002), qualidade de vida é a resposta do indivíduo para suas circunstâncias de vida, o equilíbrio entre estas circunstâncias e a habilidade para lidar com as mesmas. Em outras palavras: a habilidade entre o que você é e o que você quer na vida.

Para Pires et al, (1998), qualidade de vida diz respeito, a como as pessoas vivem, sentem, e compreendem seu quotidiano. Envolve, portanto, saúde, educação, transporte, moradia, trabalho e participação nas decisões que lhes dizem respeito terminam como vive o mundo. A espiritualidade não pode e não dever esquecida dentre os conceitos envolvidos na qualidade de vida, uma que é a expressão para designar a totalidade do ser humano enquanto sentido e vitalidade; significa viver segundo a dinâmica profunda da vida. Pesquisas provam que as experiências de caráter espiritual ajudam a melhorar a qualidade de vida.

O sedentarismo está sendo uma das principais preocupações da Organização Mundial de Saúde (OMS), devido à geração de doenças como a obesidade, aterosclerose, osteoporose, cardiopatias, diabetes entre outras. Entende-se por "boa qualidade de vida" a condição das pessoas não se sentirem limitadas para tarefas que desejam realizar por falta de condição física. Evidentemente uma pessoa que tenha bem desenvolvidas todas as qualidades de aptidão física estará preparada para qualquer tipo de esforço. A chave é manter-se sempre em atividade. As razões exatas para o efeito protetor da caminhada podem inicialmente não serem compreendidas, mas, com certeza, os efeitos positivos da mesma podem ser observados em poucos dias de treinamento.

Isaac Newton, através de uma das suas ‘'leis'' defende a idéia de que um corpo em repouso tende, por sua inércia, a permanecer em repouso, um corpo em movimento tende, por sua inércia, a manter constante sua velocidade, quanto maior a massa de um corpo maior a sua inércia, o quanto antes os sedentários se conscientizarem que devem se mover e começar a praticar uma atividade física melhor, pois se deixarem sempre pra ‘'depois'' ficará ainda mais difícil dar o 1° espaço. Os riscos para a saúde naturalmente só irão aumentar.

Segundo Lima (1998) para que uma atividade física possa desencadear melhoria do condicionamento físico e, principalmente, da função cardiopulmonar entre outras alterações orgânicas esperadas, é necessário apresentar intensidade, duração e freqüência semanais mínimas. É necessário ressaltar que atividade física não é ‘'vacina", que é aplicada uma vez na vida e os efeitos duram para sempre, se torna imprescindível a manutenção de qualquer atividade física para que a mesma desencadeie melhoria do condicionamento físico. Inúmeras pessoas praticam a caminhada apenas nos meses que antecedem o verão, os chamados ‘'atletas de verão'', querem recuperar o tempo perdido em um curto espaço de tempo, tal atitude analisando a longo prazo só serve para frustrar aqueles que a tomam.

De acordo com Lapas (2001), muitos especialistas concordam sobre a eficácia do alongamento depois de uma atividade física, no início, no final ou mesmo em intervalos durante a prática, nessas horas, os músculos estão aquecidos e assim podem ser alongados. Pode-se dessa forma diminuir o período de descanso de um músculo e ter grandes ganhos de flexibilidade. Esses ganhos podem melhorar e manter a variedade de movimentos, aumentar a recuperação e reduzir as dores musculares.

 

Indo de encontro com essa idéia e, de acordo com as respostas obtidas na entrevista, montou-se um gráfico, (Gráfico 1), no qual pode-se comparar, a porcentagem superior de pessoas que não realizam o alongamento, antes e após a prática da caminhada, em relação aos que praticam. Quase ninguém parece ter tempo ou paciência para manter um programa de alongamento regular, porque geralmente quando as pessoas acabam seus treinos, sejam eles com pesos ou aeróbicos, elas já estão loucas para tomar aquela chuveirada e ir embora para suas casas, o alongamento é encarado como apenas um detalhe na prática de atividade física. A prática correta do alongamento deve ser encarada como um complemento fundamental, para que se possa adquirir os benefícios que qualquer atividade física acarreta.

 

Para o Projeto Caminhada de Sorocaba, (2006), os benefícios da caminhada são divididos em dois aspectos. No aspecto psicossocial: aumenta a auto-estima, melhora a auto-imagem, diminui a depressão, mantém a autonomia, reduz o isolamento social, aumenta o bem-estar e alivia o stress. No aspecto físico: controle do peso corporal, melhora da mobilidade, melhora o perfil de lipídeos, aumenta a densidade óssea, melhora da resistência física, melhora a força muscular, melhora a resistência da insulina e diminui a pressão arterial.

Levando em consideração que cada um tem a sua individualidade biológica, naturalmente os benefícios que uma pessoa consegue a partir da caminhada não serão os mesmos de outro individuo, este pressuposto pôde ser comprovado a partir de uma questão especifica contida no questionário que foi elaborado: quais os benefícios que a prática da caminhada proporciona ou proporcionou a cada um dos entrevistados? Observou-se que suas respectivas respostas coincidiram com os benefícios da caminhada apontados pelo (Projeto Caminhada de Sorocaba, 2006), acima nos seguintes aspectos: aumento da auto-estima, alivio do stress, controle do peso corporal, diminuição da pressão arterial, melhora da mobilidade, além destes benefícios coincidentes, há outros que foram muito comuns nas respostas dos entrevistados, são eles: controle da respiração, ativação da circulação sanguínea e melhora do humor.

CONCLUSÃO

 

Mediante as discussões e idéias apresentadas no decorrer do artigo, apurou-se que aqueles que praticam a caminhada, encarando a mesma como atividade física e não apenas como um modo de sair andando por ‘'aí'', conseguem não apenas melhora do condicionamento físico, mas também mudanças significativas do ponto de vista psicológico. Como sugestão para outros estudos, pode-se destacar a quantificação dos benefícios da caminhada e sua amplitude na vida das pessoas que a praticam.

 

 

REFERÊNCIAS

 

 

CAPETER CS. Treinamento cardiorrespiratório. Rio de Janeiro: Sprint, 2002.

 

WILMORE JH, COSTILL D. Fisiologia do esporte e do exercício. 1ª ed. São Paulo: Editora Manole, 2001.

 

MCARDLE WD, KATCH FI, KATCH VL. Fisiologia do exercício: energia, nutrição e desempenho humano. 3ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003.NOVAES JV, VILHENA J. De Cinderela.

 

Miller, Benjamin F. Saúde Enciclopédia Médica Familiar. 8° Ed. Lisboa : 1976.

 

Lima, Dartel Ferrari Caminhada – Teórica e Prática. Rio de Janeiro : 1998.

 

Bôer, Hanneke M. de. Qualidade de Vida para Pessoas com Epilepsia. Disponível em: http://www.comciencia.br/reportagem/epilepsia. Acesso em: 09/06/10.

 

Organização Mundial de Saúde. Disponível em: http:// www.who.int/en. Acesso em : 07/06/10.

 

QUESTIONÁRIO

 

 

1. Quanto tempo dura a sua caminhada?

 

2. Você pratica a caminhada a quantos anos?

 

3. Você pratica o alongamento antes, durante e depois a sua caminhada?

 

4. Qual foi a sua motivação para iniciar a caminhada?

 

5. Quais os benefícios que você obteve com a caminhada?

 

6. A utilização de grupos, na sua opinião, é algo positivo ou negativo no âmbito da caminhada?

 

7. Você pretende alcançar outros níveis em se tratando de atividade física?

 

8. Você era sedentário antes de iniciar a caminhada?

 

9. Quantos dias da semana você pratica a caminhada?

 

 

 

 

________________________________

Autorizo a publicação das informações aqui contidas.

 

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 1 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/saude-artigos/caminhada-simples-e-eficaz-3092634.html

    Palavras-chave do artigo:

    palavras chave caminhada

    ,

    sedentarismo

    ,

    qualidade de vida

    Comentar sobre o artigo

    Fernando João de Jesus Santana

    RESUMO Este trabalho foi realizado através da pesquisa de campo, aplicando 30 questionários, que tratará da temática qualidade de vida como fatores sócio ambiental, o qual esta relacionada às questões ambientais, sociais, política, econômicas e culturais que interferem na vida de crianças da Escola Municipal Manoel de Paula Menezes Lima localizada na cidade de Lagarto/se, onde estas crianças e jovens possui uma vulnerabilidade social em linha geral, estas também possui suas condições não razoáve

    Por: Fernando João de Jesus Santanal Educação> Ciêncial 24/07/2011 lAcessos: 508
    Lorena Prado

    Este trabalho tem o objetivo de apontar os conceitos de treinamento funcional e os principais pontos positivos que ele pode trazer para os idosos levando em consideração as suas necessidades diárias e capacidades funcionais.

    Por: Lorena Pradol Educação> Ensino Superiorl 06/02/2013 lAcessos: 627

    Este artigo tem como objetivo esclarecer alguns mecanismos no processo da obesidade mórbida. Informar alguns aspectos orgânicos e psicológicos do processo de engordar, bem como, a importância de uma equipe com vários profissionais para o êxito da cirurgia gástrica.

    Por: Gilcenira Atalibal Saúde e Bem Estar> Nutriçãol 02/07/2010 lAcessos: 1,426

    Sentir-se abatido nos dias de hoje é algo comum, se considerarmos as condições de vida e trabalho impostas à sociedade. O estresse do ambiente profissional e do trânsito contribuem significativamente para esse desânimo diário. E quando o desânimo se torna uma tristeza aguda? E se a pessoa perde o sentido da vida? Bem, quando esses sintomas acontecem é necessário ficar em alerta. Certamente, é o alarme de sintomas de depressão soando alto.

    Por: O Caminho do Bem Estarl Saúde e Bem Estarl 16/11/2014

    A maioria, quase todas as doenças apresentam sintomas. Mas a psoríase por ser uma doença de pele e hereditária, não expõe muito seus sintomas. Quais são os sintomas da psoríase. Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Saúde e Bem Estarl 11/11/2014

    A psoríase é uma doença de pele que afeta não somente os adultos, como também as crianças. Umas das suas principais causas é a genética. Saiba mais!

    Por: Sayuri Matsuol Saúde e Bem Estarl 11/11/2014
    Mara De Souza Alves

    Receber o diagnóstico de câncer não é fácil. Por algum tempo a gente perde o chão, o rumo, os sonhos. Parece que vamos perder a vida... Game over... Fim de linha! Demora um tempinho até entendermos que, felizmente, hoje em dia o câncer tem cura (em muitos casos, pelo menos). E, como nem tudo são flores (e nem dores) a doença traz consigo a oportunidade de revermos o que realmente vale à pena. Essa reflexão rende um "bom pano para manga"...

    Por: Mara De Souza Alvesl Saúde e Bem Estarl 10/11/2014

    Vivemos em um país que, ainda que o chamemos de tropical, é continental. Isso significa que ele tem partes de seu território que ultrapassam a linha do trópico (no nosso caso, o de Capricórnio) e invade outras zonas climáticas. Não bastasse, temos regiões com diferentes altitudes ao longo de todo o território, indo desde o nível do mar até 2.000 metros.

    Por: 3xcelerl Saúde e Bem Estarl 10/11/2014

    Alimentar-se de forma saudável é essencial para a manutenção da saúde. Esta constatação já se tornou um senso comum, ou seja, a maioria das pessoas reconhecem a importância de uma alimentação balanceada para a saúde. Porém, além de uma dieta saudável reforçar a saúde, ela também pode trazer diversos benefícios para o seu corpo e mente.

    Por: Karina Silva Fariasl Saúde e Bem Estarl 05/11/2014

    Quais as melhores dietas para grávidas, crianças e atletas que são veganos e pretendem continuar assim?

    Por: Victor Correal Saúde e Bem Estarl 04/11/2014 lAcessos: 16

    Quais as melhores comidas ricas em ferro para veganos? Neste artigo você conhecerá os melhores alimentos

    Por: Victor Correal Saúde e Bem Estarl 04/11/2014 lAcessos: 12
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast