Remédio Para Emagrecer No Japão - Qual A Melhor Opção?

Publicado em: 27/10/2009 | Acessos: 5,100 |

Que opções, você, brasileira vivendo no Japão, tem para emagrecer? Qual o melhor remédio para emagrecer no Japão hoje?

Muitos dizem que há poucas opções já que não tem acesso a produtos à venda no Brasil. Mas na verdade a situação é a inversa. Quem mora no Japão está numa situação previlegiada por ter acesso direto ao que há de mais avançado no mundo em matéria de perda de pesa. Muita coisa ainda não chegou ao Brasil.

A primeira dica é utilizar suplementos naturais ao invés de remédios. Além de requerer prescrição médica, remédio para emagrecer no Japão pode ter efeitos coleterais indesejáveis e, em muitos casos, não reversíveis ao corpo humano.

Por outro lado, suplemento, como o nome sugere, é suplementação alimentar. São, no fundo, alimentos em forma de pílula ou pó. Da mesma maneira que você pode tomar leite sem pedir ao médico, você pode tomar suplemento emagrecedor sem consultar o médico. O risco é tão pequeno que o senso comum é suficiente para julgar.


Por serem seguros, os suplementos tem crescido em popularidade ultimamente e a previsão é de que esse mercado ainda vai crescer mais nos próximos anos, tanto no Japão como nos EUA.

O próximo passo é selecionar a modalidade: inibidor de apetite, substituto de refeição, bloqueador de gordura, queimador de gordura ou bloqueador de carboidrato.

Inibidor de apetite - dá a sensação de estômago cheio mesmo sem ter comido muito. A planta Hoodia Gordonii, não disponível no Brasil, é o ingrediente mais popular.

Substituto de refeição
- shake em pó que são dissolvidos em água e são tomados como uma das três refeições diárias. Tem tudo o que uma refeição precisa ter do ponto de vista nutricional - com exceção das calorias.

Bloqueador de gordura - não elimina a gordura existente em seu corpo; simplesmente evita a formação de outras, forçando assim o corpo a usar a gordura existente como fonte de energia, o que acaba resultando em emagrecimento.

Queimador de gordura - ajuda a eliminar a gordura existente no seu corpo mas não ajuda a evitar a formação de novas gorduras.

Bloqueador de carboidrato - tem um efeito semelhante ao bloqueador de gorduras, com a diferença de que age sobre carboidratos (pão, massa, batata e similares). O ingrediente usado tambem é diferente.

Todos essas alternativas estão disponíveis à brasileira morando no Japão. Considere essas opções antes de optar por um remédio para emagrecer no Japão.

Outras informações como as acima, dicas de emagrecimento assim como recomendação de produtos podem ser encontrada no site Remédio Para Emagrecer no Japão.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 0 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/saude-artigos/remedio-para-emagrecer-no-japao-qual-a-melhor-opcao-1387129.html

    Palavras-chave do artigo:

    remedio para emagrecer no japao

    Comentar sobre o artigo

    Em Outubro de 2009 foi inaugurada a Remédio Para Emagrecer no Japão, loja online especializada em emagrecedores naturais para a comunidade brasileira estabelecida naquele país.

    Por: Alberto Murakamil Press Releasel 27/10/2009 lAcessos: 1,189

    Infertilidade é uma das piores consequências da Síndrome dos Ovários Policísticos para a paciente que deseja engravidar

    Por: CLAUDIA CHAVESl Saúde e Bem Estarl 29/09/2014
    Enf Priscila

    Na gravidez a suplementação com alimentos ricos em ferro é fundamental, já que nesse momento especial, a mulher precisa do dobro de ferro consumido normalmente. Mas há vários outros casos em que as pessoas devem ficar atentas e seguir uma dieta especial para casos de anemia. Bebês, idosos, as adolescentes e mulheres entre 19 a 50 anos, precisam consumir mais alimentos ricos em ferro. Blog Mãe Curiosa

    Por: Enf Priscilal Saúde e Bem Estarl 27/09/2014
    Enf Priscila

    Toda mãe de primeira viagem não sabe ainda como limpar essa região do bebê tão delicada. Mas fique tranquila é super simples. Abaixo tem um passo a passo simples, te deixará mais aliviada e o umbigo logo logo cairá. Objetivo principal: sempre deixar umbigo limpo e seco! Abaixo vou lhe explicar detalhadamente como cuidar:

    Por: Enf Priscilal Saúde e Bem Estarl 26/09/2014
    Enf Priscila

    Curiosidades na gestação: saiba que é possível saber o sexo do bebê com apenas 1 mês de gestação, que se perde 5 quilos no dia do parto, que a gestação não dura só 9 meses. Essas e outras curiosidades desse novo mundo de ser mãe, estão em nosso Blog. Venha conferir. www.maecuriosa.com

    Por: Enf Priscilal Saúde e Bem Estarl 26/09/2014

    Conheça mais sobre a Garcínia, um ótimo suplemento que ajuda a emagrecer com qualidade.

    Por: Joana Marquesl Saúde e Bem Estarl 25/09/2014

    Algumas doenças de pele podem acabar por causar determinadas dúvidas, assim como também confuisão, sendo que os seus sintomas podem acabar por se manifestar de formas diferenciadas ou até mesmo de formas que pelos proprios pacientes seja considerada como desconhecida, o que muitas vezes poderá fazer com que ocorra até mesmo um certo desespero, ou medo com relação ao que poderia ser.

    Por: Sayuri Matsuol Saúde e Bem Estarl 23/09/2014

    O PET Redes de Atenção à Saúde oportunizou a criação de diversos grupos de trabalho em todo o país. Na UNIVALI, Itajaí, SC, um destes grupos de trabalho se constitui no grupo Rede de Cuidados a Pessoa Deficiente, o qual se baseia no Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência e preconiza a proposta Viver sem limites, a partir da promoção da cidadania e do fortalecimento da participação da pessoa com deficiência na sociedade. Objetivo: relatar experiência no âmbito da saúde pública.

    Por: Danieli Fabrícia Pereiral Saúde e Bem Estarl 19/09/2014

    A manutenção do equilíbrio postural é dependente da integração entre os sistemas visual, vestibular, somatossensorial e auditivo. A desarmonia entre estes sistemas pode levar disfunções labirínticas e vestibulares. O estudo foi desenvolvido na clínica de fisioterapia envolvendo onze pacientes. Foram realizadas estratégias de educação em saúde e exercícios direcionados a disfunção vestibular. Foi possível verificar uma diminuição das queixas, principalmente das crises de tontura e cefaléia.

    Por: Danieli Fabrícia Pereiral Saúde e Bem Estarl 19/09/2014
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast