Conheça Mais Sobre os Anéis Penianos

14/04/2011 • Por • 23,309 Acessos

Um anel peniano é um acessório que consiste, geralmente, em um anel de material elástico e flexível que é colocado na base do pênis. Por ser de material flexível, ele se adapta e se ajusta a pênis de grossuras diferentes.

 

Observação importante: embora ele possa ser usado em volta apenas do pênis, em geral recomenda-se que, para que se obtenha melhores resultados, ele seja usado realmente bem na base do pênis segurando também as bolas. Ou seja, o anel não fica entre o saco e o pênis, mas fica bem junto ao corpo, como se separasse o pênis e o saco do resto do corpo. Aliás, o uso de lubrificante é recomendado também na colocação do anel peniano, já que pode não ser tão fácil colocar um pequeno anel em volta do pênis e do escroto.

 

Ele deve ser colocado quando o pênis está plenamente ereto. Isto contribui para que o sangue se mantenha no pênis e mantenha-o ereto e duro. Por conta disto, uma das funções principais de um anel peniano é ajudar o homem a manter a ereção por períodos mais longos. Para os homens com dificuldade de ereção, costuma-se usar uma bomba para aumento peniano primeiro, para deixar o pênis ereto e duro, colocando em seguida o anel peniano para manter a ereção.

 

O anel é em geral usado durante a relação sexual, mas também é freqüentemente associado à masturbação.

 

O uso de um anel peniano pode ter diversos efeitos secundários positivos, dependendo da pessoa e do anel utilizado.

 

O fato de manter o sangue "preso" dentro do pênis, além de deixá-lo mais duro e manter a ereção por mais tempo, muitas vezes tem o efeito de fazer com que o homem demore mais para gozar e quando isso acontecer o orgasmo seja mais forte. Portanto, o anel peniano pode auxiliar em casos de ejaculação precoce e também para homens que buscam um prazer sexual ainda mais intenso.

 

Além disso, a sensação de ter o anel segurando o pênis é considerada muito agradável por diversos usuários, bem como a sensação de força e inchaço adicional que ele provoca, gerando uma sensação de potência.

 

Em outros casos, a sensação da pressão do anel em volta do pênis pode se mostrar ligeiramente desconfortável. Neste caso, pode-se utilizar um lubrificante para reduzir o atrito do anel com o pênis, por exemplo, ou então tentar um outro modelo de anel peniano que se ajuste melhor. Embora os anéis penianos sejam normalmente feitos para se ajustarem a diferentes tipos de pênis, certamente existem aqueles que se adaptam melhor a alguns homens do que a outros.

 

Como o anel peniano prende o sangue no pênis, não é recomendado que seja utilizado continuamente por longos períodos. Portanto, a sugestão é que o anel seja colocado pouco antes da relação e seja retirado logo em seguida. A recomendação é que não se use o anel por mais do que trinta minutos. Além disso, caso ocorra alguma sensação estranha como de frio no pênis ou falta de sensibilidade, interrompa o uso imediatamente. Nunca durma com o anel ainda preso ao pênis.

 

Como o uso do anel envolve o fluxo sanguíneo, seu uso deve ser realizado com cuidado por pessoas que possuam doenças ou problemas relacionados a isso, como problemas cardíacos ou diabetes. Consulte o médico antes de usar, se for o caso.

 

Conforme dito anteriormente, anéis penianos são normalmente flexíveis e elásticos, portanto alguns materiais comuns são borracha e silicone, por exemplo. No entanto, existem também anéis penianos de materiais menos flexíveis, como couro, metal e plástico. O modo específico de funcionamento, de colocação do anel e de retirada, certamente poderá variar, de acordo com o material. Como o material não é flexível, ele pode ser preso ao redor do pênis com velcro ou algum fecho similar, por exemplo.

 

Alguns anéis penianos mais avançados possuem funções extras.

 

Isto pode incluir extensões que estimulem o clitóris ou o ânus (ou os dois ao mesmo tempo), por exemplo. Ao usar este tipo de anel, lembre-se que estas extensões possuem texturas para massagear o clitóris ou o ânus. E que essa massagem só será possível se você esfregar estas extensões nestes lugares. Muitos cometem o erro de usar um anel deste tipo e realizar apenas a penetração, depois entrando e saindo da vagina simplesmente. Para uma massagem mais efetiva é preciso realizar uma penetração profunda, em que as extensões fiquem em contato com o clitóris ou o ânus, e em seguida sejam realizados movimentos circulares com o quadril. Com isso, o pênis continua totalmente dentro da vagina, massageando toda sua extensão, enquanto os extensores massageiam o clitóris e/ou o ânus ao mesmo tempo.

 

Existem também anéis penianos que possuem extensões com um pequeno plug anal ou pênis. Estes anéis permitem que sejam realizadas penetrações duplas. Ou seja, enquanto o pênis real penetra a vagina, o plug anal ou pênis do anel penetra o ânus. Veja neste caso as recomendações quanto ao uso de plug anal e pênis artificial.

 

Anéis penianos ainda mais sofisticados incluem a função vibratória. Isto proporciona uma sensação ainda mais diferenciada, além de realizar uma massagem no clitóris ainda mais eficiente. Anéis penianos com vibração são usados também por mulheres como acessórios a serem acoplados a um pênis artificial normalmente sem vibração, por exemplo.

 

Perfil do Autor

GT Sex Shop

GT Sex Shop - O Sex Shop da Sua Revolução Sexual