Marketing Turístico

Publicado em: 23/07/2009 |Comentário: 0 | Acessos: 12,796 |

O conceito de marketing  e suas traduções não possuem  a abrangência e a amplitude de sentidos que eles têm no original, já que as traduções mais conhecidas, comercialização e mercadologia, estão em desuso por limitar a atividade às partes do seu processo de atuação. Esse equívoco é também verificado no fato de muitos o confundirem com propaganda e publicidade, outros dizem que ele tem mais relação com vendas e alguns afirmam que é uma das áreas da administração. Na realidade todos estão certos em parte, visto que o marketing tem relação direta com esses elementos, mas ele é mais abrangente, englobando todos no seu processo operacional e administrativo.

E partindo desse pressuposto, a essência da atividade de marketing na atualidade consiste na agregação de valores aos produtos com o intuito de atrair e satisfazer os clientes, dentro dessa conjuntura, o turismo se apresenta como um importante setor econômico que precisa ser desenvolvido de forma planejada e o marketing e suas ferramentas, aplicadas na atividade turística, têm o objetivo de fomentar a comercialização dos produtos turísticos.

Nesse quadro altamente competitivo, a atividade turística vem crescendo em vários núcleos, tendo como conseqüência o aumento da concorrência entre os destinos, configurando-se a diferenciação da oferta como fator de atração de um público cada vez mais exigente, que busca, além de escapar do cotidiano, novos serviços e formas de lazer diferenciadas.

Definindo Krippendorf (apud RUSCHMANN, 2001), o marketing turístico como a adaptação planejada e convergente das empresas de turismo, no âmbito privado ou público, abrangendo o local regional, nacional e internacional, objetivando a satisfação dos clientes de determinados segmentos com o intuito de obter lucros. Assim, pode-se observar que o marketing turístico, não seu cerne, é o marketing básico direcionado para promoção de produtos que tenham uma estreita ligação com o turismo de uma localidade, mais ou menos abrangente, podendo ser aplicado em um país, região específica ou qualquer outra localidade ou a empresas do setor turístico e prestadoras de serviços de entretenimento.

Consistindo tal produto turístico na concepção de Ruschmann (2001) como o conjunto de componentes (atrações, facilidades e meios de acessos) materiais e imateriais, voltados para uma atividade específica e numa determinada localidade, englobando as experiências e expectativas dos consumidores.

Com relação às particularidades dos produtos turísticos que os tornam ímpar pode-se salientar a sua intangibilidade (não pode ser visto, tocado ou dimensionado), inseparabilidade (o local da produção é simultâneo ao do consumo), heterogeneidade (devido ao caráter subjetivo que o distingue) e sua perecibilidade (não pode estocado como os produtos materiais e nem transportado).

Segundo Vaz (1999), existe várias formulações procurando definir o produto turístico. A maioria o divide em duas partes: a primeira, o conjunto de atrações que o consumidor busca e a segunda, o complexo estrutural de serviços colocados à disposição pelas organizações do ramo para dar suporte às inúmeras atividades desenvolvidas, fazendo com que seja entendido como um conjunto formado por bens turísticos e serviços. Assim, o produto turístico é composto tanto por atrações naturais e culturais de uma determinada localidade quanto pelos meios que facilitam o acesso aos bens turísticos.

Estas atividades complementam os produtos turísticos na medida em que os turistas requisitam, conjuntamente, vários serviços, como transporte, alojamento, restauração e animação, sendo fundamentais para alicerçarem a motivação que dá lugar à deslocação. Neste sentido, convém destacar que não se pode falar de um produto completo ou único, mas sim de diversos bens ou serviços turísticos que, globalmente, satisfazem a necessidade turística detectada, influenciando na formatação do produto turístico, na decisão dos turistas em relação aos fatores de atratividade turística dos destinos (recursos naturais, religiosidade, bens culturais, recursos culturais, eventos e recursos esportivos). (VAZ, 1999)

A fim de estabelecer um melhor posicionamento de cada organização dentro do destino turístico, deve-se identificar qual o papel desempenhado pela entidade na captação de demanda para o destino e, conseqüentemente, o seu grau de atratividade. Neste sentido, convém aperfeiçoar o grau de atratividade de uma organização ou dos seus atrativos através de ferramentas de posicionamento estratégico, levando em consideração as variáveis que compõem o mix de marketing.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS

RUSCHMANN, D. V. M. Turismo e planejamento sustentável: a proteção do meio ambiente. 3. ed. Campinas: Papirus, 1997. (Coleção Turismo).

VAZ, G. N. Marketing turístico: receptivo e emissivo. São Paulo: Pioneira, 1999.

Avaliar artigo
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 3 Voto(s)
    Feedback
    Imprimir
    Re-Publicar
    Fonte do Artigo no Artigonal.com: http://www.artigonal.com/turismo-e-viagem-artigos/marketing-turistico-1061845.html

    Palavras-chave do artigo:

    marketing

    ,

    marketing turistico e produto turistico

    Comentar sobre o artigo

    Fernando Rezende

    Como forma de superar a concorrência e alcançar destaque, muitas localidades tem procurado o investimento maciço em marketing turistico. Promover a localidade através do marketing turístico não se refere apenas ao ato de se fazer propaganda.O trabalho de marketing deve voltar sua tenção para a adoção de estratégias que visem a melhoria da cidade como um todo.Algumas localidades encontraram modos eficazes e altamente lucrativos de consolidar esse processo, por meio de eventos.

    Por: Fernando Rezendel Turismo e Viageml 27/04/2009 lAcessos: 2,128

    Este artigo apresenta reflexões sobre a aplicação do marketing à atividade turística, trazendo um levantamento bibliográfico sobre os conceitos de turismo, marketing e marketing de produtos e serviços. Utiliza um estudo de caso para analisar a importância das Administrações Públicas desenvolverem ações fundamentais que caracterizam o mercado turístico. Mostra o estudo de Catas Altas, considerada uma cidade histórica e ecológica pelo empenho da Administração em investir no seu potencial.

    Por: Lílian Miranda de Souzal Turismo e Viagem> Dicas de Viageml 03/11/2008 lAcessos: 4,156
    Tercia Duarte Almeida

    O presente artigo tece a relação atual do marketing de serviço nos hotéis, bares e restaurantes, considerando a similaridade destes empreendimentos ao que tange o atendimento ao cliente interno e externo. Busca responder se o fator primordial para a diferenciação no trato destes segmentos dos demais está na importância do marketing de serviço e a relação dos gestores aos anseios dos colaboradores juntamente com o investimento em técnicas de excelência em atendimento.

    Por: Tercia Duarte Almeidal Turismo e Viagem> Hotéis e Resortsl 03/09/2014 lAcessos: 21
    SerradoMar Imóvel Praia Grande

    A Cyrela publicou o Dicionário do Mercado Imobiliário. Muito bom pois, ajuda pessoas leigas em alguns assuntos a entederem melhor seu significado. Isto tabém ajuda a corretores de diferentes regiões do país.

    Por: SerradoMar Imóvel Praia Grandel Notícias & Sociedade> Cotidianol 23/09/2011 lAcessos: 419

    O presente estudo teve por objetivo realizar um diagnostico sobre o município de Anicuns, para isso utilizamos informações básicas sobre os aspectos: físicos (geologia, geomorfologia, solos, vegetação, condições gerais dos condicionantes climáticos), bem como uma caracterização sobre a situação econômica e social que predomina na região, entre outros. Os conhecimentos foram analisados também uma pesquisa para o conhecimento de informações sócio_ambientais, seguida de mapeamento das informações obtidas acerca do território o que se faz de grande importância, visto que atividades de planejamento para o bem-estar da população e o desenvolvimento sócio-econômico, dependerão de conhecimentos e informações sobre o espaço geográfico.

    Por: RIBEIRO, J. Carlos.l Notícias & Sociedade> Polítical 17/10/2008 lAcessos: 1,433
    Francisco Airton Bastos

    Resumo: Este artigo aborda uma síntese do turismo em seus vários aspectos, um estudo comparativo entre duas capitais do nordeste brasileiro: Maceió e Salvador, quanto ao seu potencial turístico, além de considerações acerca desse estudo comparativo, com o objetivo de formatar um modelo turístico a partir do cruzamento desses dados levantados.

    Por: Francisco Airton Bastosl Educação> Ensino Superiorl 30/08/2012 lAcessos: 141

    O presente trabalho visa um estudo de caso para levantar a história de um prato típico de Santa Maria/RS , o Galeto na sua fonte de origem, que já atravessou fronteiras e a sua importância gastronômica para a formatação de um produto de turismo cultural.

    Por: Carmen Lorencil Turismo e Viageml 02/06/2009 lAcessos: 6,137
    Luiza Soares e Soares

    O artigo tem por finalidade a reflexão relacionada às vantagens e desvantagens do projeto de lei que tramita na Câmara dos Deputados. O estudo se iniciará a partir da década de 1970, com a criação do primeiro curso de Turismo pela Faculdade de Turismo do Morumbi. Através da análise artigos relacionados ao assunto e leitura minuciosa do projeto de lei a ser aprovado, serão analisados alguns pontos cruciais como o porquê de ainda não ter sido aprovado e qual a abrangência do mesmo!

    Por: Luiza Soares e Soaresl Turismo e Viageml 20/02/2013 lAcessos: 141
    Joao da Silva Oliveira

    Artigo sobre Marketing turístico na cidade de Porto Seguro, Estado da Bahia.

    Por: Joao da Silva Oliveiral Marketing e Publicidadel 04/10/2009 lAcessos: 1,550 lComentário: 2

    O hotel não pode ser só alojamento e ter ótima localização...

    Por: Otavio Demasil Internet> Hospedageml 23/02/2010 lAcessos: 710

    A companhia aérea Gol confirmou que cerca de 1/3 das passagens aéreas vendidas com destino a Miami possuem milhas como moeda de troca. O resto, cerca de 70% dos assentos que vendidos são advindos de compras através de métodos tradicionais. São eles: dinheiro via cartão de crédito ou agentes de viagens.

    Por: BrasilianTouristl Turismo e Viageml 29/10/2014

    Conheça Governador Celso Ramos, um dos locais mais lindos do Brasil! O município de Governador Celso Ramos ocupa bela península com caprichosos recortes que formam abrigadas enseadas paraíso dos navegadores - e dividem a costa em 23 belas praias próprias para mergulho, windsurfe, jet ski e surfe.

    Por: FABIO HUMBERTO RODRIGUESl Turismo e Viageml 06/08/2014 lAcessos: 30

    Único do gênero no mundo, o Museu da Moda, localizado em Canela (RS), conta a evolução da história ao longo de quatro mil anos do vestuário feminino

    Por: Terezinha Tarcitanol Turismo e Viageml 27/06/2014 lAcessos: 24
    voenext

    Um avião monomotor de valor em torno de R$ 200 mil acarretará uma despesa mensal de 2.500 mensais, para custear o aluguel de um hangar e a manutenção a cada 200 horas de voo. O jato, na faixa de valor mais barato representará um custo operacional fixo em torno de 30 mil reais por mês, para cobrir despesas com piloto, gasolina e hangar.

    Por: voenextl Turismo e Viageml 11/04/2014
    raphael de morais dias

    Este trabalho aborda a Festa de São Tiago como possibilidade desencadeadora do Turismo Cultural no distrito de Mazagão Velho – AP. Tem como objetivo estudar a festividade, que acontece anualmente no período de 16 a 28 de julho, analisando-a a partir da perspectiva histórica e cultural da comunidade, aliada ainda, a possível formatação da Festa como produto turístico cultural em nível estadual, nacional e internacional. O primeiro abordando turismo e sua relação com a cultura, o segundo trata da

    Por: raphael de morais diasl Turismo e Viageml 31/03/2014 lAcessos: 22
    Eduardo Madeira

    Nossa meta é conseguir 10 mil DOAÇÕES DE SANGUE até as férias de janeiro, 1000 doações por mês. Com essas doações será possível salvar até 40 mil vidas.

    Por: Eduardo Madeiral Turismo e Viageml 22/03/2014
    Carla

    Urubici fica a 170 km a oeste de Florianópolis e aos pés da Serra Geral. Ainda comporta o Parque Nacional de São Joaquim, uma das regiões mais frias do Brasil. Mas não é só do inverno que vive seu turismo. Em pleno verão há muitas trilhas e cachoeiras para serem visitadas. Basta ter a roupa apropriada, botas e disposição. Nesse artigo você encontrará dicas para 4 dias nessa linda região do sul do país.

    Por: Carlal Turismo e Viageml 18/03/2014 lAcessos: 63
    Karen Loewenthal

    Se existe algo que vai ficar guardado para sempre nas minhas melhores recordações de viagens, é a lembrança das pessoas especiais que fizeram parte da minha estória e que, desde então, também são parte do que sou.

    Por: Karen Loewenthall Turismo e Viageml 29/01/2014 lAcessos: 21
    Perfil do Autor
    Categorias de Artigos
    Quantcast