O VENDEDOR PROATIVO-QUAL O SEU SEGREDO?

03/06/2010 • Por • 471 Acessos

Em meu primeiro artigo "A OPORTUNIDADE BATE EM SUA PORTA", qualifiquei os PROFISSIONAIS DE VENDAS em dois grupos bastante distintos: O dos vendedores chorões e o dos fabricantes de lenços que são PROFISSIONAIS (com letras maiúsculas mesmo). Os representantes do segundo grupo são indivíduos proativos que buscam apresentar soluções alternativas, adotando uma postura consultiva ao invés de uma postura combativa, pois sabem que os clientes compram por motivos que não os seus de vendedor, mas os deles - clientes. Assim procuram conhecer os motivos, os interesses e as possibilidades de seus clientes e estabelecem projeções de realização para as mesmas. Não impõem, sugerem alternativas, antes de venderem o produto, vendem sua imagem que inspira confiabilidade, conduzindo seus clientes ao prazer e à satisfação em adquirir e possuir. Mas devo afirmar que para sair do grupo dos chorões e ingressar no grupo dos bem sucedidos fabricantes de lenços, é preciso refletir, refletir, refletir, refletir e se desconfortar, saindo da mesmice, cá entre nós bastante medíocre.

Lembre-se de que todo e qualquer processo de vendas é um processo de negociação envolvendo maiores ou menores quantias de dinheiro, que nem sempre os CLIENTES possuem na totalidade. Isto então significa que você deve apresentar a ele um compromisso e um comprometimento financeiro mensal, durante certo período. Nestes casos, busque sempre uma situação de certo conforto. Ele quer realizar um sonho. Não transforme este sonho este ideal ou necessidade, em um pesadelo ou um fardo impossível de carregar. Lembre-se em primeiro lugar, de você como cliente e, faça com ele e por ele, exatamente aquilo que gostariam que fizessem por você e com você. Plante sementes de maçã para no futuro comer maçãs e não pepinos.

Conheça mais o seu CLIENTE, procure interpretá-lo, analisando-o mais profundamente, e não assumindo um posicionamento baseado em uma visão inicial a qual nada mais é do que apenas uma visão distorcida, baseada em ACHISMOS (termo utilizado pelos pós-graduados em ACHIOLOGIA-visão absurda de fatos e coisas). Veja-o como meio e não como fim no exercício de suas atividades, pois afinal de contas em algum momento você também é CLIENTE.

Tome uma atitude corajosa. Não fique aí parado feito um dois de paus, pensando e dizendo que falar é fácil e, que fazer é difícil ou impossível. É fácil falar sim, mas fazer o que parece difícil ou até mesmo impossível, é um desafio apreciado apenas pelos empreendedores, pelos vencedores, por aqueles que acreditam que tudo precisa ser mudado, que o ideal não se realiza sem esforço, persistência e algumas correções de rumo. Assim como os fracassos, o sucesso é decorrência daquilo que idealizamos (pensamos) e fazemos. Você pode, você deve, você merece. Mas lembre-se é preciso antes de tudo, força de vontade, seja tenaz. Trabalhe, invista em você, em primeiro lugar, trabalhe em segundo lugar e em terceiro lugar trabalhe. Conheça em detalhes aquilo que vende, conheça profundamente os produtos concorrentes, seus concorrentes e, suas estratégia. Caso você não os conhecer vai entrar no mato com um gatinho e não com um cachorro. Seja elegante, Adote em suas relações uma postura ética, respeitando os valores de seus clientes, os de seus companheiros, os de sua empresa, seja pontual com seus clientes. Seja possuidor de motivação entusiasmo e fé naquilo que faz, naquilo que diz naquilo que vende. Transmita isto aos seus clientes. Passe para o grupo dos que fabricam lenços.

Vendas não é um território para os fracos e para os derrotados, mas sim um território para os fortes dotados do espírito de VENCEDOR.

Perfil do Autor

Orlando Ferreira Ribeiro

Formado em Pedagogia pelo Instituto de Ciencias Humanas e Sociais do Instituto Isabel, desenvolveu Programas de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoal em empresas nacionais e multinacionais de grande porte. Atuou em Treinamento e Desenvolvimento Gerencial, como palestrante e instrutor, atuando em todo o território nacional.No comércio atuou como vendedor de veículos novos por 20 anos, tendo ocupado no segmento posições de Gestor de equipes, inclusive no Pós-Vendas.Possuidor de espírito dinâmico e criativo, não se conforma com a comoditização de posturas e metodologias de gestão e ação. Acredita que o melhor é algo efêmero e sujeito a constantes aperfeiçoamentos é comunicativo, vibrante com aquilo que faz pois, atua com elevados graus de motivação, entusiasmo e fé .